MATO GROSSO

Piscicultor recebe assistência da Empaer para criação de tilápias em caixas d´água

Publicados

em


Com um sistema de conjunto de caixas d´água associado à filtragem da água (de forma mecânica e biológica) a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) vem prestando assistência técnica a um piscicultor na cidade de Nortelândia (a 240 km de Cuiabá).

Com dois meses e meio de trabalho, os 336 peixes, que dividem uma área de 32 metros quadrados em quatro metros cúbicos de água, já pesam 200 gramas. A expectativa é que em mais cinco meses e meio estejam prontos para consumo.  Em um tanque convencional seria necessário uma área de 155 metros quadrados e os peixes estariam prontos para consumo entre oito e 10 meses.

O piscicultor e empresário Ronaldo da Silva Texeira explica que quando procurou ajuda de um técnico da Empaer seu objetivo era construir vários tanques no fundo da sua pousada, mas foi orientado a ter cautela e a construir apenas um e aprender a trabalhar com a Piscicultura em Sistema RAIS (Sistema de Recirculação de Água).

“Achei interessante e até desisti do tanque. Iniciamos todo processo e estou bem animado. Exige dedicação e trabalho diário, além de ser complexo, mas, com a assistência, minhas dúvidas são sanadas. Fiquei surpreso por não ter perda de alevino e a cada dia os peixes estão crescendo e logo vamos iniciar com a ração de engorda, por enquanto, estão na ração de crescimento”, destaca Ronaldo.

Leia Também:  Auxílio Brasil: veja quem recebe o benefício nesta sexta-feira

O técnico da Empaer Rafael de Assis Simões destaca que o sistema não é barato e exige investimento. Até o momento, o produtor já desembolsou R$ 6 mil entre alevinos, bombas e materiais, mas já tinha algumas caixas d´agua e canos que foram reaproveitados.

“É um sistema de filtragem que usa pouca água, com foco na alimentação de subsistência. No caso do Ronaldo, que tem uma pousada e um restaurante, vai unir o útil e o agradável”.

Rafael de Assis explica que o povoamento dos alevinos começou em agosto e para cada metro cúbico de água são 83 peixes. O acompanhamento técnico é periódico. “Eu já vinha estudando o Sistema de Recirculação de Água há dois anos e quando surgiu a oportunidade de uma assistência técnica pude colocar em prática o meu conhecimento. O sistema permite reduzir custo com água e energia é ideal para a agricultura familiar, mas é necessário investimento inicial alto”.

Na prática

São utilizados como tanques de cultivo quatro caixas d’água de mil litros e mais três caixas de mil litros para o filtro mecânico/ biológico. O transporte da água entre os tanques de cultivo e o filtro ocorre por tubos de PVC através da pressão pneumática e uma bomba de 12 mil litros/hora, devolve a água do filtro para as caixas de cultivos. A bomba d´água fica ligada 24 horas por dia.

Leia Também:  CGE inicia inscrições para seletivo de analista de tecnologia da informação

O acompanhamento técnico é periódico                             Foto: Emaper 

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Dezessete motoristas são presos por embriaguez ao volante durante Lei Seca em Cuiabá

Publicados

em


Dezessete motoristas foram presos na madrugada deste domingo (28.11), após serem flagrados embriagados, durante a 72ª edição da Operação Lei Seca. Dois destes motoristas, ainda tiveram o agravante de desacatar os servidores públicos que trabalhavam durante a ação, que ocorreu na Av. Manoel José de Arruda, no bairro São Matheus, em Cuiabá.

O crime de desacato ao funcionário público no exercício da função ou em razão dela está previsto no Artigo 331 do Código Penal e a pena pode variar entre seis meses a dois anos de detenção ou multa.

A operação fiscalizou 110 veículos, realizando igualmente 110 testes de alcoolemia. Um total de 75 Autos de Infração de Trânsito (AITs) foram lavrados, sendo 26 por condução de veículo sob efeito de álcool, 26 por condução de veículo sem registro ou não licenciado, oito por condução de veículo sem possuir habilitação para tal, oito por recusa à realização do teste de alcoolemia e sete por motivos diversos.

Do total de veículos fiscalizados, 46 foram autuados e 45 foram removidos, sendo 40 carros e 5 motocicletas. A iniciativa também recolheu 22 documentos, sendo 19 Carteiras Nacionais de Habilitação (CNHs) e três Comprovantes de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV).

Leia Também:  Auxílio Brasil: veja quem recebe o benefício nesta quinta-feira

A Operação Lei Seca é uma ação integrada, coordenada pelo Gabinete de Gestão Integrada da Secretaria de Estado de Segurança Pública (GGI/Sesp) e nesta edição contou com a participação do Batalhão de Trânsito da Polícia Militar, da Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran), do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), da Polícia Penal e da Secretaria Municipal de Mobilidade Urbana (Semob).

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA