POLICIAL

Operação afasta secretário e cumpre buscas em residência e gabinete do prefeito de Rondonópolis

Publicados

em


Assessoria/Polícia Civil-MT

A Polícia Civil de Mato Grosso e Ministério Público Estadual desencadearam nesta quarta-feira (25.11), em Rondonópolis, a segunda fase da Operação Stop Loss, que investiga a ocorrência de superfaturamento e outras irregularidades na aquisição de materiais de consumo, com dispensa de licitação, para o combate à pandemia da Covid -19 pela prefeitura do município.

Os mandados judiciais são cumpridos pelas equipes da Delegacia Especializada de Combate à Corrupção (Deccor) e grupo operacional do Núcleo de Ações de Competência Originária (Naco Criminal), com apoio do Grupo de Atuação Especial Contra o Crime Organizado (Gaeco).

As novas medidas cautelares foram requeridas pelo MPE, por meio do Naco, em conjunto com a Polícia Civil, à Turma de Câmaras Criminais do Tribunal de Justiça de Mato Grosso.

O desembargador Juvenal Pereira da Silva deferiu medida cautelar de afastamento do exercício da função do secretário de Administração de Rondonópolis, Leandro Junqueira Arduini, e mandados de buscas e apreensões nos endereços residenciais do secretário e do prefeito José Carlos Junqueira de Araújo, como também nos gabinetes dos respectivos alvos, na Prefeitura Municipal.

Leia Também:  Projeto cria teto nacional para custos cartoriais em operações de crédito rural

Na primeira fase da operação ‘Stop Loss’, realizada em junho deste ano, a partir de informações do Ministério Público de Contas os investigadores detectaram o superfaturamento em itens contratados na Dispensa de Licitação nº 38/2020 destinada à aquisição de materiais de limpeza, tendo como justificativa de urgência a pandemia da Covid-19, aquisição ratificada pelo chefe do Executivo municipal.

A segunda fase demonstra o acerto na execução da primeira etapa da operação, pois com novos elementos coletados, surgiu o provável envolvimento de mais um secretário da prefeitura, havendo indicativos da formação de uma estrutura criminosa instalada no Executivo municipal.

Com a deflagração desta nova fase, os investigadores pretendem coletar novas informações e robustecer, ainda mais, os elementos informativos para que haja o esclarecimento completo dos ilícitos praticados, com a devida responsabilização dos envolvidos.

 

 

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Drogas tiradas de circulação em quatro bairros de Cuiabá

Publicados

em


Policiais militares prenderam nesta quinta-feira (21.01) seis homens por tráfico de droga em quatro bairros da capital.

No Boa Esperança, a equipe do 1º BPM abordou dois homens na Avenida Edgar Vieira. Um deles carregava 31 porções de maconha e dinheiro. O segundo foi pego com duas porções da mesma droga. Os policiais foram na casa de um dos suspeitos e encontra mais porções de maconha e dinheiro.

No Parque Atalaia, a denúncia apontava um traficante que agia no Morro do Macaco. Ele foi rendido e os policiais apreenderam porções de maconha e pasta base de cocaína, uma balança e dinheiro  

No Pedregal, os policiais do 3º BPM foi informada que um homem tinha retornado a vender droga na região. Ele foi pego em uma esquina com dinheiro e pedras de pasta base de cocaína.

No Três Barras, dois homens foram detidos com tablete e porções menores de maconha e dinheiro. A denúncia apontava que  a dupla estaria traficando no bairro usando um veículo Fiat Pálio azul que também foi apreendido.

Leia Também:  Operação integrada desativa garimpos ilegais em Aripuanã

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 0800.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA