RONDONÓPOLIS

POLÍTICA MT

MT deverá criar Programa de Mutirões de Cirurgias Eletivas

Publicados

em


Foto: MAURICIO BARBANT / ALMT

Para reduzir as filas de espera em conjunto com os municípios e entidades públicas e privadas sem fins lucrativos, o deputado Eduardo Botelho (DEM), primeiro-secretário da Assembleia Legislativa, propôs o Projeto de Lei 25/2022 que cria o Programa de Mutirões de Cirurgias Eletivas de Mato Grosso.  

Na Comissão de Constituição, Justiça e Redação – CCJR,  a matéria aguarda parecer para entrar em pauta nos próximos meses. Em seu artigo 2º, Mato Grosso fica autorizado a tomar as medidas necessárias para a redução das filas de espera por cirurgias eletivas por meio de mutirões, considerando os pacientes registrados no Sistema Único de Saúde – SUS.  

Para isso, será disponibilizada a lista aos órgãos de controle interno do Executivo e Ministério Público de Mato Grosso que possibilite a verificação da ordem em que cada pessoa se encontra. Caberá ao estado incentivar a realização dos mutirões, definir os locais mais adequados para a realização das cirurgias e fiscalizar a obediência à lista dos pacientes.

Leia Também:  João Batista fiscaliza e levanta demandas em Rosário Oeste

Com a aprovação desse projeto, a nova lei será aplicada com recursos da Secretaria Estadual da Saúde e suplementada se necessário.

Botelho justifica que o atraso nas cirurgias eletivas aumentou em detrimento à pandemia de  covid-19. E que a fila de espera sempre foi um problema para a população que depende do atendimento público de saúde, sendo necessária a cooperação entre estado, municípios, entidades públicas e privadas.

No projeto, destaca que dentre as especialidades com maior demanda estão: otorrinolaringologia, ginecologia e cirurgia geral. Cita a grande quantidade de pacientes esperando por cirurgias para retirada de pedras nos rins, ortopédicas e de quadril.

“Daí a necessidade de criação do Programa de Mutirões de Cirurgias Eletivas, para garantir os recursos e reduzir as filas de espera. Peço o apoio dos nobres pares para aprovar este projeto de lei”, afirma Botelho no projeto.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MT

Thiago Silva cobra manutenção de escada magirus para contenção de incêndios

Publicados

em


Thiago na plenária da AL

Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

O deputado estadual Thiago Silva (MDB) cobrou nesta segunda (24) o Comando do Corpo de Bombeiros sobre a manutenção e devolução por parte do governo do estado da escada magirus para o 3º Batalhão do Corpo de Bombeiros realizar o combate à grandes incêndios, fogo em grandes alturas e até no resgate de pessoas.

De acordo com relatos de comerciantes, a falta da escada é um grande problema e coloca em risco a vida de inúmeras pessoas, as quais podem ser vítimas de incêndios em edifícios.

A escada do Corpo de Bombeiros de Rondonópolis foi danificada há cerca de dois anos e por conta da pandemia o Estado teve dificuldades de viabilizar a compra de equipamentos e peças e também a vinda de um técnico da Alemanha para realizar o procedimento de manutenção, informação esta dada pelo Corpo de Bombeiros.

O deputado Thiago cobrou celeridade, pois tem crescido o número de prédios em Rondonópolis e outras cidades da região, logo é preciso que os bombeiros estejam totalmente estruturados para garantir o salvamento de vidas.

Leia Também:  Poliana Rocha mostra memorial para Leonardo no programa do Faustão

Thiago relatou ao Comando do Corpo de Bombeiros que na última sexta-feira (21) houve um princípio de incêndio em um apartamento de um prédio localizado na Vila Aurora, porém o fogo, que começou na fiação elétrica de um ar-condicionado, acabou não se alastrando e sendo debelado pelos Bombeiros sem maiores dificuldades. Mas a situação poderia ter sido diferente caso o fogo tivesse se alastrado e, aí, a escada magirus poderia ser o diferencial para se evitar um desastre maior.

O comandante Alexandre Borges, do Corpo de Bombeiros, informou ao deputado que o antigo contrato para a empresa prestar manutenção na escada estava com os preços defasados por conta da pandemia e, dessa forma, o governo de Mato Grosso realizou um novo contrato no valor de R$ 1,7 milhão para fazer a manutenção da Magirus até o final de março de 2022.

Thiago Silva também fará indicação na Assembleia Legislativa para que o Corpo de Bombeiros possa adquirir novas escadas Magirus para ficarem como reserva e também atender as cidades polos onde tem aumentado a construção de prédios. “Além do governo entregar novas escadas nas cidades-polo, precisamos substituir as que estão quebradas”, sugere o parlamentar.

Leia Também:  Novidade na área: Marlon Barreto pode ganhar espaço em programa de TV

Magirus – A Auto Escada Mecânica Magirus é equipada com uma escada de 60 metros de altura e possui diversos equipamentos complementares que a colocam como uma das escadas mecânicas mais modernas do mundo. Ela possui um elevador de resgate com cesto e maca de resgate que comporta até três pessoas, além de sistemas de iluminação, ventilação por pressão positiva e sistema de proteção respiratória individual para até três bombeiros militares. Possui também um canhão monitor, que possibilita o combate a incêndio remotamente, sem necessitar a presença de um bombeiro militar no topo da escada.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA