RONDONÓPOLIS

POLÍTICA MT

Xuxu Dal Molin quer delegacia especializada para reduzir violência contra mulheres em cidade do interior

Publicados

em


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

O município de Juína, distante 740 quilômetros de Cuiabá, poderá ser contemplado com a implantação de sua primeira Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM). 

A solicitação para reforçar as ações desenvolvidas pela Polícia Judiciária Civil foi formalizada pelo deputado estadual Xuxu Dal Molin (PSC), por meio da Indicação nº 8090/2021.

 No documento, encaminhado ao governador Mauro Mendes (DEM), com cópia ao secretário de Estado de Segurança Pública (Sesp), Alexandre Bustamante, o parlamentar cita os resultados positivos alcançados por municípios que já dispõem de delegacias especializadas no atendimento do público feminino.

“Esta unidade policial realiza ações de prevenção, proteção e investigação dos crimes de violência doméstica e sexual contra mulheres, entre outros públicos em situação de vulnerabilidade”, justifica Dal Molin.

O deputado aponta outras vantagens como: a preservação da identidade das vítimas que muitas vezes ficam expostas no momento de registrar boletins de ocorrência, ao requerer medidas protetivas ou, ainda, durante a coleta de depoimentos pela autoridade policial.

Leia Também:  Dr. Eugênio alerta Estado sobre importância de tratamento contra a hanseníase

Isso porque, o atendimento em delegacias convencionais é realizado de forma coletiva, ou seja, sem qualquer procedimento de triagem das vítimas.

“Não é incomum vermos vítimas de violência doméstica tomadas por hematomas e outros ferimentos. Esse tipo de crime covarde não é apenas físico, mas também emocional. Imagine como é difícil para uma mulher buscar ajuda nessas condições? Pior ainda, imagine ela tendo que dividir um espaço minúsculo com outra dezenas de pessoas, incluindo criminosos de alta periculosidade”, observa Dal Molin ao complementar que “o Estado tem o dever moral de resguardar essas vítimas e a obrigação constitucional de punir seus respectivos agressores”.

Dados – Segundo levantamento da Superintendência do Observatório de Segurança Pública, órgão vinculado à Sesp, somente no primeiro semestre deste ano 47 mulheres foram assassinadas em Mato Grosso.

Deste total, 23 mortes foram apontadas como feminicídio cuja tipificação foi instituída no Brasil pela Lei nº 13.104/2015.

O relatório apontou ainda que 38% das vítimas morreu por meio do uso de arma cortante ou perfurante; 21% com arma de fogo; 21% com outros meios; 9% com arma contundente; 9% por força muscular e 2% por emprego de veículos.

Leia Também:  Ulysses Moraes encerra 2021 com uma economia superior a R$ 5,1 milhões do seu mandato

Neste mesmo período ainda foram registradas 8,5 mil ocorrências por ameaça contra mulheres; 4,2 mil por lesão corporal e 2,8 mil por injúria e difamação.

 “Os números demonstram o elevado grau de risco para o público feminino. Precisamos dar uma resposta enérgica e extirpar esse crime covarde de nossa sociedade”, finaliza o deputado que, em março deste ano, destinou emenda para a aquisição de equipamentos tecnológicos para gravação em áudio e vídeo de depoimentos prestados por vítimas de violência doméstica.

Os recursos contemplaram as delegacias de Polícia Civil dos municípios de Sorriso, Lucas do Rio Verde, Sinop, Alta Floresta, Cáceres e Rondonópolis.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MT

Wilson Santos articula junto ao governo reforma do hospital de Rosário Oeste

Publicados

em


Foto: ROBSON FRAGA / ASSESSORIA DE GABINETE

O deputado Wilson Santos (PSDB) intermediou reunião entre o governador Mauro Mendes (DEM) e o prefeito de Rosário Oeste (103,7 km de Cuiabá), Alex Berto (Solidariedade). O saldo do encontro, realizado no dia 11 de janeiro, foi a garantia de repasses estaduais para a reforma do hospital municipal.

A unidade atende pacientes de toda a região Oeste do estado e até da capital, na baixa e média complexidade. São exames, consultas eletivas e até cirurgias.

“Este hospital estava praticamente parado, mas a boa gestão do prefeito Alex o colocou em plena atividade. É a prova de que com trabalho e saneamento das contas públicas é possível fazer mais e melhor. A ajuda do estado dará um sobressalto na saúde pública de Rosário”, disse Wilson Santos

Para receber os recursos, a prefeitura precisa apresentar um projeto de reforma da unidade.

“Fizemos um compromisso de que a prefeitura vai trazer um projeto para melhorar a infraestrutura do hospital, que está atendendo muito bem a cidade e a região, e vamos repassar um recurso, um dinheiro do governo, para que ele possa melhorar esta infraestrutura. E também, ver alguma coisa para que possamos ajudar no dia a dia deste hospital”, disse o governador Mauro Mendes (DEM).

Leia Também:  CoronaVac tem eficácia contra Ômicron, mostra estudo preliminar

O total do repasse será definido após a apresentação do projeto e aprovação pelo governo.

Outros investimentos – O governador também se comprometeu a enviar máquinas para ajudar na infraestrutura urbana e mudar a iluminação pública.

“Falamos aqui sobre algumas máquinas e equipamentos e o prefeito já está reivindicando isso. Ano passado, o Governo mandou uma ‘patrol’. Este ano, vamos comprar algumas máquinas e enviar para atender a população de Rosário. Tratamos de outros programas que já estão em andamento para que ele possa continuar fazendo a gestão. Já estamos comprado lâmpadas LED e, se Deus quiser, vamos colocar 100% de LED lá na cidade”, completou Mauro Mendes.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA