POLICIAL

Homem é preso com armas e munições durante investigações para apurar morte de funcionário de fazenda, em Poconé

Publicados

em


Camila Molina/Polícia Civil-MT

Uma pessoa foi presa em flagrante pela Polícia Civil, durante diligências realizadas nesta quinta-feira (27.07) para apurar a morte do funcionário de uma fazenda em Poconé (104 km ao sul de Cuiabá). Os trabalhos foram realizados na propriedade em que o corpo foi localizado e resultaram na apreensão de três armas de fogo e munições.

O suspeito, de 54 anos, foi autuado em flagrante pelo crime de posse e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e uso permitido, além de ser preso por força de mandado de prisão por tráfico de drogas e contrabando expedido pela Justiça Federal em Goiás.

A comunicação da morte da vítima, Osvaldo Leonalto, de 49 anos, ocorreu no dia 17 de julho, quando outro funcionário procurou a Delegacia de Poconé, relatando que o gerente ficava sozinho na propriedade e há dias não conseguia contato com ele, e após contratar uma aeronave para ir até a fazenda encontrou o corpo da vítima já em estágio de decomposição.

Leia Também:  RS: homem morre após barril de chope explodir no próprio aniversário

Na ocasião, foi realizado um procedimento especial para resgate do corpo da vítima, uma vez que a propriedade fica em um local de difícil acesso, não sendo possível a chegada por meio terrestre.

Com a identificação da vítima, foi instaurado na Delegacia de Poconé um Auto de Investigação Preliminar (AIP) para apurar a causa morte (uma vez que poderia ser uma morte acidental) e a atuação de possíveis envolvidos no fato. Durante as investigações, a equipe de investigadores da Delegacia de Poconé recebeu informações sobre um homem que morava na propriedade, porém que estava desaparecido.

Com base na apuração, os policiais realizaram diligências nesta quinta-feira (29) e localizaram o suspeito, que foi encontrado com um revólver calibre 38 na cintura, além de dezenas de munições. Em continuidade às buscas, também foram apreendidos com ele um fuzil antigo e uma espingarda calibre 20.

Diante dos fatos, o suspeito foi conduzido à Delegacia de Poconé, onde foi interrogado pelo delegado Maurício Pereira Maciel e autuado em flagrante po posse e porte ilegal de arma de fogo de uso restrito e uso permitido e posse de munições.

Leia Também:  Anvisa diz que não há indícios que liguem morte de jovem à vacina anti-Covid

Em checagem no sistema de segurança pública, os policiais também descobriram o mandado de prisão em aberto contra o suspeito, que foi cumprido.

“Estamos no início das investigações para apurar as circunstâncias do que ocorreu na fazenda e o que levou à morte da vítima, assim como identificar possíveis envolvidos. As diligências seguem em andamento até o esclarecimento dos fatos”, disse o delegado.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

POLICIAL

Homem é preso em flagrante pela Polícia Civil depois de tentar incendiar casa de ex-mulher

Publicados

em


Raquel Teixeira/Polícia Civil-MT 

Policiais civis de Paranatinga (373 km ao sul de Cuiabá) prenderam em flagrante nesta segunda-feira, 20 de setembro, um homem de 26 anos que fez diversas ameaças contra sua ex-mulher e causou danos patrimoniais a familiares da vítima.

Sem aceitar o fim do relacionamento, o suspeito foi até a casa da vítima e queimou peças de roupas dela, além de tentar também incendiar a residência da ex-mulher utilizando gasolina.

A equipe de investigação da Delegacia de Paranatinga apurou também que o suspeito furou dois pneus do caminhão do pai da vítima, que ele usa para o trabalho, e ainda causou danos no veículo de passeio de um primo da mulher.

Ele foi à residência da vítima na noite anterior aos fatos e ateou fogo nas roupas que estavam no varal. Além disso, ele enviou vídeos à vítima fazendo ameaças de morte e confessa que causou os danos aos veículos dos familiares da ex-mulher e queimou as roupas. Conforme os materiais coletados pela Polícia Civil, o suspeito também estava monitorando os passos da vítima.

Leia Também:  RJ: policial preso é transferido após suspeita de ligação com ataques de milícia

Durante diligências para localizá-lo, os investigadores o flagraram próximo à residência da vítima, segurando um galão de combustível. Ele acabou confessando os crimes e foi conduzido à delegacia.

O suspeito foi autuado pelo delegado Hugo Abdon por ameaça em contexto de violência doméstica e familiar contra a mulher, além de dano qualificado ao patrimônio de três pessoas distintas. Depois dos procedimentos policiais, ele foi encaminhado à unidade prisional de Paranatinga, onde aguardará decisão judicial.

Fonte: PJC MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA