POLÍTICA RONDONÓPOLIS

PESQUISA FAJUTA; A JUSTIÇA ELEITORAL REJEITA PESQUISA ENGANADORA REALIZADA EM RONDONÓPOLIS  

Publicados

em

 

PESQUISA FAJUTA;

 

A JUSTIÇA ELEITORAL REJEITA PESQUISA ENGANADORA REALIZADA EM RONDONÓPOLIS

 

 “Essa pesquisa alienatória aqui não tem vez, foi impedida em bom tempo pela Justiça Eleitoral. Estamos mais uma vez diante das ações antiéticas dos nossos adversários, que estão fazendo uma campanha rasteira tentando sufocar as vozes verdadeiras da nossa população, e tentando assim nos humilhar.” Comentou Ubaldo Barros candidato a prefeito de Rondonópolis pelo CIDADANIA.

 

A famigerada pesquisa foi realizada pelo Instituto Viva Voz de Minas Gerais e posteriormente suspensa pela Dra. Milene Meritíssima Juíza da 46ª. Zona Eleitoral em Rondonópolis. A tal pesquisa enganadora causou mal estar nas lideranças dos demais partidos concorrentes neste pleito de 2020 a prefeitura de Rondonópolis. O partido CIDADANIA com Ubaldo Barros atendeu as vozes dos correligionários, simpatizantes e até mesmo vereadores do partido que protestaram veementemente contra a pesquisa combatendo firme essa escória.

O evento pesquisa teve um grande número de pessoas indignadas com o que viram, e prestaram a sua ação solidária ao CIDADANIA de Ubaldo Barros candidato a prefeito de Rondonópolis.

Leia Também:  Dois homens são presos em flagrante por tráfico de drogas; um era foragido da Justiça

Na verdade esse fato teve uma grande repercussão  pessoas de vários segmentos da sociedade rondonopolitana que se declararam indignadas com o que viram. Ubaldo Barros destaca que a  decisão da Justiça Eleitoral foi sábia e assim tranquilizou os partidos que se sentiram prejudicados.

 

Da Editoria.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA RONDONÓPOLIS

ILEGAL E IMORAL,DESESPERO  DE CANDIDATO  PROMOVE POLUIÇÃO NOS ESPAÇOS PUBLICOS 

Publicados

em

Hoje uma das principal avenida (Avenida dos Estudantes) de Rondonópolis, amanheceu totalmente poluída com bandeiras enterradas, alem de imoral e ilegal a coligação do atual prefeito Zé Carlos do Pátio continua descumprido as leis, sendo as leis ‘’ Ambiental e Eleitoral

PROPAGANDA ELEITORAL

 

ILEGAL E IMORAL,DESESPERO  DE CANDIDATO  PROMOVE POLUIÇÃO NOS ESPAÇOS PUBLICOS 

  

 

Hoje uma das principal avenida (Avenida dos Estudantes) de Rondonópolis, amanheceu totalmente poluída com bandeiras enterradas, alem de imoral e ilegal a coligação do atual prefeito Zé Carlos do Pátio continua descumprido as leis, sendo as leis ‘’ Ambiental e Eleitoral” no dia 17 de outubro foi no principal  marcos históricos de Rondonópolis a Praça dos Carreiros,  toda remodelada e revitalizada, está sendo palco de intensa poluição eleitoral com bandeiras, faixas e cartazes do candidato Zé Carlos do Pátio e suas coligações. Até no último sábado a dita praça estava limpa, mas a situação mudou repentinamente no domingo, o panorama  visual do local, ficou infestado de propaganda eleitoral dia em que muitas famílias vão a praça para levar os filhos, passear e tirar fotos.

A lei não está sendo cumprida pela coligação de Pátio;

O Tribunal Superior Eleitoral TSE proíbe a propaganda eleitoral nos bens públicos, nos bens cuja utilização dependa de cessão ou permissão do Poder Público, ou seja, nos bens de uso comum da população  em conformidade respaldados Lei  9.504/97, art. 37. Para fins eleitorais, são bens de uso comum todos os bens públicos de uso do povo e também aqueles a que a população em geral tem acesso, tais como estradas, praças, postes de iluminação pública e sinalização de tráfego, viadutos, passarelas, pontes, , paradas de ônibus, cinemas, clubes, lojas, centros comerciais, templos religiosos, ginásios, estádios, bancas de revista,  ainda que de propriedade privada, embasadas na Lei 9.504/97 parágrafo 4º.

Leia Também:  Após briga em bar, foragido da Justiça tem prisão cumprida em Confresa

 

O TSE também afirma que é proibido propaganda nas árvores e nos jardins localizados em áreas públicas. É preciso respeitar as Leis, mas o poder público tem dado um péssimo exemplo para a sociedade, podemos dizer que essa atitude da coligação de Pátio no poder econômico, ou seja, os seus organizadores devem estar pensando; “Se houver alguma multa nós vamos lá e pagamos o que é que tem?”

 

É um grande desrespeito para com a população que está atenta e observando esse vale tudo na campanha política.

Da redação

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA