RONDONÓPOLIS

POLICIAL

Operação contra exploração sexual prende 120 pessoas em Mato Grosso

Publicados

em

A Operação Integrada Parador 27, que mobilizou 1.062 agentes das forças de segurança de Mato Grosso visando o combate ao crimes de exploração sexual de crianças e adolescentes, resultou na prisão de 120 pessoas. A operação teve início no último dia 2 de maio e encerrou nesta quarta-feira (18.05).

A ação foi deflagrada nacionalmente pela Polícia Rodoviária Federal, com foco na malha rodoviária federal e estadual. Em Mato Grosso, foi reforçada com grande aparato da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros e Conselhos Tutelares, e estendida a 63 municípios. 

A atuação dos órgãos de segurança ocorreu, principalmente, nos pontos às margens das rodovias apontadas pelo painel de monitoramento da PRF e por levantamentos locais como possíveis espaços de exploração sexual. 

De acordo com o relatório da operação, seis menores vítimas de violência sexual foram resgatadas, sendo quatro no município de Apiacás (984 km de Cuiabá) e duas em Nova Bandeirantes (997 km da Capital). Ao todo, 6.757 pessoas foram abordadas, 68 denúncias apuradas e 608 locais foram fiscalizados.

Leia Também:  Vacina contra tuberculose, BCG registra baixa cobertura no Brasil

A operação contou com a realização de 282 blitz, nas quais 131 pessoas acabaram sendo conduzidas a delegacias por suspeita de outros crimes, e seis adolescentes apreendidos. Ainda, na apreensão de 29 armas de fogo, seis armas brancas, 527 munições e dezenas de porções de entorpecentes.

O secretário-adjunto de Integração Operacional, coronel PM Juliano Chiroli, avaliou como positivo o saldo da operação, destacando que as forças de segurança estão empenhadas no combate à exploração sexual e todas as formas de violência conta as crianças e os adolescentes.

“Foi uma importante integração em âmbito estadual que demonstrou preocupação e interação das nossas forças de segurança”, assinalou.

A Operação Parador 27 foi coordenada pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública, com apoio do Ministério da Mulher, Família e Direitos Humanos, e ocorreu nos 26 estados e no Distrito Federal.

Fonte: PM MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Polícia Civil prende empresário suspeito de estuprar adolescente filha de namorada

Publicados

em

Um empresário do mercado financeiro, suspeito de estuprar a filha de sua namorada, teve o mandado de prisão cumprido pela Polícia Civil, na manhã desta terça-feira (05.07), dentro de investigação realizada pela Delegacia Especializada de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (Deddica).

O suspeito de 37 anos aproveitou o fato que a vítima de 17 anos estava sob o efeito de álcool para praticar o estupro e estava com a prisão decretada pela Justiça com base nas investigações da Deddica pelo crime de estupro de vulnerável. Ele possui passagens anteriores por crimes de ameaça e violência doméstica.

O fato ocorreu no dia 11 de maio após o suspeito, a namorada e a menor passarem a noite ingerindo bebida alcoólica em um bar da Capital. No final da noite, ocorreram desentendimentos entre a filha, a mãe e o namorado, ocasião em que a mulher foi embora com um casal de amigos.

O suspeito levou a vítima para casa dele e aproveitou o estado de embriaguez da menor para manter relação sexual com ela. Dias depois, ele entrou novamente em contato com a vítima, e pediu para buscá-la na escola, perguntando se ela estava arrependida e que não era para contar para ninguém.

Leia Também:  Hackers roubam informações de até um bilhão de pessoas na China

Após saber dos fatos, a mãe da menor procurou a Polícia e também foi até a casa do namorado para buscar seus pertences, ocasião em que foi ameaçada pelo suspeito, que possui uma arma de fogo.

Assim que a equipe da Deddica foi acionada, iniciou as investigações e intimou o suspeito na época dos fatos para comparecer a delegacia, porém ele não foi localizado. Diante das evidências, foi representado pelo mandado de prisão preventiva do investigado, que foi deferido pela Justiça.

O suspeito se apresentou na manhã desta terça-feira (05) na Deddica, ocasião em que estava com o mandado de prisão preventiva decretado pela Justiça, o qual foi devidamente cumprido.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA