POLÍTICA NACIONAL

Comissão da Mulher elege agraciadas com Diploma Carlota Pereira de Queirós

Publicados

em


Carlota Queiroz
Carlota Pereira de Queirós foi a primeira deputada federal do Brasil

A Comissão de Defesa dos Direitos da Mulher se reúne nesta quinta-feira (16), às 9 horas, para a eleição das cinco agraciadas com o Diploma Carlota Pereira de Queirós – edição 2021. A reunião será realizada no plenário 14.

O Diploma Mulher-Cidadã Carlota Pereira de Queirós homenageia mulheres que tenham contribuído, no País, para o pleno exercício da cidadania, na defesa dos direitos da mulher e em questões de gênero.

Carlota Pereira de Queirós era médica e foi a primeira deputada federal eleita no Brasil, em 1933, em São Paulo, para integrar a Assembleia Nacional Constituinte.

Clique aqui para conhecer as indicadas a esta edição e as agraciadas nas edições anteriores. Você ainda poderá ler a história e biografia de Carlota e outras várias informações e legislação relacionada ao tema.

A reunião será transmitida ao vivo e pode ser acessada pela página da comissão.

Baixe o Caderno de Votação da edição atual, em que estão informações sobre as candidatas, incluindo seu trabalho e trajetória.

Leia Também:  Lira reage à derrota em votação de PEC: 'Jogo só termina quando acaba'

Da Redação – AC

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA NACIONAL

Bolsonaro em Haia reflete desgaste do governo, mas há dificuldade em condenação

Publicados

em


source
Presidente Jair Bolsonaro
Marcelo Camargo/ Agência Brasil

Presidente Jair Bolsonaro

O plano da CPI da Covid de denunciar o  presidente Jair Bolsonaro (sem partido) no Tribunal Penal Internacional (TPI), em Haia, na Holanda, por crime contra a humanidade, deve aumentar o desgaste político do presidente, mas a chance de resultar em punição de fato é considerada pequena.

Um eventual processo, segundo especialistas ouvidos pelo Globo, pode levar de cinco a 15 anos. Outra dificuldade é que o histórico de julgamentos da corte está mais focado em situações que envolvem conflito armado e ataques violentos contra a população civil, principalmente no continente africano.


Leia Também

A avaliação, porém, é que, embora a CPI tenha desistido de pedir o indiciamento de Bolsonaro por genocídio de indígenas, a denúncia contra ele em Haia pode fortalecer acusação já feita nesse sentido, naquele tribunal, e que está em fase de avaliação preliminar.

Leia Também:  Comissão promove debate sobre o tratamento da amiloidose no Brasil

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA