TECNOLOGIA

Apple ultrapassa Samsung e assume liderança mundial de smartphones

Publicados

em


source

Olhar Digital

Apple se torna a maior fabricante de celulares do mundo
Getty Images

Apple se torna a maior fabricante de celulares do mundo

Segundo um relatório do Gartner Group, no quarto trimestre de 2020 (Q42020) a Apple ultrapassou a Samsung e se tornou a maior fabricante de smartphones do mundo, com quase 80 milhões de aparelhos vendidos no período e 20% do mercado global.

Você viu?

Isso representa um crescimento de quase 15% em relação ao mesmo período de 2019, quando a empresa vendeu cerca de 70 milhões de aparelhos e tinha 17,1% do mercado. Enquanto a empresa de Tim Cook cresceu, a rival sul-coreana encolheu: a empresa viu suas vendas caírem 11,8% em um ano, de 70,4 milhões de unidades (Q42019) a 62,1 milhões neste ano.

É a primeira vez desde 2016 que a Apple fica à frente da Samsung no ranking. Segundo Anshul Gupta, diretor sênio de pesquisa no Gartner, o crescimento da Apple pode ser diretamente atribuído ao fato de que os iPhone 12 são os primeiros aparelhos no mercado compatíveis com redes 5G.

Leia Também:  LG está tentando vender fábrica de celulares no Brasil

“Mesmo que os consumidores tenham sido cautelosos com seus gastos e adiado algumas compras não-essenciais, smartphones 5G e com recursos de câmera profissionais encorajaram alguns usuários a comprar novos smartphones ou atualizar seus aparelhos atuais neste trimestre”.

Os números do Gartner também deixam claro o impacto que as sanções impostas pelos EUA estão tendo na Huawei , que teve uma queda de mais de 41% no número de aparelhos vendidos em relação a 2019 (de 58,3 para 34,3 milhões) e cai da terceira para a quinta posição no ranking de fabricantes, com 8,9% do mercado.

De fato, as únicas empresas que viram aumento de vendas no Q42020 foram a Apple e a Xiaomi . A fabricante chinesa foi a que teve o maior crescimento, com um salto de 33,9% nas vendas, de 32,4 milhões para 43,4 milhões de unidades.

Leia Também:  Maior produtor mundial de vacinas pede paciência a países

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

TECNOLOGIA

Google abre inscrições para treinamento de web empreendedoras

Publicados

em


source

Olhar Digital

Google abre inscrições para programa de treinamento e capacitação de mulheres
Matheus Barros

Google abre inscrições para programa de treinamento e capacitação de mulheres

O Google anunciou nesta quarta-feira (24) a abertura das inscrições do programa Cresça com o Google para Mulheres no Brasil, conhecido mundialmente como “Women Wil”. A iniciativa visa treinar e capacitar mulheres que buscam desenvolver suas  carreiras ou negócios por meio das mídias digitais.

Ademais, o programa quer incentivar as mulheres a acreditarem em si mesmas, encontrarem novas oportunidades de trabalho, e desenvolverem seus próprios negócios.

O programa Cresça com o Google nasceu em 2017 e já treinou mais de 170 mil mulheres presencialmente. Porém, devido às medidas de proteção contra a Covid-19, neste ano, o evento acontecerá online.


Sobre o evento


O evento será realizado em 8 de março, Dia Internacional da Mulher, e trará a presença de convidadas especiais, como Rachel Maia (CEO e Fundadora da RM Consulting) e Sofia Esteves (fundadora do Grupo Cia de Talentos), além de especialistas da Rede Mulher Empreendedora, que compartilharão suas experiências.

As aulas oferecidas pelo curso são focadas em desenvolver habilidades socioemocionais, como networking, técnicas de vendas e comunicação, com atividades para que as participantes possam praticar os conceitos aprendidos.

Leia Também:  Por anos, hackers chineses tiveram acesso a sistema do governo dos EUA; entenda

Você viu?

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas no site do programa para asduas trilhas de conhecimento disponíveis. A primeira é voltada às “Mulheres que Querem Empreender” e evoluir seus próprios negócios. Já a segunda é denominada “Mulheres que querem Crescer suas Carreiras”.

O Cresça com o Google para Mulheres 2021 contará com mais cinco edições dedicadas à presença das mulheres no mercado de tecnologia, às mulheres trans, com mais de 60 anos, às mulheres negras e às mulheres com deficiência.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA