MATO GROSSO

Equipe da Seciteci visita escolas técnicas da Região Norte de MT para definir ações e projetos para 2021

Publicados

em


Equipe da Secretaria de Estado de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci) visita Escolas Técnicas Estaduais (ETE’s) da Região Norte do Estado para discutir o planejamento educacional de 2021 e estratégias para buscar novos recursos e apoiadores para as ações voltadas ao ensino profissionalizante.

O superintendente de Educação Profissional e Superior da Seciteci, Aryeh Hessel Craveiro, reforça que é por meio de parcerias que a oferta de cursos técnicos é ampliada e servem a sociedade.

“Estivemos nas escolas técnicas de Lucas do Rio Verde, Sinop e Alta Floresta para conversamos com as equipes sobre a principais demandas das regiões, assim como programar o calendário escolar e as estratégias que vamos adotar para fomentar o ensino técnico. As visitas são importantes para promover parcerias e projetos no intuito de ampliar as ofertas de cursos, além de entender a realidade de cada unidade para o retorno pós pandemia”, disse.

De acordo com Carlos Alberto Javorski, secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico de Lucas do Rio Verde, a parceria entre a prefeitura e a Seciteci, fomenta o crescimento e amplia a cadeia econômica da região.

Leia Também:  BANANA/CEPEA: Cotação da prata se estabiliza no norte de MG

“Temos muitas vagas de emprego na cidade, mas faltam profissionais qualificados, portanto os cursos oferecidos pelas escolas técnicas ajuda o desenvolvimento social, pois capacita as pessoas para conseguir uma vaga de emprego e assim aumenta a renda da pessoa e, consequentemente, movimenta a economia local”, afirmou.

Segundo Lauriano Antônio Barella, diretor da ETE de Alta Floresta, o apoio de algumas entidades e das prefeituras junto com o Estado é o que garante a formação de novos profissionais para o mercado.

“Realizamos pesquisas para entender o que o mercado precisa, assim junto com os nossos parceiros, buscamos oferecer novos cursos voltados à realidade local, por isso conseguimos entregar profissionais qualificados com preparo para atender a demanda local com eficiência. Tanto que muitos já saem da escola empregados”, concluiu.

A diretora da ETE de Sinop, Ivanir Latanzi, apresentou para a equipe o projeto da horta agroecológica implantada na escola como incubadora para desenvolver atividades didático-pedagógicas, além de servir para a realização de aulas práticas. Na ocasião ela ressaltou que os alunos saem dos cursos capacitados.

Leia Também:  III ECOA aborda técnicas de manejos em grandes culturas

“Os nossos cursos são de excelente qualidade e muito prestigiado pela sociedade, tanto que o mercado reconhece nossos profissionais, até porque os egressos fazem estágios e aulas práticas durante o curso, por isso saem preparados para serem inseridos no mercado de trabalho”, concluiu.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Domingo (29): Mato Grosso registra 158.417 casos e 4.134 óbitos por Covid-19

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde deste domingo (29.11), 158.417 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 4.134 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 103 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 158.417 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 2.488 estão em isolamento domiciliar e 151.346 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 127 internações em UTIs públicas e 131 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 31,51% para UTIs adulto e em 15% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (34.950), Rondonópolis (11.707), Várzea Grande (11.231), Sinop (8.295), Sorriso (6.759), Lucas do Rio Verde (6.173), Tangará da Serra (6.102), Primavera do Leste (5.269), Cáceres (3.623) e Nova Mutum (3.361).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  Mulheres vencem a Jornada Científica da Embrapa Meio-Norte

O documento ainda aponta que um total de 123.762 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 152 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

No último sábado (28), o Governo Federal confirmou o total de 6.290.272 casos da Covid-19 no Brasil e 172.561 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 6.238.350 casos da Covid-19 no Brasil e 171.974 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus. 

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de domingo (29). 

Recomendações

Atualmente, não existe vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus. A melhor maneira de prevenir a infecção é evitar ser exposto ao vírus. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde. 

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia Também:  III ECOA aborda técnicas de manejos em grandes culturas

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA