MATO GROSSO

Webinar da Sema debate políticas públicas de educação ambiental nos municípios

Publicados

em


“As Políticas Públicas de Educação Ambiental nos Municípios” foi tema da webinar realizada pela Secretaria Estado de Meio Ambiente (Sema-MT) e teve como convidados a educadora popular, escritora e socióloga Moema Viezzer e o professor, ambientalista e biológo Marcos Sorrentino. O seminário está disponível no Youtube, no canal da Sema.

A webinar é parte do curso “Municipalização da Educação Ambiental: Cenários estruturantes, Leis e Programas -2020” que teve 233 inscritos de diversos estados brasileiros. Apesar do curso ter ficado disponível apenas para os inscritos, as lives foram abertas ao público em geral. A secretaria adjunta de gestão ambiental, Luciane Bertinatto, deu as boas-vindas aos participantes do segundo seminário destacando que uma das principais metas de governo é fazer com que a política ambiental possa efetivamente ser inserida nos municípios como determina a lei.

“É importante ter multiplicadores locais e fazer com que municípios estabeleçam planos e projetos de educação ambiental que promovam o envolvimento da sociedade. Nosso foco principal é capacitar cada vez mais pessoas em todas as regiões do Estado para que se possa ter esse trabalho dividido, as ações multiplicadas e projetos aplicados onde realmente ele acontece, que é nos municípios”, afirmou Luciane.

Mato Grosso foi pioneiro no processo de elaboração e revisão da Política de Educação Ambiental e também no processo de municipalização, destacou Marcos Sorrentino.

“Para se formular políticas públicas que contribuam com a educação ambiental ela deve ser permanente, continuada, articulada e com a totalidade da população de munícipes. O papel do município é educar toda a sua comunidade, criar projetos que estabeleça a participação e chegue a totalidade dos habitantes do território”, explicou.

Leia Também:  Webinar da OAB celebra marcos históricos da democracia no Brasil

Moema Viezzer citou a importância de princípios e valores na educação ambiental. A escritora destaca a relevância de dois documentos, a Carta da Terra e o Tratado de Educação Ambiental, para se pensar na educação ambiental nos municípios.

“Precisamos sair dessa visão antropocêntrica e para isso é necessário revisar nossa forma de agir para que a educação ambiental possa chegar realmente nos municípios. Temos que pensar novas formas, temos tecnologia para isso, sempre observando dois verbos, prevenir e regenerar. É preciso criar, a partir de princípios que já temos, uma visão socio ambiental diferente e também inserir novas políticas públicas de acordo com o momento que estamos vivendo”.

A mediadora da Webinar, Vânia Montalvão, Superintendente de Educação Ambiental e atendimento ao cidadão da Sema, ressaltou a alegria de ter participação de representantes de todas as regiões do Brasil. “O grande número de inscrições envolvendo diferentes estados brasileiros demonstra o interesse da sociedade e a relevância da Educação Ambiental na gestão das políticas ambientais nos dias atuais”.

Curso

O assunto central do curso “Municipalização da Educação Ambiental: Cenários estruturantes, Leis e Programas -2020”, dividido em dois módulos, foi a implementação da política ambiental dos municípios. Ao fim de cada etapa foi realizada uma webinar com convidados para debater as dinâmicas apresentadas durante a capacitação. O primeiro seminário, que encerrou o ciclo inicial, teve como tema “Educação Ambiental e Políticas Públicas Ambientais”.

Leia Também:  Governo de Mato Grosso adianta para o dia 16 de dezembro o pagamento do 13º salário

Na primeira parte o curso trouxe reflexões sobre os contextos e desafios socioambientais no mundo atual, a importância das leis e programas, o entrelaçamento da Educação Ambiental e das políticas ambientais na gestão municipal, além das experiências e projetos de Educação Ambiental que tiveram bom êxito e foram resultantes dos cursos ofertados pela Sema nos últimos anos em todo o Estado.

No segundo módulo, o curso avançou para uma dinâmica prática do processo de construção dos marcos normativos para a regularização da Política de Educação Ambiental nos municípios. Para a obtenção do certificado de 20 horas foi necessário a realização dos dois módulos, divididos em 10 horas cada.

As atividades foram realizadas por meio de videoaula, textos, WhatsApp, fóruns, indicação de filmes, entre outros e tem como base a Lei nº 10.903/2019 que institui a Política Estadual de Educação Ambiental de Mato Grosso. O objetivo do curso foi fomentar a estruturação da Política de Educação Ambiental nos municípios com a compreensão do sistema indissolúvel da relação ambiental, social, econômica e cultural para formação de sociedades sustentáveis.

A Superintendência de Educação Ambiental e atendimento ao cidadão da Sema, responsável pelo curso e webinar, informou que diante da grande demanda, novos cursos serão ofertados ainda este ano para atender aos que não conseguiram efetivar a inscrição nesta qualificação.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Domingo (29): Mato Grosso registra 158.417 casos e 4.134 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (29.11), 158.417 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.134 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 103 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 158.417 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 2.488 estão em isolamento domiciliar e 151.346 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 127 internações em UTIs públicas e 131 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 31,51% para UTIs adulto e em 15% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (34.950), Rondonópolis (11.707), Várzea Grande (11.231), Sinop (8.295), Sorriso (6.759), Lucas do Rio Verde (6.173), Tangará da Serra (6.102), Primavera do Leste (5.269), Cáceres (3.623) e Nova Mutum (3.361).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  MTI lança edital de chamamento público para contratação de empresa especializada em plataformas checkpoint

O documento ainda aponta que um total de 123.762 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 152 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No último sábado (28), o Governo Federal confirmou o total de 6.290.272 casos da Covid-19 no Brasil e 172.561 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 6.238.350 casos da Covid-19 no Brasil e 171.974 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. 

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de domingo (29). 

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde. 

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia Também:  Em 10 anos, Senar atende mais de 1 milhão de produtores com educação a distância

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA