MATO GROSSO

Governo de Mato Grosso lamenta morte do artista Adir Sodré

Publicados

em


.

O Governo de Mato Grosso, por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer, lamenta profundamente a morte do artista mato-grossense Adir Sodré. Um ícone das artes plásticas que retrata a cultura regional, Adir faleceu no fim da tarde desta segunda-feira, em sua residência, em Cuiabá.

Ainda não há informações oficiais sobre a causa da morte.

“É uma imensa perda para a cultura mato-grossense. Um homem que sempre esteve além do seu tempo. Um artista com um potencial incrível e que teve sua arte reconhecida, não apenas em Mato Grosso, mas no Brasil e no Museu de Arte Moderna de Paris. Adir Sodré fará muita falta para a nossa cultura e para os amigos e familiares”, destacou o secretário de Cultura, Esporte e Lazer, Alberto Machado, o Beto Dois a Um.

O local do velório do artista, que nasceu em Rondonópolis e tinha 58 anos, ainda não foi informado.

Trajetória

Pintor e desenhista, em 1977, frequentou o Ateliê Livre da Fundação Cultural de Mato Grosso, onde fora orientado por Humberto Espíndola (1943) e Dalva (1935).

Leia Também:  Governo proíbe entrada de estrangeiros em voos provenientes da Índia

Nos dois anos seguintes integrou, com Gervane de Paula e outros artistas, um grupo que procurou renovar a arte mato-grossense. Nessa época, participou de exposições coletivas organizadas pelo Museu de Arte e de Cultura Popular da Universidade Federal do Mato Grosso (MACP/UFMT).

Participou também, entre outras, das coletivas Como Vai Você, Geração 80?, na Escola de Artes Visuais do Parque Lage (EAV/Parque Lage), Rio de Janeiro, em 1983, e Modernidade, Arte Brasileira no Século XX, no Museu de Arte Moderna de Paris, em 1987. Em sua produção aborda temas relacionados à cultura regional.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Comandantes regionais discutem investimentos e redução dos índices de roubos e homicídios

Publicados

em


Comandantes regionais e das unidades da Polícia Militar se reuniram nesta sexta-feira(15.05), no Quartel do Comando Geral, em Cuiabá, para discutir temas como redução dos índices criminais, investimentos em fardamento, armamentos, infraestrutura, padronização de procedimentos, entre outras questões.

Na abertura da reunião, o comandante-geral da PM, coronel Jonildo José de Assis, parabenizou os comandantes regionais pelo empenho nas ações preventivas e de repressão à violência apontando os resultados alcançados. Assis citou como exemplo o aumento na apreensão de drogas, que nos dados gerais passou dos 150%. Já a queda dos índices de homicídios e roubos, de 31% e 24%, em 2019 e 2020, também foi abordada e elogiada pelo comandante.

Ele também salientou o esforço coletivo dentro da instituição para cumprir a missão de prevenir a Covid-19, orientando e fazendo a população entender a necessidade do cumprimento das medidas restritivas.

No caso dos homicídios dolosos, os comandos regionais com maiores percentuais de redução foram: 5º Comando Regional de Barra do Garças, com queda de 31%; 6º Comando Regional de Cáceres, com 24%; e 15º Comando Regional de Peixoto de Azevedo, com 22%.

Leia Também:  Trabalho de Neri Geller representa avanços para o Meio Ambiente e vai destravar importantes projetos para MT, afirma Mauro Mendes

Nos índices de roubos a redução foi maior de 45%, no 3º Comando Regional, com sede em Sinop, seguido do 4º CR de Rondonópolis, onde registrou queda de 38%. Terceiro colocado, o 2º CR de Várzea Grande, computou 36% a menos no número de roubos.

De acordo o com coronel Carlos Eduardo Pinheiro da Silva, subchefe de Estado Maior Pinheiro, esses encontros presenciais ocorrem semestralmente, mas por causa da pandemia vinham sendo realizados de forma virtual.

Esse encontro é o primeiro presencial desde o agravamento dos índices da Covid-19. “São importantíssimos para a troca de informações, avaliação do planejamento e a adoção de novas estratégias de policiamento,conforme as necessidades apresentadas”.

Sobre o fardamento, o coronel Pinheiro explicou que o processo de aquisição pelo Governo do Estado está sendo finalizado, incluindo os destinados para as unidades especializadas. Em breve todos os policiais estarão usando as novas fardas. Além de mais conforto aos policiais, o fardamento instituíra a identidade visual do efetivo.

Os coronéis Assis, Pinheiro e Francyanne entregaram certificados de reconhecimento aos comandantes dos CR’s que contribuíram no resultado de queda dos índices criminais. Receberam os certificados por maior dedução de roubos os comandantes: Wesney Sodré(3º CR), Wendel Sódré(4º CR) e Wankley Rodrigues(2ºCR). Pela queda dos índices de homicídios dolosos os comandantes:  Souza(5º CR), Tapajós (6º CR) e James Ferreira(15ºCR).

Leia Também:  Covid-19: Vacina da Pfizer teria impedido a morte de 14 mil brasileiros

 

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA