NA CAPITAL

Cuiabá abre cadastro de vacinação contra a Covid-19 para pessoas de 18 a 29 anos com comorbidades

Publicados

em


Gustavo Duarte

Clique para ampliar

A Prefeitura de Cuiabá abre neste sábado (22) o pré-cadastro para a vacinação contra a Covid-19 para pessoas com idades entre 18 e 29 anos com comorbidades. O agendamento desse novo grupo será feito mediante a chegada de novas remessas de imunizantes que foram disponibilizados para a Capital.

Para se cadastrar, é necessário entrar no site vacina.cuiaba.mt.gov.br e preencher todos os campos obrigatórios. Deste modo, a pessoa entrará em uma fila de espera virtual, que deverá ser consultada regularmente para saber quando será o dia agendado para tomar a vacina. A coordenação da campanha alerta que, caso o site da vacinação comece a ter um volume muito grande de cadastros, o agendamento será realizado por ordem decrescente de idade (partindo de 59 anos).

Neste momento, estão sendo vacinadas pessoas de 30 a 59 anos com comorbidades, forças de segurança, gestantes e puérperas a partir de 18 anos com comorbidades, Síndrome de Down a partir de 18 anos e pessoas com deficiências permanentes a partir de 30 anos.

Leia Também:  Vice-prefeito enaltece entrega de pavimentação e lembra outras obras executadas pela gestão Emanuel Pinheiro no Dr. Fábio I

ATENÇÃO: As pessoas que se cadastraram no site e que fazem parte dos grupos já contemplados (30 a 59 com comorbidades, gestantes e puérperas a partir de 18 anos com comorbidades, Síndrome de Down a partir de 18 anos e pessoas com deficiências permanentes a partir de 30 anos) devem entrar no site da vacinação e consultar o cadastro para verificar se a agenda está disponível. No dia da vacinação a pessoa deve levar o QR Code do agendamento impresso, juntamente com o laudo impresso OU a declaração de comorbidades assinada e carimbada pelo médico, pois estes documentos serão retidos no registro. Também é necessário levar um documento com foto e o comprovante de endereço de Cuiabá.

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

NA CAPITAL

“Há mais de 20 anos a população espera por esse ato de coragem”, diz Emanuel sobre revolução no transporte público

Publicados

em


Atério Marcos

Clique para ampliar

O prefeito Emanuel Pinheiro destacou que o transporte público de Cuiabá passa a viver uma nova realidade, a partir desta terça-feira (03). Como parte do compromisso firmado com a população, o chefe do Executivo entrega 144 novos ônibus com wi-fi, câmeras de segurança, plataforma elevatória para cadeirantes e ar-condicionado. A ação faz parte de um conjunto de melhorias que, desde 2017, o gestor vem promovendo nessa área.

“O que nossa gestão está fazendo é uma verdadeira revolução no transporte público. Há mais de 20 anos a população espera por esse ato de coragem. Coragem para pensar nos mais humildes, naqueles que dependem exclusivamente desse meio de locomoção. Coragem para quebrar um ciclo vicioso e iniciar um novo, mais moderno, inovador e que corresponda às necessidade do povo”, comenta o prefeito.

A renovação da frota é fruto do processo licitatório realizado pela gestão Emanuel Pinheiro, com o intuito de promover a modernização do sistema, gerando mais segurança e conforto aos mais de 260 mil usuários atendidos diariamente pelos 380 veículos em funcionamento na Capital. Está dentro desse planejamento, ampliar o número de ônibus com ar-condicionado, atingindo 70% da frota no 3º ano de concessão e 100% no fim do 5º ano.

Leia Também:  Primeira-dama Márcia Pinheiro participa de sopão, entrega alimentos e cobertores para 200 famílias

A concorrência pública foi dividida em quatro lotes, vencidos pelas empresas: Integração Transporte LTDA; Caribus Transportes e Serviços LTDA; Rápido Cuiabá Transporte Urbano LTDA e Viação Paraense LTDA. Os ônibus devem ser compostos com wi-fi, quatro câmeras de segurança, plataforma elevatórias para cadeirantes e ar-condicionado. Uma das obrigações das concessionárias é a de reduzir idade média dos ônibus para, no máximo, 5 anos.

Além disso, a implantação da “Frota Limpa” no sistema também está entre as obrigações das vencedoras da licitação. A iniciativa estabelece que, em um prazo máximo de seis meses após o início de operação, as concessionárias vencedoras devem colocar em operação quatro ônibus (elétricos e híbridos), zero quilômetros, do tipo “Padron”, com baixa emissão de poluentes locais e de CO2.

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA