RONDONÓPOLIS

Prefeitura pretende transformar região do Parque Universitário com mutirão

Publicados

em


Uma reunião ampliada, realizada na manhã desta terça-feira (14), serviu para traçar diretrizes para o grande mutirão que a Prefeitura vai realizar em dez bairros localizados na região do Parque Universitário. O encontro, liderado pelo prefeito José Carlos do Pátio, contou com a presença de diversos secretários municipais, vereadores e servidores do município.

A atenção especial por parte do poder público para os moradores dessa localização se deve, segundo o prefeito, por se tratar da região mais vulnerável de Rondonópolis, em todos os sentidos. Por conta disso, o município pretende transformar os bairros com obras de infraestrutura e melhoramento das unidades de saúde e educação por exemplo, além de intensificar os serviços.

Os bairros Parque Universitário, Jardim das Paineiras, Residencial Oasis, Vila Olinda, Pedra 90, Rui Barbosa, Tancredo Neves, Ana Carla, Parque Rosa Bororo e o recém-criado Residencial Maria Amélia compõem a lista de beneficiários do mutirão. A expectativa da Prefeitura é que os trabalhos se intensifiquem nesses locais durante duas semanas.

Além dos serviços de engenharia, limpeza e urbanização de áreas verdes, que ficam mais à vista da população, o município vai trabalhar forte na busca ativa dos moradores para terem acesso aos programas sociais e serviços de assistência social e de saúde. O objetivo é que a população tenha um acesso efetivo a tudo que está sendo ofertado pelo município.

Leia Também:  Paraisópolis ganha parque municipal no dia em que celebra 100 anos

Para que o trabalho seja efetivo, será preciso esforço conjunto entre as Secretarias Municipais de Governo, Infraestrutura, Saúde, Habitação e Urbanismo, Educação, Promoção e Assistência Social, Esporte e Lazer, Meio Ambiente, Cultura, Planejamento, Transporte e Trânsito, além da Companhia de Desenvolvimento de Rondonópolis (Coder) e do Serviço de Saneamento Ambiental de Rondonópolis (Sanear).

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

RONDONÓPOLIS

Fundo Gestor de Habitação aprova criação do Auxílio Aluguel Social temporário

Publicados

em


A Prefeitura de Rondonópolis, por meio da Secretaria Municipal de Habitação e Urbanismo (SMHU), não tem medido esforços para implantar ações que promovam o acesso à moradia digna, principalmente para a população de baixa renda. Com o objetivo de avançar ainda mais na sua política habitacional, o município reuniu nesta sexta-feira (17), na sala de reuniões do Palácio da Cidadania, o Conselho Gestor do Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social (FNHIS).

Na ocasião, além de aprovar o seu regimento, o Conselho Gestor do FNHIS deliberou sobre a criação do Auxílio Aluguel Social, um benefício emergencial voltado para atender famílias de baixa renda que moram em condições precárias ou em área de risco.

Composto por representantes da Prefeitura, Câmara de Vereadores e da sociedade civil organizada, o Conselho Gestor do FNHIS de Rondonópolis é responsável pelo controle dos recursos destinados para habitação de interesse social, bem como garantir a transparência e avaliar a aplicação das verbas do Fundo Municipal, que é constituído por recursos federal, estadual, municipal, além de possíveis doações da iniciativa privada.

Leia Também:  Enfermeira de Rondonópolis é palestrante em webinar do Dia Mundial da Segurança do Paciente

“Estamos regulamentando o Fundo Municipal de Habitação de Interesse Social e convocamos o seu Conselho Gestor para deliberar nesta reunião sobre ações voltadas para o fortalecimento da nossa política habitacional”, destacou Huani.

A secretária informou que o referido benefício será destinado exclusivamente para o pagamento emergencial e temporário de aluguel de imóvel residencial para aquelas famílias em vulnerabilidade social residentes em locais sem condições de habitabilidade ou em áreas onde há indicação de risco habitacional por enchentes ou desabamentos, por exemplo.

“Já estamos trabalhando para dar o ‘start’ no programa de benefício assistencial temporário de moradia para famílias de baixa renda da nossa cidade”, disse Huani, acrescentando que as famílias que serão beneficiadas fazem parte do cadastro habitacional do município e deverão seguir critérios e cumprir algumas obrigações para serem atendidas com o auxílio de aluguel social.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA