POLICIAL

Polícia Civil lamenta morte do investigador de polícia Alex Jorge da Silva

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

Com pesar, a Polícia Civil de Mato Grosso lamenta a perda de mais um grande guerreiro da instituição para o covid-19. O investigador de polícia, Alex Jorge da Silva, de 52 anos, lotado na 1ª Delegacia de Polícia de Cáceres (228 km a oeste de Cuiabá) não resistiu à doença e faleceu na  sexta-feira (09.04). Alex Jorge estava internado no Hospital São Luiz, desde meados do mês de março quando seu quadro de saúde se agravou. 

Nascido em Cáceres, o policial civil aos 33 anos de idade ingressou na instituição em 2001. Durante os 20 anos de dedicação e brilhantes serviços prestados, o policial civil exerceu suas funções lotado nas unidades policiais da Regional de Cáceres. Atualmente ele trabalhava na Divisão de Roubos e Furtos da 1ª Delegacia de Polícia de Cáceres.

O delegado regional de Cáceres, Alex de Souza Cuyabano, destaca o investigador como um homem extraordinário e bastante comprometido com o  trabalho. Infelizmente perdemos mais um grande profissional e comapnheiro de profissão.  Alex Jorge da Silva deixa esposa, um filho e muitos amigos.  

Leia Também:  Secretaria Nacional de Proteção e Defesa Civil lança o primeiro curso de capacitação

“É mais um momento de grande tristeza para Regional de Cáceres e para toda Polícia Civil. Deus está recebendo o nosso companheiro de braços abertos e com todas as honrarias merecidas”, disse o regional.

Para o delegado-geral Mário Dermeval a instituição segue em luto, pelas tantas perdas irreparáveis de profissionais de alto nível e com atuações brilhantes;

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Policiais civis localizam container furtado em VG e prendem receptador

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

Investigadores da Delegacia Especializada de Roubos e Furtos de Várzea Grande (Derf) recuperaram nesta sexta-feira (14) um container que foi furtado no último dia 8 de maio, na cidade.  

A equipe de investigação passou a fazer diligências com base nas informações registradas pela vítima e conseguiu localizar uma pessoa que havia sido contatada para o serviço de chapeiro para ajudar a colocar o container em um caminhão.

Depois dessa informação, os investigadores da Derf-VG chegaram a uma empresa localizada no bairro Barreiro Branco, em Cuiabá. Eles avistaram o container nos fundo da empresa de blocos pré-moldados. No local estava o proprietário da empresa, que se mostrou muito nervoso com a chegada dos policiais, e depois disse que comprou o equipamento por R$ 4 mil em um site na internet e que desconfiou do valor, muito abaixo do preço de mercado, mas resolveu arriscar. 

Os investigadores informaram que era um produto furtado.O dono da empresa foi detido em flagrante pelo crime de receptação e foi conduzido à delegacia, onde foi autuado em flagrante.

Leia Também:  Comandantes regionais discutem investimentos e redução dos índices de roubos e homicídios

eceptador declarou aos policiais que faria no container o escritório da sua empresa de pré-moldados.

O container, avaliado em R$ 14 mil reais, foi devolvido à vítima que agradeceu o serviço da polícia, pois acreditava que o equipamento não estaria mais por perto.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA