RONDONÓPOLIS

POLICIAL

Operação em Cáceres prende 12 em flagrante e apreende armas e drogas

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

A Polícia Civil deflagrou nesta terça-feira (25.01), em Cáceres, a Operação Asfixia para cumprimento de mandados judiciais contra pessoas investigadas pelos crimes de homicídio e tentativa de homicídio, entre outros delitos ocorridos no município.

 

Doze pessoas foram presas em flagrante, sendo que contra três delas também foram cumpridos mandados de prisão. Todos são investigados por crimes ocorridos no município, entre eles, o que vitimou o soldado do Exército, Thiago de Brito Almeida, de 19 anos, ocorrido no último sábado.

As forças de segurança apreeenderam até o momento, durante as buscas, 14 tabletes de maconha, porções individuais de entorpecentes, cinco armas de fogo, munições e um veículo.

A operação conta com a participação do 6a Comando da Polícia Militar, Exército Brasileiro, Polícia Federal, Gaeco, Gefron, Corpo de Bombeiros e das unidades da Polícia Civil – Delegacia de Cáceres, Defron, Gerência de Operações Especiais e Gerência de Combate ao Crime Organizado.

De acordo com o delegado regional de Cáceres, Alex de Souza Cuyabano, todos os presos nesta terça-feira têm passagens criminais e são ligados a facção criminosa. “Os materiais apreendidos, como as armas e o veículo, provavelmente são os mesmos utilizados na prática dos crimes”, explicou. 

Leia Também:  PRF realiza palestra sobre educação para o trânsito

Os investigados serão autuados em flagrante por associação criminosa, tráfico de drogas e porte ilegal de arma de fogo.

A operação está em andamento e as forças de segurança continuam com o cumprimento de mandados de buscas em diversos pontos da cidade.

Homicídio

O soldado Thiago Almeida foi alvejado por disparos de arma de fogo, na noite do último sábado (22.01), em uma praça do bairro Cohab Nova, em Cáceres. Conforme a apuração da Polícia Civil, cinco ocupantes de um veículo Corsa preto dispararam contra a vítima. Na quadra de esportes da praça foram localizadas cápsulas de arma de calibre 9mm.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Operação contra exploração sexual prende 120 pessoas em Mato Grosso

Publicados

em

A Operação Integrada Parador 27, que mobilizou 1.062 agentes das forças de segurança de Mato Grosso visando o combate ao crimes de exploração sexual de crianças e adolescentes, resultou na prisão de 120 pessoas. A operação teve início no último dia 2 de maio e encerrou nesta quarta-feira (18.05).

A ação foi deflagrada nacionalmente pela Polícia Rodoviária Federal, com foco na malha rodoviária federal e estadual. Em Mato Grosso, foi reforçada com grande aparato da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros e Conselhos Tutelares, e estendida a 63 municípios. 

A atuação dos órgãos de segurança ocorreu, principalmente, nos pontos às margens das rodovias apontadas pelo painel de monitoramento da PRF e por levantamentos locais como possíveis espaços de exploração sexual. 

De acordo com o relatório da operação, seis menores vítimas de violência sexual foram resgatadas, sendo quatro no município de Apiacás (984 km de Cuiabá) e duas em Nova Bandeirantes (997 km da Capital). Ao todo, 6.757 pessoas foram abordadas, 68 denúncias apuradas e 608 locais foram fiscalizados.

Leia Também:  Dupla é presa por tráfico de drogas em Várzea Grande

A operação contou com a realização de 282 blitz, nas quais 131 pessoas acabaram sendo conduzidas a delegacias por suspeita de outros crimes, e seis adolescentes apreendidos. Ainda, na apreensão de 29 armas de fogo, seis armas brancas, 527 munições e dezenas de porções de entorpecentes.

O secretário-adjunto de Integração Operacional, coronel PM Juliano Chiroli, avaliou como positivo o saldo da operação, destacando que as forças de segurança estão empenhadas no combate à exploração sexual e todas as formas de violência conta as crianças e os adolescentes.

“Foi uma importante integração em âmbito estadual que demonstrou preocupação e interação das nossas forças de segurança”, assinalou.

A Operação Parador 27 foi coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, com apoio do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, e ocorreu nos 26 estados e no Distrito Federal.

Fonte: PM MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA