RONDONÓPOLIS

MUNDO

Rússia: Número de mortos em incêndio em mina de carvão vai a 52

Publicados

em


source
Incêndio em mina na Rússia deixa pelo menos 11 mortos
Redes sociais

Incêndio em mina na Rússia deixa pelo menos 11 mortos

Subiu para 52 o número de vítimas de um incêndio em uma mina de carvão na Sibéria, norte da Rússia. Segundo autoridades locais, mais de 200 pessoas já foram salvas pelas equipes de resgate. O número de feridos não foi confirmado. 

Autoridades russas estimam que 285 pessoas estavam na mina Listvyazhnaya, no momento do incidente. A operação de resgate segue em andamento.

Dos 43 feridos até o momento, quatro estão em estado grave, conforme disse o governador regional, Sergei Tsivilev. Outras 46 seguem presas no local.

“De acordo com dados preliminares, vários trabalhadores sofreram envenenamento por fumaça. O número exato de vítimas está sendo investigado”, afirmou o setor regional do Comitê de Investigação da Rússia.

Leia Também:  SP: plano amplia número de leitos exclusivos para covid-19
Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MUNDO

Após erupção, Tonga pode ficar 2 semanas sem aceso à internet

Publicados

em


source
Após erupção, Tonga pode ficar 2 semanas sem aceso à internet
Reprodução

Após erupção, Tonga pode ficar 2 semanas sem aceso à internet

arquipélago de Tonga, pequeno país situado no Pacífico Sul, pode ficar sem internet por mais duas semanas devido à erupção de um vulcão submarino no último sábado (15).

A nação está desconectada do mundo há dois dias, o que dificulta a mensuração dos danos provocados pelas ondas de até 1,2 metro que atingiram seu litoral após a erupção.

De acordo com a Southern Cross Cable, empresa que administra redes de telecomunicações no Oceano Pacífico, um cabo “parece ter sido rompido”. “Podem ser necessárias até duas semanas para o conserto”, acrescentou.

A erupção ocorreu no vulcão submarino Hunga Tonga-Hunga Ha’apai, que fica a 65 quilômetros da capital de Tonga, Nuku’Alofa, e provocou ondas de tsunami por todo o Pacífico, além de ter coberto o arquipélago com uma nuvem de cinzas potencialmente danosa para a saúde.

Leia Também

No entanto, ainda não se sabe exatamente a extensão dos danos provocados pelo fenômeno natural. Os governos de Austrália e Nova Zelândia enviaram aviões de reconhecimento à ilha nesta segunda-feira (17) para avaliar os efeitos da erupção e do tsunami.

Leia Também:  SP: plano amplia número de leitos exclusivos para covid-19

Os dois países também deixaram de prontidão aeronaves para o transporte de itens de emergência. O ministro australiano do Desenvolvimento Internacional, Zed Seselja, disse que um pequeno contingente de policiais do país alocado em Tonga fez um balanço inicial “bastante preocupante”.

“Há danos significativos em coisas como estradas e casas. Do lado positivo, acredito que o aeroporto não sofreu danos significativos”, declarou. Até o momento, também não há notícias sobre mortos ou feridos.

Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA