RONDONÓPOLIS

SAÚDE

OMS pede que países mantenham fronteiras abertas com a África

Publicados

em


source
OMS pede que fronteiras sigam abertas
Reprodução/ Melhores Destinos

OMS pede que fronteiras sigam abertas

A Organização Mundial da Saúde (OMS) divulgou um comunicado neste domingo (28) pedindo para que os países mantenham as fronteiras com a África abertas. De acordo com a entidade, “as restrições de viagens podem desempenhar um papel na redução leve da disseminação de Covid-19, mas representam um grande fardo para vidas e meios de subsistência”.

O órgão pediu para que, caso as restrições sejam aplicadas, elas “não devem ser desnecessariamente invasivas ou intrusivas, e devem ter base científica”. A OMS justificou que a variante ômicron do novo coronavírus já foi detectada em outros países, o que torna injusto o fechamento das fronteiras apenas com nações africanas. “A proibição de voos foi imposta aos países da África Austral, mas até agora apenas dois detectaram a nova variante. Enquanto isso, países em outras regiões relataram casos de Omicron”, diz o comunicado.

“Com a variante ômicron agora detectada em várias regiões do mundo, colocar em prática proibições de viagens que visam a África ataca a solidariedade global. A Covid-19 constantemente explora nossas divisões. Só tiraremos o melhor do vírus se trabalharmos juntos para encontrar soluções”, disse o Dr. Matshidiso Moeti, Diretor Regional da OMS para a África.

Além de pedir pela abertura das fronteiras, a OMS ainda elogiou “a velocidade e transparência dos governos da África do Sul e do Botswana em informar o mundo sobre a nova variante”. “A OMS está ao lado dos países africanos que tiveram a coragem de compartilhar corajosamente informações de saúde pública que salvam vidas, ajudando a proteger o mundo contra a disseminação da Covid-19”, disse Moeti.

Leia Também

A entidade afirmou que está pedindo para que os países aumentem os esforços em rastrear a variante ômicron, realizando mais testes. Também neste domingo, a OMS havia declarado que é possível que a nova variante aumente as chances de reinfecção por Covid-19 .

Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SAÚDE

Covid-19: RJ retoma calendário de vacinação infantil amanhã

Publicados

em


O município do Rio de Janeiro recebeu ontem (24) 100 mil doses da vacina CoronaVac contra a covid-19. Com isso, o calendário de vacinação das crianças poderá ser retomado a partir de amanhã (26).

A CoronaVac, fabricada no Brasil pelo Instituto Butantan, em parceria com o laboratório chinês Sinovac, foi aprovada na semana passada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) para a aplicação em crianças a partir dos 6 anos de idade. A fórmula e a dosagem pediátricas são as mesmas utilizadas nos adultos.

Hoje, ocorre a repescagem para as crianças de 11 anos e amanhã serão vacinadas meninas e meninos de 10 anos. Na quinta-feira (27), será a vez das crianças de 9 anos e na sexta-feira e no sábado podem ser levadas aos postos as de 8 anos.

A partir da próxima semana, volta o esquema de um dia para meninas, outro para meninos e o terceiro para a repescagem, em idade decrescente, terminando o cronograma no dia 9 de fevereiro com a repescagem para crianças a partir dos 5 anos de idade.

Crianças de 5 a 11 anos com deficiência ou comorbidades podem ser levada aos postos em qualquer dia, independente do calendário por idade.

Leia Também:  Governo acaba com restrição para quem vem de 6 países africanos

Pfizer

Um novo carregamento das vacinas pediátricas da Pfizer chegou ontem ao Brasil, com 1,8 milhões de doses. Segundo o Ministério da Saúde, com isso, o país chega a 4,3 milhões de doses pediátricas da fabricante norte-americana, que tem formulação e dosagem destinadas às crianças de 5 a 11 anos diferentes da aplicação dos adultos e adolescentes maiores de 12 anos.

O ministério estima que cerca de 100 mil crianças na faixa etária já tenham recebido a primeira dose da imunização contra a covid-19. O painel da Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro indica que na cidade já foram vacinadas 44 mil crianças de 5 a 11 anos.

Edição: Maria Claudia

Fonte: EBC Saúde

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA