POLÍTICA NACIONAL

“Não é mais barato investir na cura do que na vacina?” diz Bolsonaro

Publicados

em


source
Jair Bolsonaro
Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro (sem partido)

presidente Jair Bolsonaro (sem partido) questionou nesta segunda-feira (26) se não é mais interessante apostar na cura da Covid-19 e não na vacina contra a doença. Na visão do chefe do Executivo, a produção de imunizações pode levar cerca de quatro anos para ficar pronta.

“Agora, pelo que tudo indica, né, todo mundo diz que a vacina que menos demorou foram quatro anos. Eu não sei porque correr em cima dessa. Eu dou minha opinião pessoal. Não é mais barato ou mais fácil investir na cura do que até na vacina? Ou jogar nas duas, mas também não esquecer da cura”, disse aos apoiadores que estavam no Palácio da Alvorada.

Leia Também:  Davi e Bolsonaro acompanham trabalho de restabelecimento de energia no Amapá

Bolsonaro voltou a defender o uso da hidroxicloroquina para o tratamento do novo coronavírus. O medicamento não tem eficácia comprovada e não é recomendando pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

“A cura, eu, por exemplo, sou testemunha. Eu tomei a hidroxicloroquina , outros tomaram ivermectina, outros tomaram Annita e deu certo. Pelo que tudo indica, todo mundo que tratou precocemente com uma dessas três opções foi curado”, afirmou o presidente.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Paes e Crivella intensificam ataques na reta final do 2º turno

Publicados

em


source
Campanha de Eduardo Paes acusa Crivella de espalhar fake news
Reprodução

Campanha de Eduardo Paes acusa Crivella de espalhar fake news

Mesmo em uma campanha que pesquisas de intenção de voto apontam não ser das mais acirradas, com larga vantagem para o primeiro colocado, o segundo turno da disputa pela prefeitura do Rio vem sendo marcado por ataques, seja por meio de declarações, panfletos, em debates ou no horário eleitoral .

O acirramento chegou também ao Tribunal Regional Eleitoral do Rio (TRE-RJ): o candidato do DEM, Eduardo Paes , já moveu 53 ações contra o prefeito Marcelo Crivella (Republicanos), que postula a reeleição; o atual ocupante do cargo, por sua vez, acionou o adversário judicialmente 38 vezes.

No ápice do confronto, Crivella fez uma falsa acusação ao afirmar que Paes, se eleito, entregaria a Secretaria de Educação para o PSOL, o que, nas palavras dele, incentivaria a pedofilia nas escolas.

Leia Também:  Espanha iniciará programa de vacinação em janeiro

Um material distribuído nas ruas vincula o ex-prefeito ao aborto, à legalização das drogas e à distribuição de um ” kit gay ” nas escolas.

Na Justiça Eleitoral, Paes afirma que a propaganda é “sabidamente inverídica e difamatória” e tem o objetivo de “ludibriar os eleitores” — o ex-prefeito também foi às redes sociais contestar a divulgação.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA