SAÚDE

SP já vacinou 100% dos idosos acima de 65 anos

Publicados

em


source
Lídia Costa recebe a dose da vacina contra Covid-19 em posto de São Paulo
Governo do Estado de SP

Lídia Costa recebe a dose da vacina contra Covid-19 em posto de São Paulo

O governo de São Paulo anunciou hoje que 100% dos idosos acima dos 65 anos estão com o esquema vacinal completo no estado. O número representa 7,3 milhões de pessoas, que estiveram na prioridade da campanha de vacinação iniciada em fevereiro.

Entre os cidadãos de 60 a 64 anos, o percentual de imunização também é alto – 93,5%, também acima da meta estipulada pela campanha, que era de ao menos 90% dos públicos-alvo, segundo orientações da Organização Mundial da Saúde (OMS).

Segundo os dados divulgados pelo Plano Estadual de Imunização (PEI), dos 7,3 milhões de idosos vacinados, 3,93 milhões estão na faixa de 60 a 69 anos; 2,27 milhões entre 70 e 79; 924,9 mil de 80 a 85; e 207,3 mil acima de 90 anos.

Em números gerais, contemplando toda a população de São Paulo já foram aplicadas 57,97 milhões de doses – 35,91 de aplicações de primeira dose; 20,79 milhões de segunda dose e 1,15 milhão de dose única. Outras 111,6 mil doses de reforço também já foram aplicadas.

Leia Também:  Pesquisa indica queda da anemia em crianças de até 5 anos

Leia Também

Esses números representam que 61,7% das pessoas acima de 18 anos já estão com o esquema vacinal completo no estado.

Calendário da dose adicional avança

A vacinação com a 3ª dose para pessoas acima dos 60 anos começou no último dia 6, dividida por fases. Depois da população acima dos 90 anos, na segunda-feira, dia 13, será a vez dos adultos de 85 a 80 anos. Entre os dias 20 e 16, quem tem 80 a 84 anos terá que procurar o posto de saúde mais uma vez. Vale lembrar que a dose só será aplicada em quem já completou a vacinação há pelo menos seis meses.

Além de idosos, imunossuprimidos,  como pacientes em tratamento de hemodiálise, quimioterapia, Aids, transplantados, entre outras pessoas em alto grau de imunossupressão, também devem receber o reforço. Nesses casos, é preciso ter tomado a 2ª dose (ou dose única) há ao menos 28 dias.

Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SAÚDE

Covid-19: Guarulhos tem 120 mil pessoas com 2ª dose da vacina atrasada

Publicados

em


Um total de 120.637 pessoas em Guarulhos, município da região metropolitana de São Paulo, não tomaram a segunda dose da vacina contra a covid-19 após o prazo estabelecido, ou seja, elas estão com a vacinação em atraso.

A prefeitura alerta que a ausência da população pode acarretar no vencimento do prazo de validade das vacinas. Segundo dados do município, são 112.491 doses com data de vencimento entre 22 de outubro e 13 de novembro.

“Recebemos do estado as quantidades estabelecidas conforme a demanda, mas os imunizantes não têm um prazo de validade muito longo. À medida que as pessoas não aparecem para tomar a segunda dose ou atrasam demais, há o risco destas vacinas perderem a validade e, como consequência, a utilidade”, disse a diretora da Vigilância em Saúde, Valeska Aubin Zanetti Mion.

Conforme divulgou a prefeitura, até segunda-feira (18), 74.211 pessoas não tinham tomado a segunda dose do imunizante da Pfizer após o prazo estabelecido, além de 28.243 faltosos para a segunda dose da CoronaVac e 18.183 para a Astrazeneca.

Leia Também:  Covid-19: Em SP, idosos morreram mais na rede pública que na rede privada

Ainda segundo dados do município, Guarulhos aplicou até terça-feira (19) 1.886.559 doses de vacina contra covid-19, sendo 1.040.358 de primeira dose, 773,6 mil de segunda e 37.383 de dose única, além de 35.218 de reforço.

Em relação à população vacinável – acima de 12 anos -, estimada em 1.131.709 pessoas, o município informou que foram 95,3% imunizados com, pelos menos, uma dose e 71,6% completamente imunizados, ou seja, tomaram duas doses ou receberam vacina de dose única.

Edição: Aline Leal

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA