RONDONÓPOLIS

POLICIAL

Polícia Civil incinera mais de 170 quilos de entorpecentes em Comodoro

Publicados

em

Mais de 170 quilos de entorpecentes, entre maconha e cocaína, foram incinerados pela Polícia Civil, na segunda-feira (09.10), no município de Comodoro (644 km a oeste de Cuiabá).

O ato de destruição da droga foi realizado em uma empresa privada, mediante autorização expedida pela Poder Judiciário da Comarca local, sendo a primeira incineração deste ano de 2022.

O carregamento das embalagens contendo tabletes de substâncias ilícitas foram levados até o local da queima, após planejamento de segurança organizado pela Delegacia de Polícia de Comodoro e sob forte escolta policial.

Dentre o montante de droga incinerada, está uma apreensão de 150 tabletes de cocaína, ocorrida no dia 21 de março. O entorpecente estava ocultado em um compartimento no assoalho de um caminhão.

Na ocasião o veículo foi abordado em um posto de combustível na BR 364, na cidade de Campos de Júlio, e o motorista do caminhão preso em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Conforme o delegado de Comodoro, Ricardo Marques Sarto, essa incineração representa um prejuízo aos traficantes atuantes na região de fronteira, estimado em cerca de R$ 5 milhões.

Leia Também:  Ataque na Dinamarca: polícia diz acreditar que suspeito agiu sozinho
Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Polícia Civil investiga mãe que quebrou dedo da filha em Lucas do Rio Verde

Publicados

em

A Polícia Civil, por meio do Núcleo de Atendimento à Criança, Adolescente, Idoso e Mulher de Lucas do Rio Verde (354 km ao norte de Cuiabá), instaurou inquérito policial para apurar a conduta de uma mãe que quebrou o dedo da filha de 7 anos, enquanto a agredia como forma de correção.

A mulher, de 34 anos, poderá responder pelo crime de lesão corporal qualificada.

As diligências iniciaram após a equipe da Polícia Civil ser acionada, na terça-feira (05.07), por funcionários do Hospital São Lucas, os quais informaram que tinha dado entrada na Unidade de Saúde uma criança com fratura em um dos dedos.

As investigadoras do Núcleo de Atendimento foram ao local, onde conversaram com a mãe da vítima, que alegou que estava agredindo a filha com chineladas, para corrigi-la, quando a criança colocou a mão na frente, ocorrendo a fratura.

Diante dos fatos narrados, as policiais conduziram a mãe da menina até a Delegacia de Lucas do Rio Verde, onde ela foi ouvida pelo delegado Eugênio Rudy Júnior.

Leia Também:  Operação cumpre 30 mandados judiciais contra grupo criminoso formado para fraudar o fisco estadual

Após prestar os devidos esclarecimentos, a suspeita foi liberada e sendo instaurado inquérito policial para apurar a conduta da mãe em relação à criança.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA