POLÍTICA MT

DEM descarta apoiar filho de EP e diz ter três opções em VG

Publicados

em


.

Presidente da Assembleia Legislativa, o deputado Eduardo Botelho (DEM), declarou na terça-feira (23) que não vê a possibilidade do Democratas apoiar uma eventual candidatura do filho do prefeito Emanuel Pinheiro (MDB,  o deputado federal Emanuelzinho Neto (PTB), candidatura à prefeitura de Várzea Grande. Em entrevista ao programa Resumo do Dia (TV Pantanal, canal 8), o parlamentar adiantou que a sigla já possui nomes em potencial no município que é liderado pelo senador Jayme e a Prefeita Lucimar Campos (DEM).  

“Ser candidato ele pode até ser e transferiu o título, o domicilio para lá. Agora pelo Democratas talvez não, porque nós já temos três nomes trabalhando lá, o Hazama, Júlio Pacheco e Baracat. Quem comanda a sigla lá em Várzea Grande é o Jayme Campos e a Lucimar e eles vão definir isso”, disse. 

Botelho se referiu ao atual vice-prefeito, José Hazama (PRTB), o diretor operacional da União Transportes, Júlio Pacheco (DEM) e o o ex-vereador e ex-secretário de Governo, Kalil Baracat (MDB), que são as três principais apostas da família Campos na cidade vizinha. Já Emanuelzinho, que apesar de não ter se declarado candidato oficialmente, mantém as articulações para disputa nos bastidores.  

Leia Também:  Grávida, Simone faz festão para o filho mais velho e aglomeração chama atenção

As especulações sobre a possível candidatura aumentaram após o político ter alterado seu domicílio eleitoral para a cidade metropolitana. Além disso, em maio, o parlamentar também se mudou para um apartamento na cidade e articula um possível apoio dos Campos na empreitada política. 

Em 2019, o Pinheiro já havia admitido a articulação. “Eu conversei com Jayme Campos e fizemos o entendimento. Ele [Emanuelzinho] pode ser [candidato], se é de lá pode, como também pode não ser. A partir do momento que ele transferiu o titulo ele está habilitado. Pode ter Emanuel Pinheiro lá e aqui”, disse o prefeito de Cuiabá em 2019. 

Com isso, o chefe do legislativo reforçou que caberá aos Campos definirem o representante na cidade. “Nós tivemos uma reunião e ficou decidido que em Cuiabá o governador ia escolher o nome e em Várzea Grande seria os Campos. Tudo é possível, se eles decidirem que vão apoiar o Emanuelzinho, paciência e vamos embora”, concluiu. 

 

Fonte: Folha Max

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MT

Secretário de MT anuncia que está com Covid; é o 3º afastado pela doença

Publicados

em

 

.

O deputado estadual licenciado e secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Allan Kardec Benitez (PDT), anunciou nesta segunda-feira (29) que está infectado pelo novo coronavírus. Ele mostrou o exame em que testa positivo para a doença em suas redes sociais.

No post publicado no Instagram, o secretário publicou uma cópia do resultado do exame feito pelo Laboratório Carlos Chagas com data de entrada do material genético no dia 24 de junho e resultado grafado com a data desta segunda-feira (29). “Acabei de receber o resultado positivo para o Covid-19. O exame PCR que havia feito na última quarta-feiradetectou a presença do RNA SARS-Cov-2”, relatou.

Segundo Kardec, os sintomas que apresentou são leves e não há necessidade de internação. Ele diz ainda que está usando medicação em casa, seguindo novo protocolo adotado no Estado. “Já estava em isolamento social e fazendo o tratamento inicial, tive alguns sintomas no fim de semana e agora estou melhor”, disse o secretário, que deve retornar as atividades na secretaria em, no mínimo, 2 semanas.

Leia Também:  Seja uma boa mãe e de independência ao seu filho

“Fiquei afastado de todas as atividades presenciais, farei uma contraprova e seguirei o tratamento médico por 14 dias, com acompanhamento diário. Quero agradecer o apoio de todos e pedir para que tenhamos cuidados redobrados nos próximos dias”, consta na publicação.

Allan Kardec é mais o terceiro secretário do Governo que está afastado do cargo. Na última semana, o secretário de Saúde, Gilberto Figueiredo, e chefe de gabinete, Alberto Machado, também testaram positivo para o novo coronavírus e estão cumprindo isolamento. O próprio governador Mauro Mendes já testou positivo para a doença, mas já cumpriu o isolamento e retomou sua rotina.

Há ainda um óbito registrado no primeiro escalão do Governo. O então presidente da Fapemat (Fundação de Amparo a Pesquisa de Mato Grosso), Adriano Silva, morreu no dia 4 de junho.

Até a noite deste domingo, Mato Grosso tinha registrados 556 óbitos e 14.654 casos de Covid. A ocupação de UTIs era de 94%.

allankardec-covid.jpg

Fonte: Folha Max

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLÍCIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA