MATO GROSSO

PGE entrega brinquedos para crianças atendidas por instituições de Cuiabá

Publicados

em


Em comemoração ao Dia das Crianças, servidores da Procuradoria-Geral do Estado (PGE) entregaram brinquedos e livros para crianças atendidas por instituições de Cuiabá. Os brinquedos foram arrecadados durante a campanha “Quarentena do Desapego”, que envolveu os servidores da PGE e alguns parceiros.

Foram presenteadas com os brinquedos 44 crianças atendidas pela entidade filantrópica Comunidade Alma Missionária, 70 crianças da creche Professor João Crisóstomo de Figueiredo, localizado no bairro Doutor Fábio, e outras 20 crianças filhas de colaboradores da PGE que atuam nos serviços gerais e de reeducandos.

O procurador-geral da PGE, Francisco Lopes, destacou a importância da campanha para atender crianças carentes e parabenizou a equipe da PGE pela iniciativa.

“Todos os servidores da PGE foram parceiros e solidários nesta campanha, contribuindo para que as expectativas iniciais de arrecadação fossem ultrapassadas, o que possibilitou que não só as instituições de apoio fossem contempladas, mas os filhos e filhas das nossas colaboradoras do serviço geral também pudessem receber uma lembrança nesta data. Parabéns a todos e que venham outras iniciativas de apoio e solidariedade aos mais necessitados”.

Leia Também:  Projeto institui programa "Ônibus da Saúde da Mulher e do Homem"

Segundo a diretora-geral da PGE, Soraya Queiroz, a campanha teve como finalidade ajudar algumas instituições da Capital, doando brinquedos e um pouco de alegria às crianças atendidas por cada uma delas.

“O ato de doar contribui efetivamente com a transformação para o melhor da sociedade, das instituições e, principalmente, das pessoas. Todos nós ganhamos com esse ato de amor”.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Piscicultor recebe assistência da Empaer para criação de tilápias em caixas d´água

Publicados

em


Com um sistema de conjunto de caixas d´água associado à filtragem da água (de forma mecânica e biológica) a Empresa Mato-grossense de Pesquisa, Assistência e Extensão Rural (Empaer) vem prestando assistência técnica a um piscicultor na cidade de Nortelândia (a 240 km de Cuiabá).

Com dois meses e meio de trabalho, os 336 peixes, que dividem uma área de 32 metros quadrados em quatro metros cúbicos de água, já pesam 200 gramas. A expectativa é que em mais cinco meses e meio estejam prontos para consumo.  Em um tanque convencional seria necessário uma área de 155 metros quadrados e os peixes estariam prontos para consumo entre oito e 10 meses.

O piscicultor e empresário Ronaldo da Silva Texeira explica que quando procurou ajuda de um técnico da Empaer seu objetivo era construir vários tanques no fundo da sua pousada, mas foi orientado a ter cautela e a construir apenas um e aprender a trabalhar com a Piscicultura em Sistema RAIS (Sistema de Recirculação de Água).

“Achei interessante e até desisti do tanque. Iniciamos todo processo e estou bem animado. Exige dedicação e trabalho diário, além de ser complexo, mas, com a assistência, minhas dúvidas são sanadas. Fiquei surpreso por não ter perda de alevino e a cada dia os peixes estão crescendo e logo vamos iniciar com a ração de engorda, por enquanto, estão na ração de crescimento”, destaca Ronaldo.

Leia Também:  'A Fazenda 13': Gui Araújo entrega detalhes de suposto affair com Jade Picon

O técnico da Empaer Rafael de Assis Simões destaca que o sistema não é barato e exige investimento. Até o momento, o produtor já desembolsou R$ 6 mil entre alevinos, bombas e materiais, mas já tinha algumas caixas d´agua e canos que foram reaproveitados.

“É um sistema de filtragem que usa pouca água, com foco na alimentação de subsistência. No caso do Ronaldo, que tem uma pousada e um restaurante, vai unir o útil e o agradável”.

Rafael de Assis explica que o povoamento dos alevinos começou em agosto e para cada metro cúbico de água são 83 peixes. O acompanhamento técnico é periódico. “Eu já vinha estudando o Sistema de Recirculação de Água há dois anos e quando surgiu a oportunidade de uma assistência técnica pude colocar em prática o meu conhecimento. O sistema permite reduzir custo com água e energia é ideal para a agricultura familiar, mas é necessário investimento inicial alto”.

Na prática

São utilizados como tanques de cultivo quatro caixas d’água de mil litros e mais três caixas de mil litros para o filtro mecânico/ biológico. O transporte da água entre os tanques de cultivo e o filtro ocorre por tubos de PVC através da pressão pneumática e uma bomba de 12 mil litros/hora, devolve a água do filtro para as caixas de cultivos. A bomba d´água fica ligada 24 horas por dia.

Leia Também:  Gefron impede que três veículos roubados sejam levados para a Bolívia

O acompanhamento técnico é periódico                             Foto: Emaper 

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA