POLÍTICA MT

PF flagra conselheiro jogando “cheques milionários” numa lixeira em MT

Publicados

em


.

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou nesta terça-feira (30) ao Superior Tribunal de Justiça (STJ) um conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Mato Grosso (TCE/MT) por embaraço à investigação de infração penal, no âmbito da Operação Ararath. O MPF não revelou qual dos cinco afastados – Valter Albano, Valdir Teis, Sérgio Ricardo, José Carlos Novelli ou Antônio Joaquim – seria alvo da representação.

A denúncia descreve a tentativa do conselheiro afastado do TCE/MT de embaraçar a atividade da Polícia Federal que, em 17 de junho, cumpria mandados de busca e apreensão em um escritório em Cuiabá. A essa etapa da investigação da Ararath, que está na 16ª fase, foi dada o nome de Operação Gerion.

O denunciado, ao notar que os policiais se concentravam em uma segunda sala, recolheu uma série de talões de cheques com cifras milionárias e outras folhas assinadas mas sem preenchimento do valor, que estavam em sala ainda não analisada pelas autoridades. Mas acabou sendo flagrado, e o material, que havia sido jogado numa lixeira, foi recolhido.

Leia Também:  Mais cheques: Queiroz transferiu R$ 89 mil para Michelle Bolsonaro, diz jornal

Foram deferidos pelo STJ os pedidos de afastamento de sigilo bancário de diversas sociedades empresárias; o levantamento e utilização de dados de inteligência financeira de pessoas físicas e jurídicas; o afastamento do sigilo telefônico/telemático de alguns investigados, e busca e apreensão a ser realizada em locais ligados a pessoas investigadas, além do compartilhamento de dados com a Receita Federal do Brasil. A Operação Ararath investiga, desde 2013, a prática de crimes de corrupção, sonegação fiscal, lavagem de dinheiro e organização criminosa por conselheiros do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso.

PRORROGAÇÃO

Além da condenação pela infração de embaraço à investigação, o MPF requer à Justiça indenização por danos morais coletivos, no valor de R$ 3 milhões, além da prorrogação do afastamento do conselheiro até o trânsito em julgado da denúncia. Os conselheiros são acusados pelo ex-governador Silval Barbosa de cobrarem R$ 53 milhões de propina para não fiscalizar obras no Estado.

 

Fonte: Folha Max

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MT

Secretário de MT anuncia que está com Covid; é o 3º afastado pela doença

Publicados

em

 

.

O deputado estadual licenciado e secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec Benitez (PDT), anunciou nesta segunda-feira (29) que está infectado pelo novo coronavírus. Ele mostrou o exame em que testa positivo para a doença em suas redes sociais.

No post publicado no Instagram, o secretário publicou uma cópia do resultado do exame feito pelo Laboratório Carlos Chagas com data de entrada do material genético no dia 24 de junho e resultado grafado com a data desta segunda-feira (29). “Acabei de receber o resultado positivo para o Covid-19. O exame PCR que havia feito na última quarta-feiradetectou a presença do RNA SARS-Cov-2”, relatou.

Segundo Kardec, os sintomas que apresentou são leves e não há necessidade de internação. Ele diz ainda que está usando medicação em casa, seguindo novo protocolo adotado no Estado. “Já estava em isolamento social e fazendo o tratamento inicial, tive alguns sintomas no fim de semana e agora estou melhor”, disse o secretário, que deve retornar as atividades na secretaria em, no mínimo, 2 semanas.

Leia Também:  Mais cheques: Queiroz transferiu R$ 93 mil para Michelle Bolsonaro, diz jornal

“Fiquei afastado de todas as atividades presenciais, farei uma contraprova e seguirei o tratamento médico por 14 dias, com acompanhamento diário. Quero agradecer o apoio de todos e pedir para que tenhamos cuidados redobrados nos próximos dias”, consta na publicação.

Allan Kardec é mais o terceiro secretário do Governo que está afastado do cargo. Na última semana, o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, e chefe de gabinete, Alberto Machado, também testaram positivo para o novo coronavírus e estão cumprindo isolamento. O próprio governador Mauro Mendes já testou positivo para a doença, mas já cumpriu o isolamento e retomou sua rotina.

Há ainda um óbito registrado no primeiro escalão do Governo. O então presidente da Fapemat (Fundação de Amparo a Pesquisa de Mato Grosso), Adriano Silva, morreu no dia 4 de junho.

Até a noite deste domingo, Mato Grosso tinha registrados 556 óbitos e 14.654 casos de Covid. A ocupação de UTIs era de 94%.

allankardec-covid.jpg

Fonte: Folha Max

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLÍCIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA