POLÍTICA MT

Xuxu Dal Molin apresenta 573 proposições no primeiro semestre de 2021

Publicados

em


Foto: Marcos Lopes

O deputado Xuxu Dal Molin (PSC) apresentou no primeiro semestre de 2021 573 proposições legislativas. Deste total, estão inclusos 211 indicações, 43 requerimentos, 04 projetos de lei complementar (PLC) e 25 projetos de leis, sendo cinco deles sancionados entre os meses de janeiro e junho deste ano. Uma quinta lei aguarda sanção governamental.

 Entre as normas de autoria do parlamentar, destacam-se a Lei de nº 11.304/21 que instituiu o Programa Jovem no Campo-MT. A proposta leva em consideração as diretrizes estabelecidas no Plano Nacional de Desenvolvimento Rural, Sustentável e Solidário (Pndrss), que implementa políticas públicas visando a formação educacional e de qualificação profissional para jovens com idades entre 15 e 29 anos.

 Ainda visando o desenvolvimento da agricultura familiar, Dal Molin apresentou o Projeto de Lei 1032/2019 que, deu origem a Lei 11.409, de 9 de junho de 2021, que retirou o caráter de indisponibilidade das terras devolutas que compreendem a Área de Proteção Ambiental (APA) da Chapada dos Guimarães, considerada uma unidade de uso sustentável e que, portanto, passou a admitir a propriedade privada desde que respeitado, em seu uso, o plano de manejo criado pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema), por meio da Coordenadoria de Conservação Ambiental (Cuco).

Leia Também:  Empossado há menos de quatro meses, deputado apresenta 65 proposições

 Por meio da iniciativa, o Instituto de Terras de Mato Grosso (Intermat) iniciou o processo de regularização fundiária de centenas de propriedades rurais, até então, ocupadas irregularmente. 

 Na área da saúde, Dal Molin ganhou notoriedade nacional ao redigir a Lei nº 11.423/2021 instituindo a política estadual de incentivo à instalação de usinas geradoras de oxigênio medicinal nos estabelecimentos de saúde em Mato Grosso.

 Com o intuito de garantir celeridade na distribuição de oxigênio para pacientes da rede pública e privada de saúde, à época, em risco devido o aumento de casos de covid-19, a proposta serviu como base para a criação de normas similares em diferentes regiões do país.

 Quanto o combate à corrupção e a transparência de gastos do setor público, Dal Molin apresentou o texto que deu origem a Lei nº 11.363/2021, obrigando a divulgação de relatórios contento informações referentes aos recursos destinados para o custeio de viagens de autoridades e demais agentes públicos no exercício da função.

 “Até aqui percorremos um longo e exitoso caminho. No entanto, nossa missão ainda está longe do fim. Mato Grosso passa por um momento de importantes transformações e o legislador, mais do que nunca, precisa estar atento ao anseio social. Contribuindo com o processo de desenvolvimento, incentivando a cadeia produtiva e acolhendo aqueles em situação de maior vulnerabilidade”, assinala Xuxu Dal Molin.

Leia Também:  Atlético vence o Bahia no primeiro confronto das oitavas

 Autor da frase “mais gestão, menos impostos”, o parlamentar assegura que é possível manter o ritmo de crescimento sem onerar, ainda mais, a classe mais frágil dessa relação de consumo.

 “O advento da pandemia de covid-19 trouxe consigo inúmeros desafios, um deles, e eu acredito que seja o maior, é a redução da carga tributária. O cidadão, em especial aquele em situação de pobreza, não suporta mais pagar tantos impostos e receber tão pouco em troca. É preciso ‘enxugar’ a máquina pública em todas as suas esferas e a forma mais eficaz de fazermos isso é cortando os privilégios. Não podemos admitir que o Estado fique mais rico, enquanto que o seu povo a cada dia fica mais pobre”, avalia.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MT

Deputado Claudinei destaca atuação nas regiões sul e sudeste de MT

Publicados

em


Deputado teve uma atuação abrangente nas regiões sul e sudeste de Mato Grosso

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

No primeiro semestre de 2021, o deputado estadual Delegado Claudinei (PSL) assumiu importantes funções na Assembleia Legislativa de Mato Grosso, sendo a 3° Secretaria da Mesa Diretora e a vice-presidência da Comissão de Infraestrutura Urbana e de Transportes. Teve uma atuação abrangente nos municípios das regiões sul e sudeste de Mato Grosso, a fim de levantar as principais demandas junto aos gestores municipais e sociedade civil organizada.

O parlamentar já acumulou 1.284 proposições na Casa de Leis desde o início de seu mandato. Nesse semestre, ele apresentou 265 indicações, 13 moções de aplausos, 20 moções de pesar, 10 projetos de lei, três projetos de lei complementar, quatro projetos de resolução e 42 requerimentos. Vale destacar que foram sancionadas pelo Poder Executivo estadual, a Lei nº de 11.431/2021, que garantiu que a Associação Atlética Rondonópolis Hawks (AAHR) se tornasse uma entidade de utilidade pública; a Lei de nº 11.453/2021, que obriga as empresas prestadoras de serviços a encaminhar, previamente aos consumidores, informações sobre os funcionários que executarão os serviços demandados.

Munícipios

Rondonópolis foi um dos municípios que o deputado mais atendeu. Demandas que envolvem o apoio com recursos para formação de brigadistas indígenas da reserva Tadarimana, entrega de cestas básicas, melhorias em infraestrutura (Distrito Industrial antigo, anel viário, glebas Rio Vermelho e São João, ponte MT-383 e Rodovia do Peixe), intervenção aos problemas enfrentados pela Santa Casa de Misericórdia e Hospital Regional, atendimento aos empresários que solicitaram a abertura de acesso na BR-364, reivindicação para a construção de Escola Estadual no bairro Alfredo Castro, conclusão da reforma da Escola Marechal Dutra e aquisição de 172 climatizadores de ar para unidades de rede pública estadual atendidas pela Secretaria de Educação de Mato Grosso (Seduc) foram algumas dessas ações.

Em Juscimeira, o parlamentar participou da entrega de viatura para polícia civil, recebeu proposta para implantação de um núcleo de atendimento às vítimas de violência doméstica, visitou à cadeia pública e formalizou a entrega de veículo para educação em Jaciara, por meio de emenda parlamentar. Em relação a Guiratinga foram tratados assuntos relacionados à regularização fundiária e educação com o prefeito e vereadores do município.

Já no município de São José do Povo, o deputado articulou reuniões com representantes do governo estadual para verificar demandas de cessão de imóvel da Seduc para a instalação de posto de atendimento do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) e aquisição de veículos.

Leia Também:  Atlético vence o Bahia no primeiro confronto das oitavas

Algumas reivindicações de Poconé foram relacionadas à instalação do 1° Pelotão do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBM) na cadeia pública desativada; reunião com a Secretaria de Assistência Social para levantar as ações sociais e identificar as principais necessidades. Em Poxoréu realizou homenagem com a entrega de moções de aplausos aos policiais civis e militares, articulação de dois veículos junto ao Comando Geral da Polícia Militar com prefeito e vereadores, intervenção junto à Energisa para instalação de energia em assentamento e visita ao Centro Juvenil do município.

Na cidade de Pedra Preta, Claudinei tratou sobre assuntos referentes à regularização fundiária e segurança pública. Em Campo Verde, falou sobre a necessidade da pavimentação asfáltica no Distrito Industrial, que ele realizou articulação junto aos representantes do governo federal. Para finalizar, em Santo Antônio do Leverger, ele recebeu demandas relacionadas às áreas de agricultura e infraestrutura por parte dos representantes municipais.

Comissão

Encerrando os trabalhos como presidente da Comissão de Segurança Pública e Comunitária da Assembleia, em fevereiro, se reuniu junto aos outros integrantes parlamentares para formalizar a entrega de relatório com dados e informações referentes às visitas ocorridas em 2020, nos 13 polos regionais da Região Integrada de Segurança Pública (Risp) de Mato Grosso ao governador Mauro Mendes (DEM). O propósito foi para que o chefe do Executivo tomasse as devidas providências quanto às principais necessidades identificadas nas instituições de segurança pública do interior de Mato Grosso, principalmente no que se refere ao déficit de servidores, incremento com equipamentos e viaturas, e melhorias nas estruturas físicas.

No início do ano, Claudinei reuniu e protocolou ofícios com os integrantes da bancada federal de Mato Grosso, a fim de conseguir recursos para a instalação de uma base do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), em Rondonópolis. “Essa é uma luta nossa, desde 2019. Sabemos da importância de ter um helicóptero para o atendimento aéreo na nossa região, pois isso vai beneficiar toda a força de segurança e a área da saúde”, diz.

Como membro titular da Comissão de Segurança, o deputado se mantém persistente para a nomeação dos classificados nos concursos públicos da área da segurança, como, também na construção dos prédios do sistema socioeducativo. Um dos resultados obtidos, neste período, foi a formação inicial de 150 agentes de segurança do socioeducativo e a nomeação de 17 novos servidores para a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec).

Leia Também:  A Fazenda: nova dinâmica vai agitar reality logo no primeiro dia

Governo federal – O parlamentar reuniu com vereadores, moradores e empresários de Campo Verde para buscar soluções quanto à recuperação asfáltica do distrito industrial no município, em abril desse ano. Após as discussões, no mês seguinte, ele buscou apoio junto ao deputado federal Neri Geller (PP) que articulou uma agenda com o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil do Ministério de Desenvolvimento Regional (MDR), Alexandre Lucas, no intuito de obter os devidos direcionamentos para concretizar a execução de obras na região.

Emendas – Nesse semestre, o deputado definiu a destinação das emendas parlamentares para esse ano, sendo que totalizam o valor de aproximadamente R$ 7,1 milhões que favorecerão as áreas do esporte, cultura, saúde, segurança pública, educação, agricultura, assistência social e infraestrutura.

No período, Claudinei chegou a formalizar a entrega junto aos beneficiários dos recursos de 2020, com a aquisição de ambulâncias e equipamentos para a área da saúde, mobiliários, veículo e equipamentos ao setor da educação, uniformes aos servidores da Polícia Militar (PM), viaturas, carteiras funcionais e distintivos, mobiliários e equipamentos para atender as unidades da Polícia Judiciária Civil de Mato Grosso (PJC). 

O valor efetuado das emendas do ano passado, pelo governo estadual, foi de cerca de R$ 2,4 milhões, sendo que a verba total das 55 emendas de 2020 é de aproximadamente R$ 6,5 milhões. “Estamos ainda no aguardo do pagamento do restante das emendas que destinamos, em 2020. O governo de Mato Grosso só pagou 30% das emendas propostas. Continuamos cobrando e esperamos que as emendas de 2021 não ocorram esses atrasos”, pontua o parlamentar.

Mídia – Para melhor transparência com a sociedade mato-grossense, foram realizadas 205 matérias jornalísticas com a divulgação das ações do parlamentar. As estatísticas das redes sociais apontam positivamente a interação com os internautas, tanto que foram divulgadas 649 publicações no Facebook e houve um acréscimo de 973 curtidas e 1.595 novos seguidores, totalizando 47.490 integrantes na página. Já no Instagram foram feitas 2.201 publicações e 1.727 passaram a seguir o perfil, totalizando 8.784 seguidores que acompanham os trabalhos do parlamentar na mídia social.

Esse é o primeiro mandato do deputado Delegado Claudinei, sendo o quinto mais votado na 19° Legislatura e o primeiro delegado de polícia eleito no Parlamento estadual com aproximadamente 30 mil votos.  

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA