POLICIAL

Homem oferece máquina de solda furtada em aplicativo de venda e é detido por receptação

Publicados

em


Policiais do 1º BPM prenderam nesta quarta-feira (24.02), um homem, 49 anos, por receptação, no bairro Alvorada, na capital.

A denúncia descrevia que o suspeito estaria vendendo uma máquina de solda em um aplicativo de venda. O dono de uma loja reconheceu o produto como o que foi furtado de seu estabelecimento.

Foi montada uma simulação de compra e certificada pelo número de série que a máquina era a furtada. Sem explicar a situação, o homem foi conduzido à delegacia.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque-denúncia 08000.65.3939. Nesse número, sem custo de ligação, qualquer cidadão pode informar situações suspeitas ou crimes. Exemplos: a presença de foragidos da Justiça com mandado de prisão em aberto e ponto de venda de droga.

Fonte: PM MT

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Homem suspeito de estupro de vulnerável de duas crianças em Osasco é preso em Paranatinga
Propaganda

POLICIAL

Polícia Civil prende autor de sequestro cárcere privado e estupro na cidade de Santa Terezinha

Publicados

em


Assessoria | Polícia Civil-MT

O autor de um sequestro, cárcere privado, estupro e descumprimento de medida protetivas no âmbito da lei de violência domestica e familiar, foi preso pela Polícia Civil do município de Vila Rica (1.259 km a nordeste de Cuiabá), na sexta-feira (09.04), com apoio da Delegacia de Polícia de Santa Terezinha (1.312 km a nordeste da Capital).

O suspeito de 58 anos foi autuado em flagrante delito, após cometer o crime contra sua ex-companheira de 36 anos, a qual na quarta-feira (07.04) foi sequestrada e levada para o Estado do Pará. A vítima ficou mantida em cárcere privado pelo homem por quase dois dias e sendo vítima de estupro.

Conforme o delegado de Vila Rica, José Ramon Leite, o casal viveu junto por cerca de 3 anos e 4 meses na cidade de Rondolândia, Porém durante o período da união matrimonial a mulher era constantemente humilhada, agredida e ameaçada pelo companheiro. 

No ano passado (2020) já no final do relacionamento, a vítima registrou boletim de ocorrência contra o suspeito ainda na cidade de Rondolândia, e requereu pelas medidas protetivas impostas pela Lei Maria da Penha. Na época, ele foi preso e ainda ameaçou uma investigadora de Rondolândia que atendeu a ocorrência. Porém depois de aproximadamente 5 meses preso, o mesmo foi solto pela Justiça.

Leia Também:  Policiais prendem suspeitos por roubo a veículo no Jardim Paula I

Desde então a vítima se mudou para Vila Rica, e o ex-companheiro acabou vindo atrás em sua procura. No dia 7 de abril a mulher foi atraída por ele através de uma mensagem enviada por rede social. Ao chegar no local indicado, ela se deparou com o agressor, quando descobriu que o suspeito não estava mais preso. 

A vítima foi rendida e obrigada a entrar no veículo que o suspeito ocupava, sendo levada para uma localidade chamada Vila Mandi, no distrito de Santana do Araguaia, no Estado do Pará. Nesse local a vítima ficou mantida em cárcere privado e sendo abusada sexualmente até o início da noite de quinta-feira (08), quando ele revolveu leva-lá de volta para Vila Rica.

Nesse lapso temporal a Delegacia de Vila Rica já havia sido comunicada sobre o desaparecimento da vítima e várias diligências eram realizadas. Logo que a vítima apareceu, os policiais civis conseguiram informações precisas do veículo usado pelo suspeito, bem como descobriram que ele havia seguido o itinerário com destino a cidade de Santa Terezinha. 

Leia Também:  Polícia Civil prende homem que invadiu ótica em Pedra Preta e desferiu golpes de faca na ex-esposa

Ato contínuo a equipe se deslocou até Santa Terezinha e com apoio dos policiais civis da cidade conseguiram localizar e prender o suspeito. 

Em seguida ele foi conduzido até a Delegacia de Polícia, interrogado pelo delegado José Ramon Leite e autuado em flagrante pelos crimes de violação de medidas protetivas, sequestro para fins libidinosos e estupro. Após a confecção dos autos, o preso foi novamente colocado à disposição do Poder Judiciário.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA