RONDONÓPOLIS

POLÍTICA NACIONAL

Deltan Dallagnol faz promoção ‘black friday’ de curso e vira alvo de piadas

Publicados

em


source
Deltan Dallagnol foi chefe da força-tarefa da Operação Lava Jato no MP
Fabio Rodrigues Pozzebom

Deltan Dallagnol foi chefe da força-tarefa da Operação Lava Jato no MP

Após deixar o Ministério Público Federal (MPF), o ex-procurador Deltan Dallagnol aproveitou a Black Friday para anunciar uma promoção do seu primeiro curso online de combate à corrupção. A oferta para atrair novos alunos tem sido alvo de brincadeira nas redes sociais, neste fim de semana.

O ex-coordenador da Lava-Jato em Curitiba está oferecendo descontos de R$ 100, prometendo livros autografados, aulas ao vivo e eventos com o também ex-procurador da Carlos Fernando e a ainda procuradora Thamea Danelon. O anúncio da promoção não foi divulgado nas redes, mas é possível encontrar o link da venda do curso na biografia do Instagram.


“Juro que eu pensei que o black friday do @deltanmd fosse meme. Mas não é… imagina os power point que terão nesse curso! Já começa a carreira fora do MP com gostinho de fim de linha”, escreveu um internauta no twitter.

Leia Também:  Embrapa promove curso on-line sobre Produção Integrada de Oliveira

“Deltan dá 100 reais de desconto em curso de Powerpoint; para usufruir do benefício basta inserir o código LULA2022 no local indicado”, escreveu outro seguidor.

Leia Também

Leia Também

“Deltan vendendo curso de PowerPoint na MicroLins agora?”, brincou outro.

Leia Também

Ele pediu exoneração do MPF no início do mês. “Após mais de 18 anos de trabalho em amor ao próximo, estou saindo do Ministério Público e queria contar a você o porquê. Minha vontade é fazer mais, fazer melhor e fazer diferente diante do desmonte do combate à corrupção que está acontecendo”, escreveu no Twitter.

Em um vídeo publicado no YouTube, Dallagnol disse apenas que, fora do MPF, vai poder avaliar com mais liberdade o caminho a seguir e o que poderá fazer em defesa das teses em que acredita, como o fim da impunidade e de leis que dificultam o combate à corrupção.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Projeto garante aplicação de nova tabela de pontos a motoristas com CNH suspensa

Publicados

em


Marina Ramos/Câmara dos Deputados
Deputado Coronel Tadeu discursa no Plenário da Câmara. Ele é grisalho, usa um terno cinza escuro e atrás dele há uma bandeira do Brasil
Coronel Tadeu quer que motoristas com a carteira suspensa sejam beneficiados pela nova tabela de pontos

O Projeto de Lei 2654/21 assegura a motoristas que tiveram a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) suspensa antes da entrada em vigor da Lei 14.071/20 o direito de ter a penalidade revista. O projeto tramita na Câmara dos Deputados.

Na prática, a proposta beneficia condutores com a CNH suspensa por acumularem 20 pontos em infrações de trânsito.

A Lei 14.071/20, que recentemente alterou o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), determina que a suspensão do direito de dirigir é aplicada apenas quando o condutor acumula, dentro do período de 12 meses:
– 20 pontos e tem duas ou mais infrações gravíssimas;
– 30 pontos e possui apenas uma infração gravíssima; ou
– 40 pontos, mesmo sem nenhuma infração gravíssima.

Antes da mudança, a suspensão ocorria com 20 pontos, independentemente do tipo de infração.

Autor da proposta, o deputado Coronel Tadeu (PSL-SP) argumenta que a nova lei estabeleceu uma tabela de pontuação menos rigorosa com condutores que cometem poucas infrações gravíssimas.

Leia Também:  Embrapa promove curso on-line sobre Produção Integrada de Oliveira

“Estamos aqui propondo que essas suspensões sejam revistas de modo a tornar mais justa a imposição de penalidades já efetuadas, equiparando-as assim à nova modalidade de pontuação”, disse.

Tramitação
O projeto será analisado, em caráter conclusivo, pelas comissões de Viação e Transportes; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Reportagem – Murilo Souza
Edição – Natalia Doederlein

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA