MATO GROSSO

Confira a programação da 7ª Semana Nacional de Educação Financeira

Publicados

em


A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) e os Procons participam, de 23 a 29 de novembro, da 7ª Semana Nacional de Educação Financeira. Neste ano, o tema do evento, promovido pelo Fórum Brasileiro de Educação Financeira (FBEF), é Resiliência Financeira: Como atravessar a crise?. O objetivo é promover práticas financeiras conscientes, responsáveis e autônomas, além de contribuir para que cada cidadão encontre os seus caminhos para superar momentos de crise, como o que estamos vivenciando com a pandemia de Covid-19, e no futuro se sinta cada vez mais preparado para ser o protagonista de sua vida financeira.

De acordo com o Fórum Nacional, o “novo coronavírus trouxe complicações para a vida financeira de uma grande parcela dos brasileiros, hoje mais sujeitos a flutuações na renda familiar e fraudes financeiras. Em um momento de crise como este, o planejamento das finanças familiares é ainda mais importante, e o cidadão precisa estar bem informado para tomar suas decisões financeiras, mesmo sob estresse”.

Durante a semana, haverá diversas ações gratuitas para os consumidores, como ações educativas, palestras on line, renegociação de dívidas pela plataforma Consumidor.gov.br, dentre outros. Veja a programação completa no site oficial do evento

Leia Também:  Censo previdenciário começa em Tangará da Serra nesta sexta-feira (22)

Confira abaixo algumas das atividades desenvolvidas pela Senacon e pelo Procon-MT

Renegociação de dívidas pelo Consumidor.gov.br: Até o dia 29/11/2020, os consumidores podem renegociar suas dívidas com instituições financeiras e de telecomunicações pela plataforma de reclamação on line Consumidor.gov.br.  O prazo médio de respostas é de sete dias, com 80% das demandas resolvidas. Participam da ação as empresas Caixa Econômica Federal, Bradesco, Itaú, Santander, Banco do Brasil, BMG, Banco PAN, Oi Vivo, Claro e Tim.

Live: No dia 24/11/2020, às 10h, a Senacon promove live sobre “Crédito consignado e o superendividamento”, com diferentes enfoques, como o assunto ‘Tele-saque’. A live será transmitida pelo YouTube do Ministério da Justiça e Segurança Pública (hps://www.youtube.com/user/JuscaGovBR).

Vídeos Educativos: Recentemente, o Procon-MT produziu dez vídeos curtos, para whatsapp, com dicas de Educação para o consumo e de Educação Financeira, voltados para crianças. O material, elaborado em parceria com a Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Seciteci), foi encaminhado para a Secretaria de Educação para ser compartilhado com alunos da Rede Estadual de Ensino.

Estratégia Nacional de Educação Financeira: Conheça mais sobre a Estratégia Nacional de Educação Financeira no sítio oficial ‘Vida e dinheiro’. No site é possível acessar o Programa de Educação Financeira nas Escolas, que disponibiliza ferramentas e cursos gratuitos, além do aplicativo http://taosso.vidaedinheiro.gov.br/, que é um jogo sobre educação financeira para crianças e jovens. O objetivo da ENEF é contribuir para o fortalecimento da cidadania ao fornecer e apoiar ações que ajudem a população a tomar decisões financeiras mais autônomas e conscientes. A nova ENEF reúne representantes de órgãos e entidades governamentais, que juntos integram o Fórum Brasileiro de Educação Financeira (FBEF).

Leia Também:  Governo apresenta diretrizes do BRT a VG e discute ampliação do modal no município

 

 

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Terça-feira (26): Mato Grosso registra 210.567 casos e 5.019 óbitos

Publicados

em


A Secretaria de Estado de Saúde (SES-MT) notificou, até a tarde desta terça-feira (26.01), 210.567 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, sendo registrados 5.019 óbitos em decorrência do coronavírus no Estado.

Foram notificadas 1.563 novas confirmações de casos de coronavírus no Estado. Dos 210.567 casos confirmados da Covid-19 em Mato Grosso, 7.696 estão em isolamento domiciliar e 196.826 estão recuperados.

Entre casos confirmados, suspeitos e descartados para a Covid-19, há 273 internações em UTIs públicas e 307 em enfermarias públicas. Isto é, a taxa de ocupação está em 67,92% para UTIs adulto e em 35% para enfermarias adulto.

Dentre os dez municípios com maior número de casos de Covid-19 estão: Cuiabá (45.776), Rondonópolis (14.034), Várzea Grande (13.898), Sinop (11.118), Tangará da Serra (9.225), Sorriso (9.077), Lucas do Rio Verde (8.440), Primavera do Leste (6.428), Cáceres (4.908) e Nova Mutum (4.421).

A lista detalhada com todas as cidades que já registraram casos da Covid-19 em Mato Grosso pode ser acessada por meio do Painel Interativo da Covid-19, disponível neste link.

Leia Também:  DF: mulher é presa após jogar faca em ex-namorado; confira vídeo

O documento ainda aponta que um total de 181.247 amostras já foram avaliadas pelo Laboratório Central do Estado (Lacen-MT) e que, atualmente, restam 516 amostras em análise laboratorial.

Cenário nacional

Na última segunda-feira (25), o Governo Federal confirmou o total de 8.871.393 casos da Covid-19 no Brasil e 217.664 óbitos oriundos da doença. No levantamento do dia anterior, o país contabilizava 8.844.577 casos da Covid-19 no Brasil e 217.037 óbitos confirmados de pessoas infectadas pelo coronavírus.

Até o fechamento deste material, o Ministério da Saúde não divulgou os dados atualizados de terça-feira (26).

Recomendações

Já há uma vacina para prevenir a infecção pelo novo coronavírus, mas ainda é importante adotar algumas medidas de distanciamento e biossegurança. Os sites da SES e do Ministério da Saúde dispõem de informações oficiais acerca da Covid-19. A orientação é de que não sejam divulgadas informações inverídicas, pois as notícias falsas causam pânico e atrapalham a condução dos trabalhos pelos serviços de saúde.

O Ministério da Saúde orienta os cuidados básicos para reduzir o risco geral de contrair ou transmitir infecções respiratórias agudas, incluindo o novo vírus. Entre as medidas estão:

Leia Também:  Documentos fiscais emitidos até o dia 31 de janeiro concorrem no próximo sorteio do Nota MT

– Lavar as mãos frequentemente com água e sabão por pelo menos 20 segundos. Se não houver água e sabão, usar um desinfetante para as mãos à base de álcool;

– Evitar tocar nos olhos, nariz e boca com as mãos não lavadas;

– Evitar contato próximo com pessoas doentes;

– Cobrir boca e nariz ao tossir ou espirrar com um lenço de papel e jogar no lixo;

– Limpar e desinfetar objetos e superfícies tocados com frequência.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA