MUNDO

Brasil condena ataque a comboio da ONU no Congo

Publicados

em


O governo brasileiro condenou o ataque ao comboio do Programa Mundial de Alimentos (PMA), ocorrido hoje (22), em Goma, na República Democrática do Congo. No atentado, morreram o embaixador da Itália no programa, Luca Attanasio, um policial italiano e um funcionário congolês que dirigia o veículo, que foi atingido por tiros. 

Em nota, o Itamaraty repudiou o ataque e prestou solidariedade aos familiares das vítimas do atentado e ao povo do país. 

“O Brasil reitera seu firme repúdio a todo e qualquer ataque dessa natureza, independentemente de sua motivação, e reafirma seu apoio ao trabalho da Missão da Organização das Nações Unidas para a Estabilização na República Democrática do Congo (Monusco) e aos esforços da comunidade internacional em favor da estabilização e da paz no leste daquele país”, diz a nota.

Edição: Aline Leal

COMENTE ABAIXO:
Leia Também:  Avião com 2 milhões de doses da vacina de Oxford chega ao Brasil
Propaganda

MUNDO

Com receio de teste de paternidade, homem manda irmão no seu lugar e é preso

Publicados

em


source
Christian e Samuel Robinson foram presos por falsidade ideológica
Reprodução DailyMail

Christian e Samuel Robinson foram presos por falsidade ideológica

Com receio de assumir o filho, Christian Robinson, de 26 anos, pediu ao irmão mais novo, Samuel, para que fizesse o teste de DNA no seu lugar. O caso ocorreu na Inglaterra .

Em imbróglio com a ex-companheira, que pedia na Justiça que Christian assumisse a paternidade do filho, o homem solicitou que fosse feito um exame de DNA .

Foi então que Samuel, o irmão mais novo que é soldado do exército britânico, fez o teste em seu lugar, na esperança que o resultado desse negativo.

De fato, com a chegada dos resultados, indicou que o DNA supostamente colhido de Chris deu negativo para o pai, contudo, mostrou que era parente do bebê.

A mãe da criança, confusa com os resultados, afirmou que o jovem da foto que tinha ido até a clínica se parecia muito com uma versão mais nova do ex-companheiro.

Após investigação, os irmãos admitiram a fraude e foram condenados por falsidade ideológica. Christian, pai da criança, foi condenado a pagar cerca de 42 mil reais referentes a pensão que estavam atrasados e a cumprir 18 meses de prisão e Samuel, que teve cargo rebaixado no exército, recebeu pena de 6 meses.

Fonte: IG Mundo

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA