MATO GROSSO

Macaca vítima de atropelamento é resgatada em Guarantã do Norte

Publicados

em


Uma macaca da espécie cuxiú-de-nariz-branco foi resgatada às margens da rodovia BR-163. A primata foi entregue pela população ao Corpo de Bombeiros Militar que acionou a regional da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema) em Guarantã do Norte, 730 km ao Norte de Cuiabá.

O animal recebeu os primeiros atendimentos em uma clínica particular no município e ontem (16) seguiu para o campus de Sinop da Universidade Federal de Mato Grosso. A jovem fêmea aparenta ter sido vítimas de maus tratos. Por ser dócil e apresentar subnutrição, há suspeita de que tenha sido domesticada ilegalmente.

A Coordenadoria de Fauna e Recursos Pesqueiros da Sema já acionou Centro Nacional de Primatas para que a macaca receba os devidos encaminhamentos assim que tiver alta hospitalar. O cuxiú-de-nariz-branco é uma espécie quase ameaçada de extinção nativo da região Sul da Floresta Amazônica. É um primata pequeno, de até 3 quilos, e normalmente vive em bandos de até 40 indivíduos.

A Sema orienta a população a não tentar domesticar animais de vida livre. Manter animais silvestres em cativeiro sem a devida anuência dos órgãos ambientais é ilegal e traz prejuízos à saúde do animal e ao desenvolvimento do animal, como estresse e subnutrição, podendo, inclusive, leva-lo a óbito.

Leia Também:  Governo dá início à construção da ponte de concreto sobre o Rio Bandeira
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Sexta-feira (30): Mato Grosso registra 143.325 casos e 3.846 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta sexta-feira (30.10), 143.325 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 3.846 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 278 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 143.325 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 5.269 estão em isolamento domiciliar e 133.721 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 148 internações em UTIs públicas e 135 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 36,72% para UTIs adulto e em 15% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (29.223), Rondonópolis (10.599), Várzea Grande (10.043), Sinop (7.104), Sorriso (6.332), Lucas do Rio Verde (5.893), Tangará da Serra (5.694), Primavera do Leste (4.939), Cáceres (3.473) e Campo Novo do Parecis (2.887).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Policiais prendem homem que agrediu esposa e ameaçou outra vítima com facão e machado

O documento ainda aponta que um total de 115.464 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 482 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última quinta-feira (29), o Governo Federal confirmou o total de 5.494.376 casos da Covid-19 no Brasil e 158.969 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 5.468.270 casos da Covid-19 no Brasil e 158.456 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de sexta-feira (30).

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca do novo coronavírus. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo coronavírus. Entre as medidas estão:

Leia Também:  Batalhão Ambiental identifica desmatamento em propriedade particular em Ribeirão Cascalheira

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA