POLICIAL

PRF apreende madeira ilegal em Barra do Garças/MT

Publicados

em


No último sábado (24), a Polícia Rodoviária Federal (PRF) apreendeu uma carga de 32,48 m³ de madeira serrada, em Barrada do Garças. O condutor, de 34 anos, nada declarou sobre o transporte.

Durante fiscalização na BR-070, Km 030, a equipe PRF abordou o veículo Scania/G380 A 4×2, com placas de Costa Rica/MS, o qual tracionava um SR/Guerra. O condutor apresentou a documentação solicitada pelos policiais, constituída da Nota Fiscal e Guia Florestal.

A carga era composta por madeira serrada, em diversos perfis, tendo como origem a cidade de Alta Floresta/MT e destino a cidade de Mozarlândia/GO.

Analisando os documentos, os policiais constataram que o condutor não obedecia ao trajeto descrito na Guia Florestal, tornando o documento inválido e a carga ilegal. Ainda, a carga não possuía o documento de identificação de madeira, emitido pelo INDEA (Instituto de Defesa Agropecuária de Mato Grosso), conforme Art. 1º da Lei 6947/97 de Mato Grosso.

Diante das circunstâncias, veículo carga e condutor foram encaminhados para Polícia Judiciária Local.

SECOM PRF MT
E-mail: [email protected]
Instagram: @prfmt_oficial
Para emergências e denúncias, ligue 191

Leia Também:  PM apreende R$ 400 mil em Belo Horizonte do tráfico de drogas

Fonte: PRF MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Polícia Civil cumpre prisão preventiva de autor de estupro seguido de morte em Barra do Garças

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

O homem acusado de duplo estupro seguido de morte ocorrido na madrugada de segunda-feira (23.11) em Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá) teve o mandado de prisão cumprido, na sexta-feira (27.11), após ser localizado no município de Nova Xavantina.

O suspeito de 33 anos, identificado nas investigações da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Barra do Garças, confessou o crime e disse que t matou a vítima porque foi reconhecido por ela.

O crime causou grande repercussão da cidade uma vez que além do duplo estupor, a vítima de 30 anos foi morta na presença filha, de apenas 11 anos de idade. Assim que foi acionada dos fatos a Polícia Civil iniciou as investigações conseguindo identificar o suspeito e realizando suas buscas.

Com todas as informações colhidas, a delegada Luciana canaverde representou pela prisão preventiva do suspeito que foi deferida pela 1ª Vara Criminal de Barra do Garças, e cumprida na sexta-feira (27), em frente a uma agência bancária em Nova Xavantina.

Leia Também:  Dupla envolvida com tráfico de drogas, furto e receptação é presa pela Polícia Civil em Água Boa

Após ter o mandado de prisão cumprido o suspeito foi conduzido a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Barra do Garças, onde foi interrogado pela delegada Luciana Canaverde e alegou que no momento do crime estava sob efeito de álcool e que entrou na casa em posse de uma faca com intuito de roubar.

O suspeito tem extensa ficha criminal,  tem parentes na vizinhança e estava sempre na região.  Ele confessou que abusou da menina e que estuprou a vítima maior de idade. Ele disse que matou a vítima por asfixia com um tecido que havia usado para amarrá-la depois de ser reconhecido por ela.

Devido a gravidade dos fatos, e para garantir a integridade física do suspeito a Polícia Civil solicitou que pelo menos até passar o período de clamor social, o suspeito fosse encaminhado ao presídio de Água Boa para cumprimento de pana.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA