RONDONÓPOLIS

POLÍTICA MT

Atendendo pedido de parlamentares, Seduc publica edital retificado de processo seletivo

Publicados

em


Foto: JLSIQUEIRA / ALMT

Durante uma reunião realizada na quarta-feira (1º), na presidência da Assembleia Legislativa de Mato Groso (ALMT), com secretário de Estado de Educação (Seduc), Allan Porto, o deputado estadual João Batista do Sindspen (Pros), juntamente com os demais parlamentares que compõem a Comissão de Educação na Casa de Leis, pediram correções e melhorias em alguns pontos do processo seletivo para contratos temporários de professores, que será realizado pelo governo do estado em 2022. 

De acordo com João Batista, ao finalizar a reunião, o secretário se comprometeu a emitir uma nota técnica informando sobre as alterações que serão realizadas no certame.

“Estamos recebendo inúmeras solicitações de pessoas inscritas no certame, uns pedindo processo seletivo e outros solicitando a forma anterior, que era de contagem de pontos. Nossa obrigação, como representantes da sociedade, é buscar informações visando melhorar esse edital, para que ele possa corresponder às expectativas de quem busca uma oportunidade de trabalho. O secretário se comprometeu a emitir uma nota técnica esclarecendo melhor o tema e trazendo também, as devidas alterações que serão realizadas no edital”, disse João Batista.

Leia Também:  Nota pública da OAB, AMB e confederações contra a Emenda do calote de precatórios

Edital Retificado

Atendendo a solicitação feita pelos parlamentares, a Secretaria de Estado de Educação (Seduc) publicou no Diário Oficial desta quinta-feira (02), o edital de retificação do processo seletivo para cadastro reserva de profissionais interinos para o ano de 2022 e uma nota técnica para esclarecer as principais dúvidas dos candidatos.

O seletivo visa a contratação temporária de profissionais da educação para os cargos de professor, técnico administrativo educacional (TAE) e apoio administrativo educacional (AEE), em demandas que não são caracterizadas como vagas de concurso, tais como aulas residuais e licenças médicas, para substituir servidores efetivos que, anualmente, são designados para funções como diretor, coordenador e demais atribuições administrativas. As inscrições terminaram no dia 23 de novembro.

Conforme o secretário de Estado de Educação, Alan Porto, o novo formato de seleção visa aperfeiçoar os trabalhos desempenhados pelos profissionais otimizando os recursos disponíveis.

“Toda mudança provoca questionamentos, por isso, nossa equipe de gestão elaborou uma nota técnica contendo as principais dúvidas dos candidatos, de forma que os profissionais possam continuar se preparando para as próximas etapas do seletivo”, destacou o secretário.

Leia Também:  Namorada de Otto publica foto com declaração: "Faz sol no meu coração"

De acordo com a Seduc, após aprovados, os profissionais deverão passar por avaliação semestral de desempenho, fato que irá analisar o cumprimento de requisitos mínimos, tais como: assiduidade, realização de diário de classe, plano de aula, entre outras obrigações. As provas serão realizadas no próximo dia 12/12/2021.

Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLÍTICA MT

Após publicação da LOA, Nininho destaca as conquistas de Mato Grosso

Publicados

em


Foto: Marcos Lopes

Para o deputado estadual Ondanir Bortolini (PSD), Nininho, a Lei Orçamentária Anual de 2022 ( Lei nº 11.666), publicada no dia 11, com um orçamento de R$ 26,585 bilhões, é resultado de três anos de muito trabalho do governo do estado e equipe. Nininho também destacou o trabalho firme dos parlamentares, por meio da Assembleia Legislativa do Estado de Mato Grosso (ALMT), que têm atuado com firmeza em prol de ações que se refletem no cotidiano do cidadão.
“Nosso estado tem nota A em Capacidade de Pagamento. Foi implantado um pacote de redução de impostos expressivo. Com isso, o Estado lançou mão de pouco mais de R$ 1 bilhão. Se com um orçamento menor as ações estão acontecendo, com esse incremento vamos conquistar muito mais para o nosso povo. Temos visto o quanto os municípios estão se tornando independentes em relação à infraestrutura e investimentos nas áreas da saúde, educação, segurança pública, dentre outras. É preciso reconhecer que Mato Grosso é exemplo para tantos outros estados. Sabemos que é preciso trabalhar muito. Nosso estado tem tamanho continental, porém, avançamos muito nos últimos anos”, pontuou Nininho.
A LOA prevê investimentos na ordem de R$3,304 bilhões, correspondendo a aplicação de 15% da receita corrente líquida do Estado, em ações e serviços públicos para a população. Com relação ao orçamento de 2022 é 20% maior que o aprovado, em 2021, de R$22,114 bilhões. “Para se ter uma ideia, o superávit é registrado após 10 anos de déficit, quando o Estado gastava mais do que arrecadava”, comentou o parlamentar.
Nininho ainda lembrou que esse orçamento é reflexo das medidas tomadas em 2019, onde a participação da ALMT foi fundamental. “Era preciso ter uma postura firme e o governador Mauro Mendes foi enfático quanto às mudanças que deveriam ocorrer. Naquele momento nos unimos tanto a base aliada quanto a oposição ao Governo foram fundamentais as conquistas alcançadas”, asseverou o deputado.
 

Leia Também:  Saúde formaliza pedido para uso de autoteste de Covid no Brasil
Fonte: ALMT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA