POLÍTICA NACIONAL

Juristas entregam à CPI parecer com indicação de sete crimes de Bolsonaro na pandemia

Publicados

em


A CPI da Pandemia recebeu nesta quarta-feira (15) um parecer de juristas apontando sete crimes cometidos pelo presidente da República, Jair Bolsonaro, na pandemia, incluindo crimes de responsabilidade e contra a humanidade. Segundo o senador Alessandro Vieira (Cidadania-SE), o documento embasará pedido de impeachment e uma ação no Tribunal Penal Internacional. Já o senador Marcos Rogério (DEM-RO) disse que não há provas contra Bolsonaro e o relatório da CPI  uma “antecipação das eleições”. O senador Renan Calheiros (MDB-AL) prometeu apresentar o seu relatório nos últimos dias de setembro.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Charlatanismo a crime contra a humanidade: Bolsonaro cometeu 10 delitos, diz CPI
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Paim: falta ao Executivo uma política econômica capaz de promover o crescimento

Publicados

em


Em pronunciamento, nesta quarta-feira (20), o senador Paulo Paim (PT-RS) disse que o Brasil atravessa uma crise econômica grave devido à alta da inflação. Ele ressaltou que o acumulado de janeiro de 2019 até 2021 é de 16,54% e que, só neste mês de setembro, a inflação bateu recorde de alta, chegando a 1,16%, a maior dos últimos 27 anos.

— Os grupos de produtos e serviços pesquisados tiveram alta contundente em setembro: habitação, transporte, alimentação, bebidas, combustíveis, passagens aéreas. No acumulado deste ano, até setembro, o preço da gasolina avançou 39,6%; o botijão de gás, 34,67%; o litro da gasolina custa R$7,00. Há regiões do País em que estão vendendo botijão de gás a mais de R$ 120,00 — afirmou.

Paim enfatizou faltar ao governo federal uma política econômica capaz de promover um crescimento e um desenvolvimento econômico e social no País que garanta a inclusão social. Segundo o senador, todos estão assistindo ao avanço desenfreado do desemprego, da fome, da pobreza e da miséria, que não param de crescer e que afetam diretamente milhões de brasileiros.  

Leia Também:  Ministro contraria Bolsonaro e diz que manterá conta de luz mais cara até abril

— Quero insistir que temos que regulamentar de forma definitiva a Renda Básica Universal de Cidadania. O País precisa retomar a política nacional de valorização do salário mínimo; temos que fortalecer o Bolsa Família. O Brasil precisa de ações imediatas. Os programas sociais não podem ser tratados como gastos públicos; eles são políticas humanitárias — declarou.

Agência Senado (Reprodução autorizada mediante citação da Agência Senado)

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA