MATO GROSSO

Estruturas móveis de segurança são utilizadas em grandes eventos e operações em MT

Publicados

em


Adquiridas para utilização durante os jogos da Copa do Mundo de 2014 em Cuiabá, as estruturas móveis da Secretaria de Estado de Segurança Pública (Sesp-MT) continuam em plena operação, desta vez na realização de grandes eventos. Dois exemplos são a Copa América, que está ocorrendo no país, com jogos em Cuiabá, na Arena Pantanal, e também no Campeonato Brasileiro.

Avaliados em R$ 6 milhões, o Centro Integrado de Comando e Controle Móvel I e II e a Plataforma de Observação Elevada foram reformados recentemente, com custo de apenas 10% do valor do patrimônio, ou seja, R$ 600 mil. Destes, R$ 300 mil foram custeados pela Sesp-MT e a outra metade, pela Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT), para utilização em operações de combate a incêndios, queimadas e desmatamentos.        

A reforma dos veículos não ficou restrita apenas a parte mecânica, mas também a parte tecnológica, como melhorias nos computadores, cadeiras e câmeras de monitoramento. De acordo com o secretário adjunto de Integração Operacional, coronel PM Victor Fortes, toda a ação da Secretaria que necessite de uma estrutura itinerante poderá se utilizar dos veículos.

Leia Também:  Operação Integrada combate incêndios florestais e outros crimes ambientais em Poconé

“O uso destes equipamentos adquiridos durante a Copa do Mundo é um ganho para o Estado, neste momento na Copa América, que é um evento internacional, também foi utilizado no primeiro jogo do Campeonato Brasileiro em Cuiabá e em outras ações, em especial as integradas, porque é possível disponibilizar uma cabine para cada uma das forças de segurança”, pontuou Fortes.

Outra possível utilização para a estrutura é no período das queimadas, onde há aumento significativo de ocorrências de incêndios florestais, para as quais o Governo do Estado já está se preparando, com o adiantamento do período proibitivo de queimadas em zonas rurais. Além disso, grandes eventos como feiras agropecuárias, eleições e outros também contarão com a estrutura móvel.

Micro-ônibus

Neste mesmo molde, a Secretaria Adjunta de Integração Operacional (Saiop) equipou dois micro-ônibus que foram adquiridos em 2014, por meio do programa “Crack, é possível vencer”, do Governo Federal. Os dois veículos são utilizados pela Polícia Comunitária, em ações como a Operação Bairro Seguro, e pelo Gabinete de Gestão Integrada (GGI), para utilização na Operação Lei Seca.

Leia Também:  Polícia Militar lança ‘Operação Guardião do Nortão’ para garantir a segurança em eleição em Matupá

A coordenadora do GGI, major PM Monalisa Furlan, destacou a importância da unidade móvel. “O veículo nos permite a otimização da rotina de trabalho durante a Operação Lei Seca, já que o fluxo de informações e procedimentos acaba sendo estabelecido praticamente todo no local. O funcionamento da Delegacia Móvel está sendo realizado todo no veículo, a exemplo da confecção de boletins de ocorrência e lavratura de termos circunstanciados”, disse a coordenadora do GGI.

Além de garantir a iluminação do local e disponibilizar uma estrutura composta por computadores, impressoras e outros equipamentos tecnológicos, o veículo também possui câmeras de monitoramento que futuramente serão integradas ao Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp).

Outro benefício que a coordenadora do GGI destaca é a maior mobilidade que o veículo proporciona, alcançando outras localidades que não sejam somente aquelas da região central da cidade.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Projeto convida população a participar de lives sobre cultura popular cuiabana

Publicados

em


Com a conclusão da primeira etapa, o projeto “Quintais da Cultura Popular Cuiabana” entra na segunda fase de trabalho, que será a realização de lives com equipe de pesquisadores, comunidades e lideranças comunitárias. As transmissões ocorrem nos dias 3 e 17 de agosto, e 21 de setembro, às 19h30, via página do Facebook do Instituto INCA – Inclusão, Cidadania e Ação.

As lives serão abertas ao público em geral, que poderá participar enviando perguntas durante a transmissão. O projeto propõe a participação pública, afim de que a população conheça e reconheça a importância de salvaguardar esses locais, os quintais da cultura cuiabana, para que eles consigam ser sustentáveis.

A ação antecipa as discussões que serão levadas ao Fórum de Políticas Públicas, a ser realizado no dia 16 de outubro. O fórum reunirá entidades governamentais e organizações sociais, com palestras sobre Patrimônio Cultural e Economia Criativa, com a finalidade de propor políticas públicas para o setor.

Quintais da Cultura

O projeto “Quintais da Cultura Popular Cuiabana” tem como objetivo realizar um mapeamento diagnóstico e inventário de 10 quintais que preservam a cultura popular da cidade de Cuiabá, incluindo a região urbana e rural. Além de registrar a variedade de saberes, ofícios e celebrações que existem nos quintais cuiabanos.

Leia Também:  Senado pode votar na quarta-feira revogação da Lei de Segurança Nacional

“A proposta é divulgar e reconhecê-los como território criativo, além de reativar quintais sem atividade e estimular a participação da comunidade, sobretudo os mais jovens, realizando ações de formação e engajamento”, diz a presidente do Instituto INCA, Cybele Bussiki.

O projeto é realizado pelo Instituto INCA – Inclusão, Cidadania e Ação, patrocinado pelo Governo do Estado de Mato Grosso por meio da Secretaria de Estado de Cultura, Esporte e Lazer (Secel-MT), via emenda parlamentar do deputado estadual Dilmar Dal Bosco, e conta com o apoio da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) e Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), e parceria do grupo Caleidoscópio da UFMT.

Serviço

Quintais da Cultura Popular Cuiabana – Lives

Data: 03 e 17 de agosto, e 21 de setembro

Horário: 19h30

Local: transmissão via página do Facebook do Instituto INCA

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA