POLICIAL

Polícia Civil cumpre prisão preventiva de autor de estupro seguido de morte em Barra do Garças

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

O homem acusado de duplo estupro seguido de morte ocorrido na madrugada de segunda-feira (23.11) em Barra do Garças (509 km a leste de Cuiabá) teve o mandado de prisão cumprido, na sexta-feira (27.11), após ser localizado no município de Nova Xavantina.

O suspeito de 33 anos, identificado nas investigações da Delegacia Especializada de Defesa da Mulher (DEDM) de Barra do Garças, confessou o crime e disse que t matou a vítima porque foi reconhecido por ela.

O crime causou grande repercussão da cidade uma vez que além do duplo estupor, a vítima de 30 anos foi morta na presença filha, de apenas 11 anos de idade. Assim que foi acionada dos fatos a Polícia Civil iniciou as investigações conseguindo identificar o suspeito e realizando suas buscas.

Com todas as informações colhidas, a delegada Luciana canaverde representou pela prisão preventiva do suspeito que foi deferida pela 1ª Vara Criminal de Barra do Garças, e cumprida na sexta-feira (27), em frente a uma agência bancária em Nova Xavantina.

Leia Também:  Polícia Civil cumpre prisão de envolvido em roubo de gado, sequestro e cárcere privado

Após ter o mandado de prisão cumprido o suspeito foi conduzido a Delegacia Especializada de Defesa da Mulher de Barra do Garças, onde foi interrogado pela delegada Luciana Canaverde e alegou que no momento do crime estava sob efeito de álcool e que entrou na casa em posse de uma faca com intuito de roubar.

O suspeito tem extensa ficha criminal,  tem parentes na vizinhança e estava sempre na região.  Ele confessou que abusou da menina e que estuprou a vítima maior de idade. Ele disse que matou a vítima por asfixia com um tecido que havia usado para amarrá-la depois de ser reconhecido por ela.

Devido a gravidade dos fatos, e para garantir a integridade física do suspeito a Polícia Civil solicitou que pelo menos até passar o período de clamor social, o suspeito fosse encaminhado ao presídio de Água Boa para cumprimento de pana.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Polícias Civil e Militar frustam festa promovida por facção criminosa e fecham ponto de venda de drogas

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

A Polícia Civil e Polícia Militar de Água Boa (730 km a leste de Cuiabá) deflagraram na madrugada deste domingo (24.01) a operação “Surpresa” visando coibir e reprimir a prática de crimes de tráfico de drogas e a atuação de facções criminosas na cidade. 

O trabalho integrado resultou na frustração de uma festa idealizada por uma organização criminosa na zona rural do município, com a condução de cinco pessoas, entre elas quatro menores de idade. Concomitantemente as equipes fecharam um ponto de vendas de drogas, localizado no bairro Primavera, e efetuaram a prisão de um casal. 

Os policiais civis da Delegacia de Água Boa, em conjunto com os militares do 13º Comando Regional da PM, receberam denúncia sobre uma festa na zona rural do município, promovida por uma organização criminosa para comemorar o aniversário de um membro da facção. 

Segundo apurado houve anúncio e convite do evento em redes sociais, informando que no local haveria a venda de drogas sintéticas e a presença de adolescentes. 

Leia Também:  Foragido da Justiça de Rondônia tem prisão cumprida em Comodoro

Diante das informações as equipes deslocaram-se até a chácara onde encontraram cerca de 80 pessoas, entre elas menores de idade. No momento da chegada dos policiais no local, o organizador da festa e outros suspeitos conseguiram fugir pelo matagal. 

Na ocasião quatro adolescentes e um adulto, o qual possuía cumprimento de medida cautelar judicial e deveria permanecer em casa no período noturno, foram detidos e encaminhados para Delegacia de Polícia para as providências cabíveis.

Conforme o delegado de Água Boa, Valmon Pereira da Silva, paralelo a essa ação policial, outras equipes foram até uma residência no bairro Primavera, onde já haviam diversas denúncias de plena comercialização de drogas no imóvel.

“No local foram flagrados alguns usuários fazendo consumo de entorpecentes no endereço. Após revistas foram apreendidas diversas porções de drogas prontas para consumo, máquina de cartão de crédito, caderno com anotações de clientes, uma quantia em dinheiro, entre outros objetos apreendidos”, destacou o delegado.

Um homem e uma mulher responsáveis pela casa foram presos e autuados em flagrante por tráfico e associação para o tráfico de drogas. Três pessoas usuárias também foram conduzidas para a delegacia, e responderão o Termo Circunstanciado de Ocorrência (TCO) por uso de drogas.

Leia Também:  Irmãos e mulheres são pegos com droga em quitinete no bairro São Mateus

 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA