MATO GROSSO

Hospital Regional de Rondonópolis passa a ofertar serviço de hemodiálise

Publicados

em


.

O Hospital Regional “Irmã Elza Giovanella”, de Rondonópolis, é a segunda unidade hospitalar do Estado a ofertar o serviço avançado de hemodiálise aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS) de Mato Grosso. O Sistema Gênius, que passa a ser disponibilizado aos pacientes internados na unidade, existe em apenas 41 hospitais do Brasil e é considerado moderno e seguro. 

Com um investimento anual de aproximadamente R$ 216 mil, a Secretaria Estadual de Saúde (SES-MT) poderá ofertar mais qualidade de vida aos pacientes da Região Sul do Estado que necessitam do serviço de hemodiálise. 

“É um avanço significativo para o Estado e para a região. O incremento promove mais qualidade de vida aos usuários do SUS, pois descentraliza a oferta do tratamento – que, neste caso, será realizado em pacientes internados na unidade hospitalar. Reforço que a atual gestão não tem medido esforços para ofertar serviços de qualidade nos Hospitais Regionais”, declarou o secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo. 

O novo serviço foi idealizado pela atual gestão da SES quando a secretária Adjunta de Gestão Hospitalar, Caroline Dobes, ainda estava à frente da direção geral do Hospital Regional de Rondonópolis. “Naquela ocasião, foi possível a contratualização de um sistema de hemodiálise inovador, que oferece um tratamento com mais eficácia e resulta em mais qualidade de vida para o paciente, sendo que o processo de aquisição se encerra agora, com sucesso”, relatou Caroline.

Leia Também:  Setor de turismo de negócios e eventos discute plano de retomada

De acordo com a atual diretora do Hospital Regional, Kênia de Lima Gomes, o procedimento de aquisição ocorreu por meio de adesão a uma Ata de Registro de Preços, da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). 

A SES-MT contratualizou a aquisição do kit dialisador, com cessão de equipamentos em regime de comodato, para que esse sistema pudesse ser oferecido aos pacientes. O valor exato do contrato por 12 meses é de R$ 216.650,80 e o custo unitário de um kit dialisador é de R$ 401,02. 

Para receber os novos equipamentos, foi necessário adequar um espaço específico para a instalação dos itens. As máquinas são móveis, manuseadas e levadas à beira-leito para a diálise do paciente, sem que haja a necessite deslocá-lo.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Iniciativa privada cede colaboradores e maquinários para ajudar no combate aos incêndios no Pantanal

Publicados

em


.

Os empresários da região da Transpantaneira estão auxiliando no combate aos incêndios no Pantanal. Fazendeiros estão cedendo colaboradores para operar as máquinas que farão os aceiros – desbaste de vegetação que impede a propagação do fogo.

“Já temos dois profissionais prontos para iniciar o trabalho nessa missão importante de combate ao fogo e logo haverá mais. Atendemos a demanda do Corpo de Bombeiros, em ação conjunta com a Secretaria de Meio Ambiente, que irá enviar maquinários apreendidos em Mato Grosso para a região”, diz Jefferson Moreno, secretário adjunto de Turismo.

A pasta é vinculada à secretaria de Desenvolvimento Econômico, que está articulando o apoio dos empresários, fazendeiros e moradores da região do Pantanal para este trabalho junto às forças de combate.

Na sexta-feira (07.08), foi deflagrada a Operação Pantanal 2, fruto de uma ação conjunta entre Governo de Mato Grosso, Forças Armadas, Ibama, Governo de Mato Grosso do Sul. Para a força-tarefa que já está atuando no local estão previstos a utilização de dois helicópteros e duas aeronaves do Corpo de Bombeiros Militar de Mato Grosso (CBMMT), uma aeronave do Ciopaer, uma aeronave do Sesc Pantanal e maquinários. Estiveram presentes o secretário de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, e a secretária de Meio Ambiente, Mauren Lazzaretti.

Leia Também:  Iniciativa privada cede colaboradores e maquinários para ajudar no combate aos incêndios no Pantanal

O efetivo empregado na iniciativa é de 31 bombeiros militares de Mato Grosso, 12 bombeiros militares de Mato Grosso do Sul, 16 fuzileiros navais, além do apoio de 10 brigadistas do Ibama, podendo ter o efetivo aumentado, dependendo das condições encontradas durante a força-tarefa.

“O Pantanal é uma região extremamente importante para Mato Grosso. Lá temos quase 15% do rebanho do Estado e também é um rico atrativo turístico. Este trabalho dos militares do Corpo de Bombeiros, Marinha, Forças Armadas e moradores e empresários é essencial para resguardamos a fauna e flora riquíssima do Pantanal”, diz César Miranda, secretário de Desenvolvimento Econômico.

As pousadas Piuval, Rio Claro, Recanto do Jaguar, Pousada do Neco, Pousada Porto Jofre, os hotéis Santa Rosa, Pantanal Mato Grosso Hotel, Hotel Sesc Pantanal e as fazendas São João, Comitivas, São Miguel, Samambaia, a prefeitura municipal de Poconé, entre outros, estão contribuindo com o Governo de Mato Grosso para salvar o Pantanal.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLÍCIA

FAMOSOS

MAIS LIDAS DA SEMANA