TECNOLOGIA

Conhece seus direitos em relação à LGPD? Procon-SP cria cartilha que explica lei

Publicados

em


source
LGPD
iStock

Veja como se proteger com a LGPD

O Procon-SP lançou uma cartilha sobre a Lei Geral de Proteção de Dados ( LGPD ), que entrou em vigor no Brasil em setembro passado . O material busca orientar, de forma didática, os consumidores sobre seus direitos a respeito da nova lei.

De modo geral, a LGPD é responsável por garantir que os cidadãos sejam donos dos seus próprios dados . Assim, cada vez que uma empresa coletar essas informações, é preciso haver consentimento do usuário, além de uma explicação da finalidade para a qual os dados serão usados.

As companhias precisam, ainda, garantir que as informações coletadas sejam bem cuidadas – e não vazem, por exemplo. Quem descumprir a lei está sujeito a multa.

E a LGPD não vale apenas para empresas de tecnologia que coletam nsosos dados, como redes sociais e aplicativos . Qualquer companhia que obtiver informações – como o famoso CPF para o desconto na farmácia – estão sujeitas à lei.

A nova cartilha do Procon-SP  pode ajudar entender cada detalhe da nova lei e em quais situações você pode acionar um órgão de defesa do consumidor .

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TECNOLOGIA

Agronegócio precisa de inserção digital, diz ministra da Agropecuária; entenda

Publicados

em


source

Agência Brasil

A ministra da Agricultura, Tereza Cristina , disse hoje (27) que o agronegócio deve estar inserido no contexto de rápida transformação digital. A afirmação foi feita durante um painel virtual do Fórum Econômico Mundial de Davos para tratar da inovação para transformar sistemas alimentares por meio da tecnologia.

Durante a sua participação, a ministra afirmou que a próxima década será marcada por “convergência digital e biológica”, principalmente, na agropecuária e citou como exemplo as tecnologias de edição genômica, técnica que permite fazer alterações no DNA de plantas e microrganismos para acelerar o melhoramento genético.

“A Inovação é imprescindível para adequar a agropecuária à realidade global e é o único vetor capaz de conciliar segurança alimentar e preservação ambiental”, disse a ministra.

Você viu?

Tereza Cristina disse que a atuação do agronegócio brasileiro tem diretrizes claras, com cinco eixos: sustentabilidade, inovação aberta, biotecnologia, agregação de valor e agricultura digital. A ministra destacou que um dos desafios do setor é expandir a conectividade no espaço rural brasileiro, com foco principalmente nos cerca de 4,5 milhões de pequenos produtores.

Leia Também:  Agência Brasil explica: como contribuir para o INSS por conta própria

“Essa integração é que fará com que os jovens fiquem no campo, possam trabalhar, manter as suas famílias e não deixar a população tão envelhecida, que temos hoje, no meio rural e também ajudar e muito as mulheres que trabalham no campo” disse a ministra.

Na avaliação da ministra, o Brasil tem um setor do agronegócio “vibrante” com cerca de duas mil startups voltadas para o agronegócio. Ela destacou ainda que o país tem ampliado os investimentos nesta frente ao longo dos últimos anos.

“Os investimentos passaram de US$ 4 milhões em 2013 para mais de R$ 200 milhões em 2019. Temos mais de duas mil agritechs trabalhando em diversas áreas, como rastreabilidade, e diversas tecnologias para entregar produtos mais sustentáveis e seguros”, disse.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA