MUNDO

Covid-19: EUA chega a meio milhão de mortos; “De partir o coração”, diz Biden

Publicados

em


source

Crusoé

Estados Unidos é o país que mais registrou mortes em decorrência da Covid-19
Reprodução: iG Minas Gerais

Estados Unidos é o país que mais registrou mortes em decorrência da Covid-19

Os Estados Unidos alcançaram a marca de 500 mil mortos pelo novo coronavírus (Sars-Cov-2) nesta segunda (22), segundo dados da Universidade Johns Hopkins.

Em pronunciamento, o presidente Joe Biden disse que o número de mortes por Covid-19 é “de partir o coração”. “Peço aos americanos que lembrem dos que perdemos e dos que ficaram para trás”, disse o presidente.

 O presidente pediu, ainda, que os americanos respeitem o distanciamento social, o uso da máscara e que todos se vacinem.

O total é mais do que a soma dos óbitos na Primeira Guerra Mundial, na Segunda Guerra Mundial e na Guerra do Vietnã. O número ainda é menor do que o total de mortos na gripe espanhola, que foi de 675 mil pessoas nos Estados Unidos.

Você viu?

A marca foi alcançada 13 meses após o surgimento do primeiro caso de coronavírus nos Estados Unidos. Para chegar à marca dos primeiros 100 mortos, o país demorou quatro meses. Os últimos 100 mil mortos foram alcançados em apenas 33 dias.

Leia Também:  Após ser roubada, idosa persegue e derruba ladrão com "golpe ninja"; assista

Mas o país também tem observado uma redução no número de novos casos, o que mais adiante pode resultar em um número menor de mortes. No último mês, os Estados Unidos registraram uma queda de 183 mil no número de novos casos de Covid.

Entre os fatores que explicam essa redução estão a adesão a medidas de isolamento social e o uso de máscaras, além da chegada das vacinas .

O Brasil é o segundo país com mais mortos por Covid-19 , 246 mil, seguido pelo México com 180 mil, segundo a Johns Hopkins.

Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MUNDO

Mais sete manifestantes são mortos em Mianmar durante escalada da repressão

Publicados

em


source
Protestos vêm se espalhando desde que militares tomaram o poder e prenderam a cúpula do governo
Foto: Reprodução/Internet

Protestos vêm se espalhando desde que militares tomaram o poder e prenderam a cúpula do governo

Ao menos sete manifestantes foram mortos neste domingo (28) pelas forças de segurança em Mianmar, no dia mais violento dos protestos contra o regime militar.

Os protestos ocorrem porque os militares assumiram o poder após o golpe de Estado de 1º de fevereiro, informaram as equipes de emergência e um ex-deputado.

O golpe, que interrompeu as tentativas de democracia após quase 50 anos de regime militar no país, atraiu centenas de milhares de pessoas às ruas e foi condenado por países ocidentais.

Você viu?

De acordo com a imprensa local, vários feridos foram arrastados por outros manifestantes, deixando manchas de sangue nas calçadas. Um homem morreu depois de ser levado a um hospital com uma bala no peito, disse um médico que pediu para não ser identificado.

Leia Também:  Governos estaduais adotam medidas restritivas para combater covid-19

Vídeos publicados nas redes sociais flagraram a escalada de confrontos entre as forças de segurança. 

Veja (imagens fortes):


Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA