POLÍTICA NACIONAL

Comissão debate crise na Fundação Palmares

Publicados

em


Elineudo Meira / @fotografia.75
Direitos Humanos - geral - negros - Ato do movimento “Coalizão Negra” por direito ao auxílio emergencial e vacina para todos
Comissão que discutir papel da Fundação nas políticas públicas voltadas ao povo negro

A Comissão de Cultura da Câmara dos Deputados debate nesta segunda-feira (7) a crise institucional da Fundação Cultural Palmares.

A audiência pública será realizada no plenário 12, às 14 horas.

Foram convidados, entre outros, o presidente da Fundação Cultural Palmares, Sérgio Nascimento de Camargo; e o ex-presidente da Fundação entre 2013 e 2015, José Hilton Santos Almeida.

A deputada Benedita da Silva (PT-RJ), uma das autoras do pedido de audiência,  disse que o atual presidente da instituição promove ações de uma cultura negacionista e ideológica, alterando fatos e desqualificando personalidades que remontam e contam a história de luta e sofrimento do povo negro.

“O cenário na Fundação Cultural Palmares é de crise, que se confirma com a demissão coletiva dos diretores da instituição, ocorrida no início de março de 2021. Diante dos atos que afetam diretamente as políticas públicas voltadas para a promoção e preservações da cultura e valores sociais, colocando em risco toda a luta e conquistas do povo negro, propomos este debate para os devidos esclarecimentos a sociedade brasileira e o papel efetivo da instituição Palmares”, observou a deputada no requerimento em pede a realização do debate.

Leia Também:  Projeto elimina necessidade de registro em cartório de compra e venda de embarcações

Da Redação – RS

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Volta à Câmara projeto que pune divulgação de infrações no trânsito em redes sociais

Publicados

em


O PL 130/2020, projeto de lei que pune a divulgação em redes sociais — assim como em qualquer meio digital, eletrônico ou impresso — de infração que coloque em risco a segurança no trânsito, como é o caso de vídeos de “rachas” ou manobras de carro arriscadas, foi aprovado pelo Senado nesta quarta-feira (20). O texto teve origem na Câmara dos Deputados, para onde voltará para nova análise, já que foi alterado pelos senadores.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Comissão debate possível crise na produção de insumos para a próxima safra
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA