MATO GROSSO

Sexta-feira (26): Mato Grosso registra 249.969 casos e 5.769 óbitos

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (26.02), 249.969 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.769 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.525 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 249.969 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 8.949 estão em isolamento domiciliar e 233.977 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 380 internações em UTIs públicas e 358 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 83,70% para UTIs adulto e em 41% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (53.595), Rondonópolis (19.178), Várzea Grande (15.863), Sinop (12.878), Sorriso (10.301), Tangará da Serra (9.973), Lucas do Rio Verde (9.317), Primavera do Leste (7.392), Cáceres (5.545) e Nova Mutum (5.063).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Dia Nacional de Combate ao Bullying é celebrado nesta quarta-feira

O documento ainda aponta que um total de 214.985 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 984 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última quinta-feira (25), o Governo Federal confirmou o total de 10.390.461 casos da Covid-19 no Brasil e 251.498 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 10.324.463 casos da Covid-19 no Brasil e 249.957 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de sexta-feira (26).

Recomendações

Já há uma vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia Também:  Falsos dilemas levaram Mato Grosso a ter a 3ª maior mortalidade por covid-19 do país, diz Lúdio

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Polícia Civil localiza mais R$ 150 mil em defensivos agrícolas em região de mata, em Diamantino

Publicados

em


Mais uma expressiva quantidade de defensivos agrícolas de origem ilícita foi encontrada pela Polícia Civil nesta quinta-feira (08.04), no município de Diamantino (208 km a médio-norte de Cuiabá), em continuidade à investigação da Gerência de Combate ao Crime Organizado (GCC0).

O material, avaliado em aproximadamente R$ 150 mil, foi encontrado escondido em uma região de mata, nas proximidades da fazenda que foi alvo da operação realizada na última terça-feira pela gerência.

Na ocasião, a equipe da GCCO apreendeu aproximadamente seis mil litros de defensivos agrícolas roubados de uma fazenda do município de Sapezal no dia 08 de março.

Em continuidade as investigaões, na manhã desta quinta-feira (08), os policiais da GCCO receberam informações de que haveria mais produtos de origem ilícita abandonados em uma região de mata nas proximidades da fazenda.

Com base na denúncia, as equipes foram até o local e conseguiram realizar a apreensão dos produtos. Ainda não é possível afirmar a origem do produto e se foi subtraído de alguma propriedade da região.

Leia Também:  EIA/RIMA das indústrias de etanol de milho serão divulgados durante Audiências Públicas

Segundo o delegado da GCCO, Vitor Hugo Bruzulato Teixeira, há indícios de que parte do defensivo encontrado seja falsificado e outra parte possivelmente roubado de alguma fazenda da região.

“As investigações estão bem avançadas para identificar e prender esse grupo criminoso que vem atuando na região de Diamantino, Sapezal, Campo Novo e outras cidades do interior. O material apreendido será trazido para Cuiabá e vamos checar lote por lote e confrontar com registros de ocorrências de furtos ou roubos na região”, disse.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA