RONDONÓPOLIS

POLÍTICA NACIONAL

Lasier Martins destaca filiação de Sergio Moro ao Podemos

Publicados

em


Em pronunciamento nesta quarta-feira (10), o senador Lasier Martins (Podemos-RS) celebrou a filiação do ex-magistrado e ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, ao Podemos. O evento aconteceu pela manhã, em Brasília. Lasier elogiou o discurso de Moro ao filiar-se ao partido e defendeu sua candidatura à Presidência da República.

— Em sua fala, Moro não disse em momento algum que é candidato, mas colocou seu nome a disposição do partido. Pelo rumo de suas palavras, não deixou dúvidas de que ele está com muita disposição e vontade de concorrer a Presidência da República — disse o senador.

Lasier afirmou que Moro se notabilizou como magistrado por sua coragem “ao fazer o que que nenhum juiz havia feito”, condenando grandes empresários e políticos. Ele destacou que a Operação Lava Jato, que teve Moro como juiz, conseguiu trazer de volta R$ 4 bilhões que haviam sido desviados do Brasil, além de R$ 10 bilhões que ainda estariam por voltar ao Brasil. 

— Depois de todo o trabalho pioneiro na Lava Jato, Moro passou a ser difamado de maneira injusta, com pouca defesa. Resolveu entrar na política para não só defender o seu nome, mas para defender o Brasil de desvios de recursos — declarou.

Leia Também:  Membros do MBL migram para o Podemos, partido de Sergio Moro

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Proposta acaba com a obrigatoriedade de prova de vida para beneficiários do INSS

Publicados

em


Cleia Viana/Câmara dos Deputados
Audiência Pública -Cédulas Físicas para eleições, plebiscitos e referendos. Dep. Pompeo de MattosPDT - RS
Pompeo de Mattos: maior vulnerabilidade de saúde dos idosos justifica a medida

O Projeto de Lei 2696/21 acaba com a obrigatoriedade de o beneficiário do INSS fazer a comprovação de vida junto ao órgão. A proposta altera a Lei Orgânica da Seguridade Social e está em discussão na Câmara dos Deputados.

O deputado Pompeo de Mattos (PDT-RS), autor do projeto de lei, lembra que o INSS já tem acesso aos dados dos cidadãos, em especial aos dos cartórios de registro civil, e das limitações de locomoção e de acesso das pessoas idosas.

“Diminuir as ações burocráticas, como a comprovação de vida, parece atitude mais prudente se consideramos inclusive a maior vulnerabilidade de saúde dessas pessoas, na grande maioria idosos”, disse.

Segundo o deputado, não é exagero dizer que a prova de vida é um drama para grande parte dos beneficiários da Previdência e dos regimes próprios de previdência. E lembrou que a legislação definiu que cabe às instituições bancárias fazer essa comprovação de vida.

Leia Também:  Após publicação da LOA, Nininho destaca as conquistas de Mato Grosso

“Quando precisam fazer a comprovação de vida, os idosos são submetidos a longas filas, aglomerações, gente sem máscara, riscos de contrair o novo coronavírus, pedintes e golpistas em portarias das agências financeiras, considerando que a grande maioria de aposentados no Brasil são pessoas simples sem acesso expressivo às tecnologias de aplicativos de internet”, resumiu Pompeo de Mattos.

Tramitação
O projeto será analisado, em caráter conclusivo, pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Da Redação – RS

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA