POLÍTICA NACIONAL

Governo Doria mantém multas de Bolsonaro por falta de máscara

Publicados

em


source
João Doria, governador de São Paulo
Reprodução/Governo de São Paulo

João Doria, governador de São Paulo

governo do estado de São Paulo rejeitou um recurso apresentado pela defesa do presidente Jair Bolsonaro (sem partido), que questionava uma multa aplicada a ele por não usar máscara no território paulista durante a motociata que realizou em 12 de junho. A multa de Bolsonaro é de R$ 552,71.

A defesa de Bolsonaro alegou que o auto de infração não estava preenchido corretamente pelo autoridade da Vigilância Sanitária. Entretanto, o governo de São Paulo verificou o documento e concluiu que o preenchimento estava correto, seguindo as normas do Código Sanitário. A multa deve ser emitida nesta semana para o presidente.

A defesa ainda tem mais dez dias para entrar com novo recurso. Caso negado novamente, Bolsonaro terá que pagar a multa ou correrá o risco de ter o nome incluído na dívida ativa de SP e no Serasa.

Leia Também:  Doria critica governo Bolsonaro e quer Cinemateca administrada por São Paulo

Duas semanas depois da motociata na capital paulista, Bolsonaro foi multado novamente no estado, em outro evento realizado em Sorocaba, quando voltou a aparecer sem máscara.

– Com informações da colunista Bela Megale, de O Globo.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Doria critica governo Bolsonaro e quer Cinemateca administrada por São Paulo

Publicados

em


source
João Doria, governador de São Paulo
Reprodução/Governo de São Paulo

João Doria, governador de São Paulo

O governador de São Paulo, João Doria, aproveitou a inauguração do Museu da Língua Portuguesa , neste sábado (31), para anunciar que vai solicitar ao Ministério do Turismo que a Cinemateca Brasileira seja administrada conjuntamente pelo governo e pela prefeitura de São Paulo.

Na segunda-feira (2), o secretário estadual de cultura Sérgio Sá Leitão deve encaminhar a proposta ao governo federal. Na última quinta-feira (29), um incêndio destruiu um galpão da Cinemateca , na Zona Oeste de São Paulo.

“Nós podemos cuidar de tudo, financiar a recuperação da Cinemateca, garantir a sua operacionalidade e, principalmente os seus valores e a memória cinematográfica brasileira”, afirma. “Temos, aqui, a experiência real de ter vivido uma situação trágica, o incêndio que consumiu um interior deste museu. Fizemos a recuperação com o apoio do setor privado e agora, também com o setor privado, faremos a gestão”.

Você viu?

Segundo Doria e o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes, também presente na cerimônia, a Cinemateca sob gestão paulista era o sonho de Bruno Covas, prefeito da capital falecido em maio.

“A Cinemateca já deveria há muito tempo ter sido transferida para a gestão do município ou do Estado. Dada a circunstância (do incêndio), se justifica ainda mais. A Cinemateca está aqui, é um teste público e cultural muito presente na vida da cidade e do Estado se São Paulo, embora ela atenda todo o país. Aqui, eu posso assegurar, nós cuidamos melhor da cultura do que o governo federal” diz Doria.

Nunes afirmou ainda ter solicitado à Defesa Civil que fizesse vistorias no galpão incendiado e na sede da Cinemateca, na Zona Sul da cidade.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA