RONDONÓPOLIS

PSF da Vila Mineira mudou-se temporariamente para a Igreja da Cáritas e está sendo reformada

Publicados

em


A unidade ESF – Estratégia da Saúde da Família da Vila Mineira localizada na Rua Paulo Fernando Barém, S/Nº, está sendo reformada e para isso os atendimentos no local foram transferidos, temporariamente para a sede da Igreja Católica do bairro (Cáritas Diocesana), enquanto acontece a reforma.

Conforme informações do fiscal de contrato da obra, engenheiro Bráulio Nunes Garcia Ferreira, a unidade já foi desocupada e levada para continuar os atendimentos no local temporário acima descrito.

Nessa obra que tem prazo de seis meses para a sua conclusão a prefeitura está investindo R$ 138.444,00 em recursos próprios do município que vão garantir construção de alvenaria e revestimentos; pintura (interna e externa); readequações nas instalações elétricas e hidrossanitárias, e troca de esquadrias entre outras.

Segundo o fiscal, essa reforma será mais simples, mas deixará a unidade novinha e mais acolhedora, não apenas para os servidores públicos que ali prestam serviços, mas sobretudo, para a comunidade que diariamente necessita dos atendimentos de saúde.

A Prefeitura tem feito a sua parte, e a comunidade reconhece o esforço empregado para proporcionar melhor qualidade de vida e cidadania a população de trabalhadores. 

Leia Também:  Secult entrega materiais para artistas plásticos selecionados pelo Edital da Lei Aldir Blanc

Toda a estrutura da rede pública municipal de saúde vem sendo recuperada, reformada, ampliada; e em alguns casos, construídas novas unidades, justamente para oferecer sempre, um serviço de saúde pública de melhor qualidade a sua população.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

RONDONÓPOLIS

Fundo Gestor de Habitação aprova criação do Auxílio Aluguel Social temporário

Publicados

em


A Prefeitura de Rondonópolis, por meio da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo (SMHU), não tem medido esforços para implantar ações que promovam o acesso à moradia digna, principalmente para a população de baixa renda. Com o objetivo de avançar ainda mais na sua política habitacional, o município reuniu nesta sexta-feira (17), na sala de reuniões do Palácio da Cidadania, o Conselho Gestor do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social (FNHIS).

Na ocasião, além de aprovar o seu regimento, o Conselho Gestor do FNHIS deliberou sobre a criação do Auxílio Aluguel Social, um benefício emergencial voltado para atender famílias de baixa renda que moram em condições precárias ou em área de risco.

Composto por representantes da Prefeitura, Câmara de Vereadores e da sociedade civil organizada, o Conselho Gestor do FNHIS de Rondonópolis é responsável pelo controle dos recursos destinados para habitação de interesse social, bem como garantir a transparência e avaliar a aplicação das verbas do Fundo Municipal, que é constituído por recursos federal, estadual, municipal, além de possíveis doações da iniciativa privada.

Leia Também:  Enfermeira de Rondonópolis é palestrante em webinar do Dia Mundial da Segurança do Paciente

“Estamos regulamentando o Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social e convocamos o seu Conselho Gestor para deliberar nesta reunião sobre ações voltadas para o fortalecimento da nossa política habitacional”, destacou Huani.

A secretária informou que o referido benefício será destinado exclusivamente para o pagamento emergencial e temporário de aluguel de imóvel residencial para aquelas famílias em vulnerabilidade social residentes em locais sem condições de habitabilidade ou em áreas onde há indicação de risco habitacional por enchentes ou desabamentos, por exemplo.

“Já estamos trabalhando para dar o ‘start’ no programa de benefício assistencial temporário de moradia para famílias de baixa renda da nossa cidade”, disse Huani, acrescentando que as famílias que serão beneficiadas fazem parte do cadastro habitacional do município e deverão seguir critérios e cumprir algumas obrigações para serem atendidas com o auxílio de aluguel social.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA