MATO GROSSO

Ponte Branca comemora aniversário com parcerias estaduais em infraestrutura, segurança e assistência social

Publicados

em


Os 1.550 habitantes de Ponte Branca, localizada às margens do Rio Araguaia, no leste mato-grossense, a 500 quilômetros de Cuiabá, comemoram seu 68º aniversário nesta quarta-feira (28.07), com parcerias do Governo do Estado em infraestrutura, segurança e assistência social.

Por meio da Secretaria de Estado de Infraestrutura e Logística (Sinfra-MT), foi concluída a superestrutura da ponte de concreto na MT-100 sobre o Córrego Sete Voltas, com 60,5 metros de extensão, com investimento de R$ 4 milhões.

O município também está sendo beneficiado com a pavimentação de 49,3 quilômetros da MT-100 – 29,3 quilômetros no sentido Araguainha e 20 quilômetros no sentido Ribeirãozinho, a partir do entroncamento da MT 463, no município.

Como integrante do Consórcio Intermunicipal Portal do Araguaia, foi também beneficiada, ao lado de outros oito municípios, com a entrega de maquinários (três motoniveladoras, uma escavadeira e uma pá carregadeira), a serem utilizados na manutenção de 847 quilômetros de rodovias não pavimentadas.

Integrante do Consórcio Intermunicipal Portal do Araguaia, Ponte Branca terá acesso a maquinários  para manutenção de rodovias não pavimentadas. Foto Michel Alvim

Assistência Social

Por meio da Secretaria de Estado de Trabalho e Assistência Social (Setasc), além da entrega de 126 cartões do Ser Família Emergencial, foram doados a famílias carentes do município 800 cestas básicas entre 2020 e 2021 pelo programa Vem Ser Mais Solidário e 911 cobertores, pelo Aconchego.

Leia Também:  1ª Semana Estadual da Pessoa com Deficiência será lançada nesta terça-feira (21) em Vila Bela

Segurança

Ponte Branca é um dos 50 municípios a serem beneficiados com a implantação de radiocomunicação digital, pela Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP). Esta é a terceira etapa do Projeto, que prevê todo o Estado utilizando a ferramenta até o próximo ano. 

Saúde e repasses

A Secretaria de Estado de Saúde (SES) repassou ao município 125 testes rápidos para detecção do coronavírus e medicamentos para combatê-lo, num total de 5.768 comprimidos, entre azitromicina (709), ivermectina (567) e dipirona (4.492), também distribuído em gotas, com 110 frascos.              

Entre 2020 e 2021, o Governo do Estado repassou R$ 6,5 milhões aos cofres municipais em ICMS, IPVA e Fethab; R$ 1,22 milhão em assistência social, transporte escolar e emendas parlamentares entre 2019 e 2020; e R$ 263,29 mil em fundos de saúde entre 2019, 2020 e 2021.

Economia

A administração pública é a principal responsável pela composição do Produto Interno Bruto (PIB) Municipal. Com R$ 13,2 milhões registrados em 2018, de acordo com o IBGE, respondeu por mais da metade da massa total de R$ 25,019 milhões. Serviços (R$ 6,3 milhões), agropecuária (R$ 3,2 milhões), impostos (R$ 1,556 milhão) e indústria (R$ 712 mil) fecharam a soma. O PIB per capita é de R$ 15.617,78.

Leia Também:  Aceleradora e incubadora seleciona artista para assessoria de carreira musical

No ano seguinte (2019), os dados do IBGE apontam que 35 empresas pagaram R$ 4,6 milhões entre salários e outras remunerações a 203 pessoas ocupadas (12,9% da população), das quais 175 assalariadas.  Média de dois salários mínimos mensais.

Também em 2019, a pecuária de Ponte Branca contava com um rebanho bovino com 26,2 mil cabeças, entre as quais 1,387 mil vacas ordenhadas com 2,53 milhões de litros de leite; rebanho galináceo com 6,55 mil cabeças, entre as quais 5,46 mil galinhas com 33 mil dúzias de ovos, além 2.017 suínos (384 matrizes), 633 equinos e 510 ovinos.

Na agricultura, produziu, no mesmo ano, 800 toneladas de cana-de-açúcar, 200 de mandioca  e 353 de soja (353). Contava ainda com 122 hectares com plantação de eucalipto e extraiu 2,9 mil m3 de lenha.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

SES realiza mutirão de cirurgias eletivas no Hospital Estadual Santa Casa

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) irá promover o primeiro mutirão de cirurgias eletivas após o início da pandemia da Covid-19. O Hospital Estadual Santa Casa realizará 55 cirurgias gerais entre sexta-feira (24.09) e sábado (25.09) – serão realizadas cirurgias de hérnia e vesícula. 

Para dar celeridade ao processo pré-operatório, a unidade hospitalar também oferecerá, nos dias 23 e 24 de setembro, um mutirão de consultas ambulatoriais em cirurgia geral. O atendimento aos pacientes seguirá a ordem de espera do Sistema de Regulação. 

Os mutirões integram o Programa Mais MT Cirurgias, anunciado em julho de 2021 pelo Governo de Mato Grosso. Com a queda na taxa de ocupação de leitos exclusivos para Covid-19, a SES destinou parte dos leitos do Hospital Estadual Santa Casa, em Cuiabá, para a execução do Plano Estadual de Retomada de Cirurgias Eletivas. 

A proposta do Plano é orientar as gestões municipais e unidades hospitalares para o retorno consciente e seguro dos procedimentos eletivos ambulatoriais, clínicos e cirúrgicos pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em Mato Grosso. 

Leia Também:  Mato Grosso é primeiro estado a receber programa federal Rios+Limpos

Neste contexto, o Governo do Estado convidou prefeitos e secretários de Saúde dos 141 municípios a atualizarem a lista de espera por cirurgias eletivas, para que, de forma gradativa e articulada, seja possível intensificar a realização de procedimentos não urgentes. 

O Programa Mais MT Cirurgias prevê um investimento de R$ 105 milhões e tem como objetivo reduzir drasticamente a fila por procedimentos eletivos no Estado.

Contexto

As cirurgias eletivas estiveram suspensas por mais de um ano em Mato Grosso. A medida foi adotada por meio de Decreto Estadual nº 413 de 18 de março de 2020, que visou à priorização do atendimento aos pacientes com coronavírus e à prevenção da superlotação de leitos hospitalares nas redes pública e privada. 

Com um quadro mais favorável devido à queda da taxa de ocupação de leitos exclusivos para o tratamento do Covid-19, o Governo revogou o decreto do ano passado por meio de outro decreto publicado em julho deste ano.

Atualmente, o Estado registra uma ocupação de 41% dos leitos de UTI e 14% dos leitos de enfermaria específicos para Covid-19 pelo SUS em Mato Grosso.

Leia Também:  Cão morre após fazer ponte aérea Rio-SP e dona acusa companhia por maus-tratos
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA