SAÚDE

Brasil registra 497 mortes e 20,2 mil casos de Covid-19 por dia na última semana

Publicados

em


source
cemitério
Reprodução/ O Dia

Veja os dados da pandemia da Covid-19 no Brasil neste sábado (17)


Brasil registrou 24 mil casos de Covid-19 neste sábado (17), segundo levantamento do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass). O número de contaminações chegou a 5.224.362, sendo que 24.062 foram registradas nas últimas 24 horas. A média móvel da semana foi de 20.246 casos por dia


Também no último dia, o País registrou mais 461 mortes causadas pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2), fazendo o total subir para 153.675 óbitos. A média móvel da semana foi de 497 óbitos por dia.

A contagem de casos realizada pelas Secretarias Estaduais de Saúde inclui pessoas sintomáticas ou assintomáticas; ou seja, neste último caso são pessoas que foram ou estão infectadas, mas não apresentaram sintomas da doença.

Leia Também:  Tratamento dentário em crianças diminui até 89% na pandemia

O ranking de número de mortes segue liderado pelo estado de São Paulo, que tem 37.992 óbitos causados pela Covid-19 . O Rio de Janeiro continua em segundo lugar, com 19.715 mortes, seguido por Ceará (9.207), Pernambuco (8.480) e Minas Gerais (8.405).

Os estados que registram maior número de casos são:  São Paulo (1.062.634), Bahia (334.697), Minas Gerais (333.998), Rio de Janeiro (289.569) e o Ceará (264.245).

Desde o início de junho, o Conass divulga os números da pandemia da Covid-19 por conta de uma confusão com os dados do Ministério da Saúde . As informações dos secretários de saúde servem como base para a tabela oficial do governo, mas são publicadas cerca de uma hora antes.

O Brasil segue como o terceiro país do mundo em número de casos de Covid-19 e o segundo em mortes, atrás apenas dos Estados Unidos.



Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

SAÚDE

Itália aumenta restrição de horários de bares e restaurantes

Publicados

em


source
Itália
AFP

Após explosão de casos, Itália aprova novas restrições

Diante da segunda onda da Covid-19 na Europa, a itália endureceu medidas de combate à pandemia. No domingo, o país determinou que bares e restaurantes devem encerrar atividades às 18h, além de exigir que academias, cinemas e piscinas fechem as portas.

De acordo com o primeiro-ministro do país, Giuseppe Conte, as medidas buscam proteger a saúde pública e conter a ascenção da pandemia nas próximas semanas.

“Achamos que sofreremos um pouco este mês, mas ao cerrar os dentes com essas restrições, poderemos respirar novamente em dezembro”, disse em entrevista coletiva. Durante o primeiro pico da pandemia, a Itália foi um dos países europeus a sofrer maior impacto. Agora, o país busca evitar uma nova pressão no sistema de saúde.

Fonte: IG SAÚDE

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  "Nos solidarizamos", diz presidente da Anvisa sobre voluntário que faleceu
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA