POLÍTICA NACIONAL

Rainha Elizabeth II recebe presidente Joe Biden e a primeira-dama americana

Publicados

em


source
Rainha Elizabeth II recebeu o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden e a primeira-dama, Jill, no Castelo de Winsdor
POOL/AFP

Rainha Elizabeth II recebeu o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden e a primeira-dama, Jill, no Castelo de Winsdor

Neste domingo (13), o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e a primeira-dama, Jill Biden, foram recebidos pela Rainha Elizabeth II, no Castelo de Windsor. Nos últimos três dias, o líder norte-americano  participou de uma reunião do G7 na Cornualha, no sudoeste da Inglaterra. 

De acordo com o cronograma, os três tomaram chá e conversaram por cerca de 40 minutos antes dos Bidens partirem do Reino Unido para Bruxelas, a próxima etapa de sua turnê europeia de oito dias.

O encontro com Joe Biden aconteceu um dia depois da comemoração oficial do aniversário de Elizabeth, muito limitado este ano devido à pandemia.

Desde o março do ano passado, a rainha realizou a maioria de suas reuniões virtualmente, incluindo audiências com embaixadores estrangeiros. Vacinada com a segunda dose da vacina contra o coronavírus no fim de março deste ano, a monarca de 95 anos vive retirada no castelo de Winsdor desde o início da pandemia.

Leia Também:  "Preciso salvar o governo", disse Bolsonaro sobre escolher Ciro Nogueira

Você viu?

Na sexta-feira (11), líderes participantes da cúpula do G7 foram recebidos na região inglesa da Cornualha, pela rainha, seu filho Charles, herdeiro do trono, e outros membros da família real. 

Essa foi uma de suas primeiras aparições públicas após o funeral de seu marido, o príncipe Philip, em abril e seu compromisso mais importante desde a abertura da sessão parlamentar em Londres em 11 de maio.

Durante os 69 anos de seu reinado, a rainha britânica se reuniu com todos os presidentes americanos, exceto Lyndon B. Johnson (1963-1969).

Donald Trump fez uma visita de Estado polêmica ao Reino Unido em junho de 2019 e foi recebido por Elizabeth II no Palácio de Buckingham.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Receita Federal aponta movimentação financeira suspeita de Ciro Nogueira

Publicados

em


source
Senador Ciro Nogueira (PP-PI) aceitou o convite de Bolsonaro para ser o ministro da Casa Civil
Agência Brasil

Senador Ciro Nogueira (PP-PI) aceitou o convite de Bolsonaro para ser o ministro da Casa Civil

Escolhido para ser o  novo ministro da Casa Civil, o senador Ciro Nogueira (PP-PI) é alvo de cobranças da Receita Federal que somam R$ 17 milhões, segundo documento que consta de um dos inquéritos envolvendo o parlamentar. Os autos de infração que apontam os débitos foram lavrados nos anos de 2017 e 2018. Um deles se refere ao suposto pagamento de propina de R$ 6,4 milhões pelas empresas JBS e UTC, sob investigação no Supremo Tribunal Federal (STF). Os auditores fiscais sustentam que houve omissão dos rendimentos e cobram o recolhimento dos impostos correspondentes aos cofres públicos. O outro caso está relacionado a transações financeiras envolvendo diversas empresas do senador que não foram devidamente declaradas, segundo o Fisco.

O senador contesta as multas em procedimentos, ainda não julgados, apresentados ao Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf). Procurado ontem, Nogueira não se manifestou. Alvo de investigações da Lava-Jato sobre o suposto recebimento de propina, Nogueira sempre negou ter cometido qualquer crime.

Encaminhados em agosto de 2018 à Procuradoria-Geral da República (PGR) e à Polícia Federal, os autos de infração embasaram ações de busca e apreensão, em 2019, em endereços ligados ao senador. Ao analisar as contas bancárias de Nogueira e suas empresas, o Fisco apontou, em relatório, ter encontrado uma série de depósitos em espécie sem a identificação da origem dos recursos e pagamentos de despesas com dinheiro vivo.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA