TURISMO

Praia Brava de “No Limite” tem nome fake; conheça a verdadeira no Sul do Brasil

Publicados

em


source
As águas da Praia Brava são claras e a faixa de areia é fofa e branca
Divulgação

As águas da Praia Brava são claras e a faixa de areia é fofa e branca



A nova edição do reality show “No Limite”, da TV Globo , estreia no próximo dia 11. Os desafios que serão enfrentados pelos  16 participantes têm como pano de fundo um local que ganhou como nome fictício “Praia Brava”. No entanto, existe uma Praia Brava em Florianópolis e ela é considerada uma das mais belas praias do Sul do País.

A Praia Brava, que fica entre Itajaí e Balneário Camboriú, na região norte da Ilha de Santa Catarina , é conhecida por ser um destino relaxante, sensação proporcionada pela calmaria e belezas naturais. Com 1,5 km de extensão, possui uma faixa de areia clara de 100 metros de largura, que é banhada por um oceano bem azul.


O que fazer em Praia Brava?


O destino é muito buscado por sua paisagem natural de tirar o fôlego, mas também para se desconectar da rotina de estresse. Existem diversos quiosques, bares e  restaurantes para todos os gostos, espalhados em diversos pontos da praia. Também é possível contemplar a extensão do mar e sentir a brisa da praia ao passear de bicicleta pela ciclofaixa.

Leia Também:  Covid: Após queda, casos voltam a avançar no Brasil puxados por 9 estados

A praia também é procurada para praticar atividades físicas e esportes radicais. Na fachada da areia é muito comum ver grupos jogando frescobol ou fazendo caminhadas, mas o  destino é perfeito para surfistas ousados que gostam de pegar ondas desafiadoras, já que o mar é bem agitado.

Você viu?

É preciso que banhistas e surfistas tomem cuidado, já que o mar puxa muito forte. Por isso, é importante ter cautela na hora de ir para o mar. Pela praia, existem sinalizações vermelhas espalhadas para que o turista identifique os pontos mais perigosos e evitá-los.

Há ainda opções de voo duplo de parapente , que custam entre R$ 250 e R$ 350, que sai de uma plataforma que fica no morro que leva à Praia Brava. Nesses voos, é possível ter uma visão privilegiada da praia e contemplar outras regiões paradisíacas que estão próximas, como a Ilha do Arvoredo e a Praia dos Ingleses.

Turistas também podem conhecer a área ao redor e desbravar as trilhas que ficam na região, como a Trilha da Feiticeira, feita entre as árvores do morro que dá acesso à praia, e a Trilha do Churrão, feita com caminho de pedras na ilha e incríveis paisagens rochosas para apreciar no caminho.

Trilha da Feiticeira explora morro da Praia Brava. Foto: Divulgação

Voos de parapente custam até R$350 na Praia Brava. Foto: Divulgação

Trilha do Churrão, na Praia Brava, presenteia rutista com belas paisagens rochosas. Foto: Divulgação

Vista panorâmica do Mirante da Praia Brava é instagramável. Foto: Divulgação

Leia Também:  Pix Cobrança: serviço de boletos começa a funcionar hoje; conheça


O Mirante da Praia Brava é um dos pontos turísticos da região de tirar o fôlego, já que proporciona uma vista panorâmica da praia sem qualquer incômodo e não existem estruturas que atrapalham a visão. O mirante está no ponto mais alto da Av. Epitácio Bittencourt, que pode ser acessada somente pela praia. Há possibilidade de subir de carro e existe um restaurante próximo.

Como chegar em Praia Brava?

É possível acessar a Praia Brava por meio da rodovia SC-401. Ela leva às praias de Canasvieiras e para a Praia de Ponta das Canas. Dali, basta seguir pela Av. Epitácio Bittencourt, que dá acesso ao morro que leva à Praia Brava. Também é no topo deste morro em que está localizado o Mirante da Praia Brava.

Para os turistas que vão ao destino de avião, basta pegar o ônibus que sai do terminal do  aeroporto em direção à Rodoviária. Lá, deve-se ir ao Terminal Central de Ônibus Urbano, de onde sai o ônibus 266 Praia Brava, que vai em direção ao trecho. Essa linha funciona todos os dias, das 5h43 às 19h47.

Acomodações perto da Praia Brava

É possível conseguir acomodações com diária acessível que sejam bem próximas da Praia Brava. Na região, os hotéis principais e mais próximos são o Praia Brava Hotel, com diárias a partir de R$ 162 com café da manhã incluído, e os apartamentos da Entremares Residence, a partir de R$ 380. Também existem acomodações na beira da praia disponíveis para locação no Airbnb , cujos preços das diárias variam entre R$ 110 e até R$ 2 mil.

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TURISMO

Destino dos famosos: visite os caminhos históricos da Índia

Publicados

em


source
Grazi Massafera, Lady Diana e Caio Castro
Reprodução

Grazi Massafera, Lady Diana e Caio Castro

A Índia tem a segunda maior população mundial, 70% das especiarias do mundo e possui mais de 1.721 línguas! A cultura do país é muito rica e serve de inspiração, inclusive, para produções brasileiras como a novela de sucesso “Caminho das Índias”, de Gloria Perez, que mostrava os costumes de lá, além de cenários deslumbrantes de várias regiões.

Com tantos adjetivos, a capital, Nova Delhi, recebe todos os anos uma média de 10 milhões de turistas todos os anos, salvo em períodos críticos como o da pandemia do coronavírus, e atrai muitos famosos brasileiros e internacionais –como Grazi Massafera e Caio Castro, Priyanka Chopra e Nick Jonas, o príncipe William e Kate Middleton e a eterna Lady Di — que se encantaram com a arquitetura e a cultura local. 

Como chegar e quanto custa ir até a Índia? 

Partindo de São Paulo, o turista encontra opções para Mumbai, Nova Dheli, Bangalore, Chennai, Goa e Ahmedabad, e a média da passagem de avião é de R$ 5 mil. 

As viagens contam com uma ou mais paradas e os voos duram cerca de 35 horas. Por conta da Covid-19, é necessário realizar um teste e ficar em quarentena por sete dias após a chegada no país.

Importante: para chegar na Índia, é necessário ter um visto. O turista pode conseguir o carimbo no passaporte presencialmente no consulado ou embaixada, ou também pela internet. Os valores variam entre U$ 10 e U$ 80, ou R$ 52 e R$ 420 na cotação atual do dólar.

Onde se hospedar? 

Explorar os locais do país vai depender do gosto pessoal do turista. Em Mumbai, a maior cidade e centro financeiro do país, por exemplo, as diárias variam entre R$ 600 e R$ 1 mil em hotéis cinco estrelas. Para quem não é muito exigente, é possível encontrar diárias de até R$ 70 em hostels e hotéis de três estrelas.

Em Goa, estado litorâneo entorno do Mar Arábico, as hospedagens custam entre R$ 300 e R$ 1 mil.

Curiosidade: Em Goa, existem muitas pessoas que falam português devido à colonização de Portugal no território. 

O que comer? 

Comida é o que não falta! No país, você encontra diversos alimentos diferentes e deliciosos. A pimenta é muito usada na Índia, então, para quem não gosta do sabor apimentado, vale a pena checar com os vendedores e estabelecimentos locais sobre os pratos mais leves. 

Leia Também:  André Marques à frente do 'No Limite': 'Não se recusa um convite desses'

Se está de passagem no país, não deixe de experimentar pratos típicos como a samosa, masala beans, frango iasooni tikka e o curry! Em Mumbai, os restaurantes Nawab Saheb e Delhi Highway são bem avaliados e contam com comida de rua e especialidades. Em Agra, o Tea’se Me tem opções vegetarianas e veganas, além de contar com um ambiente superespecial e despojado.

Quais programas fazer no país? 

O clima do país é bem agradável, mas o período de visitação ficam mais movimentados entre novembro e maio. Existem diversos destinos especiais para explorar no país. Um que não pode ficar de fora da lista é o famoso Taj Mahal, que foi construído por uma história de amor que ganha o coração dos apaixonados até hoje. 

O site do Ministério da Cultura do Governo da Índia disponibiliza a venda de ingressos para uma série de monumentos e museus, mas devido à Covid-19, as vendas estão paralisadas. Acompanhar as festas tradicionais como Diwali, Holi e Ganesh Chaturhi valem muito a pena. Conhecer as cidades de Agra, Bangalore, Calcutá, Nova Delhi, Mumbai e Varanesi, com certeza, irão proporcionar uma experiência incrível no país, além de um verdadeiro tour pela culinária local.


Você viu?

Fonte: IG Turismo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA