MUNDO

China: órgão oficial faz ‘piada’ com mortes na Índia e gera revolta na web

Publicados

em


source
Publicação provocou a ira de diversas pessoas na rede social
Reprodução/Twitter

Publicação provocou a ira de diversas pessoas na rede social

Uma infeliz tentativa de ‘brincadeira’ acabou gerando revolta na China e forçou o Partido Comunista a retirar do ar uma publicação feita no perfil de um de seus órgãos oficias na rede social Sina Wiebo, equivalente chinês ao Twitter. A postagem, da Comissão Central de Política e Assuntos Jurídicos, usava imagem de um lançamento de um foguete chinês ao lado de uma pira funerária indiana e comparava o uso do fogo nos dois países.

Segundo informações do jornal norte-americano New York Post, a publicação gerou revolta por conta do momento vivido pela Índia , que acompanha o colapso de sua rede de saúde em meio ao aumento dos números de casos confirmados e mortes causadas pela Covid-19 e rapidamente se tornou viral.

“Não acho que seja aceitável que a conta oficial de um órgão do Partido Comunista faça publicações brincando com temas tão sensíveis”, afirmou Hu Xijin, editor-chefe de um dos jornais apoiados pelo partido chinês. “O perfil deveria mostrar simpatia e elevar a bandeira humanitária, melhorando assim a imagem da sociedade chinesa perante outras nações”.

Leia Também:  Tropas israelenses se posicionam na fronteira da Faixa de Gaza

Questionado sobre o episódio, o ministro das Relações Exteriores da China tentou minimizar o ocorrido. Em entrevista à Blommberg, ele disse esperar que a opinião pública dê maior atenção ao que o governo chinês vem fazendo de positivo para ajudar a Índia no combate à pandemia.

Apesar da tentativa de ‘desvio de foco’, a publicação ocorreu no pior momento possível: nesta semana, a Índia ultrapassou o México na lista dos países mais atingidos pela Covid-19, somando agora mais de 218 mil mortes, ficando atrás apenas de EUA e Brasil, além de quase 20 milhões de casos confirmados, segundo dados da Universidade Johns Hopkins.

Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MUNDO

Israel destrói prédio em Gaza que abrigava escritórios de imprensa

Publicados

em


Israel realizou um ataque e destruiu uma torre de 12 andares em Gaza que abrigava os escritórios da Associated Press e de outros meios de comunicação dos Estados Unidos neste sábado (15), alegando que o prédio também foi usado pelo grupo militante islâmico Hamas.

O prédio al-Jalaa na Cidade de Gaza, que também abriga os escritórios da emissora Al Jazeera, do Catar, bem como outros escritórios e apartamentos, foi evacuado depois que o proprietário recebeu um aviso prévio da ataque iminente.

Um jornalista palestino foi ferido no ataque, informou a mídia palestina. Destroços e estilhaços voaram a dezenas de metros de distância.

Os militares israelenses disseram que seus “aviões de combate atingiram um prédio de vários andares que continha ativos militares pertencentes aos escritórios de inteligência da organização terrorista Hamas”.

Eles disseram que haviam fornecido um aviso prévio aos civis no prédio, permitindo que todos saíssem.

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Estudo diz que vacina usada no Japão imuniza contra variantes
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA