MATO GROSSO

Acidentes com vítimas fatais reduzem 21%, aponta Anuário Estatístico

Publicados

em


.

Mato Grosso contabilizou, em 2019, um saldo de 7.164 acidentes de trânsito com vítimas, sendo 503 fatais. Essa quantidade representa 21,52% a menos se comparada com o ano de 2018, quando foram contabilizadas 641 mortes no trânsito no Estado.

Dos 7.164 acidentes, 43,57% foram em Cuiabá e Várzea Grande (3.122 acidentes). Estes e outros dados constam no Anuário Estatístico de Trânsito do Estado de Mato Grosso – 2020, ano base 2019, já disponível no site do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (www.detran.mt.gov.br), através do link Anuário.

O documento é desenvolvido pelo Detran-MT, por meio da equipe do Registro Nacional de Acidentes e Estatísticas de Trânsito (Renaest), com colaboração da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp) e Secretaria de Segurança Pública de Mato Grosso (Sesp-MT).

Em análise criteriosa dos dados, dos 7.164 acidentes registrados em Mato Grosso, 63% das vítimas são homens e 36% são mulheres, sendo 36,9% de pessoas com idade entre 35 a 64 anos. Domingo foi o dia da semana em que mais ocorreram os acidentes, com 17,1% dos registros, sendo o horário noturno e madrugada com maior índice, de 37,20% dos casos.

Leia Também:  Projeto Olimpus MT: Começamos a colher frutos dos investimentos no Esporte

De acordo com o líder da equipe do Renaest do Detran-MT, Walber Alexander do Carmo Desto, o estudo que vem sendo realizado desde 2014 demonstra que os condutores mato-grossenses estão sendo mais prudentes, além do aumento da fiscalização de trânsito e das campanhas educativas.

“Observamos que nos últimos três anos entramos em uma curva decrescente no número de acidentes, reflexo das políticas de fiscalização e educação para o trânsito que o Detran-MT e demais órgãos fiscalizadores vem promovendo”, ressaltou.

Os dados disponibilizados no anuário permitem identificar padrões de comportamento, como tendência e sazonalidade, pontos críticos e os fatores de risco presentes no trânsito em Mato Grosso.

Além disso, o documento serve como base para as ações dos órgãos e entidades que atuam na área da Segurança Pública no auxílio a redução de acidentes e no combate à violência no trânsito.

“O Anuário Estatístico é uma importante ferramenta de pesquisa, estudo e diagnóstico das necessidades do Estado na construção de uma política de segurança viária”, ressaltou o diretor Executivo do Detran-MT, José Eudes Santos Malhado.   

Leia Também:  Mato Grosso apresenta reduções de homicídios dolosos, feminicídios, roubos e furtos
Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Governo de Mato Grosso publica nomeação de papiloscopistas e técnicos em necropsia

Publicados

em


O Governo do Estado, por meio das secretarias de Planejamento e Gestão (Seplag) e de Segurança Pública (Sesp), publicou quarta-feira (16.06), no Diário Oficial do Estado, a nomeação de 14 papiloscopistas e três técnicos em necropsia para várias cidades do Estado para atender demanda da Perícia Oficial e Identificação Técnica de Cuiabá (Politec).

Foram nomeados nove papiloscopistas para a capital e outros cinco para os municípios de Alta Floresta, Pontes e Lacerda, Juína e Primavera do Leste. Já os técnicos em necropsia irão atuar em Cuiabá e Pontes e Lacerda.

Essas contratações são relativas ao concurso público homologado em dezembro de 2017 e conforme o titular da Seplag é uma demanda antiga da Politec que está sendo atendida neste momento graças a todas as medidas adotadas pelo Governo que equilibraram as contas e possibilitaram essas nomeações.

“Essas nomeações só estão sendo possível graças ao trabalho que essa gestão realizou para equilibrar as contas públicas. Esses servidores prestarão serviços essenciais à população”, destacou.

Já o secretário da Sesp, Alexandre Bustamante, destacou os investimentos que o Estado tem feito na segurança pública.

“Além das nomeações que estão sendo realizadas na medida do possível, temos obras acontecendo em diversos lugares, a exemplo da unidade socioeducativa de Rondonópolis, a reforma dos raios da Penitenciária Central do Estado, reforma de diversos batalhões da Polícia Militar, ou seja: um verdadeiro canteiro de obras. A evolução na segurança é gigante e só não vê quem não quer”, disse.

Leia Também:  Governo de Mato Grosso publica nomeação de papiloscopistas e técnicos em necropsia

Os candidatos nomeados têm um prazo de 30 dias, a partir da data de publicação do ato no Diário Oficial, para tomar posse na Coordenadoria de Recrutamento e Seleção da Seplag, munidos dos documentos necessários conforme Instrução Normativa nº 03

O candidato nomeado deve fazer primeiro o agendamento de sua consulta por meio do serviço de atendimento gratuito do governo, o Disque-Servidor (0800-647-3633) e depois, através do mesmo número, agendar a posse. No ato do agendamento, ele será informado sobre o horário que deve comparecer a Perícia Médica.

O presidente do Sindicato dos Profissionais da Ciência da Papiloscopia, Idejair Macencio Conceição, comemorou as nomeações e agradeceu o empenho do Seplag. “Gostaríamos de agradecer empenho do secretário Basílio nessas novas contratações e reafirmar que é uma vitória para a sociedade, pois quem ganha é a população com a melhoria dos serviços prestados”.

Documentos para posse

O servidor nomeado deve se apresentar munido  de fotocópias da Carteira de Identidade (RG), Cadastro de Pessoa Física (CPF/CIC), PIS ou PASEP (opcional), Título de Eleitor, comprovante de quitação eleitoral (das três últimas eleições), se casado (a), Certidão de Casamento, se tiver filhos, Certidão de Nascimento de dependentes, documentação de quitação com o Serviço Militar, Comprovação da formação exigida para o cargo conforme especificado no edital de abertura do concurso, comprovante de escolaridade, de endereço e nº da conta corrente do Banco do Brasil.

Leia Também:  Domingo (13): Mato Grosso registra 427.979 casos e 11.417 óbitos por Covid-19

Os documentos originais exigidos são: uma fotografia 3 x 4, Certidão Negativa Criminal da Justiça Federal e da Justiça Estadual dos lugares onde tenha residido nos últimos cinco anos, declaração de não ocupar ou receber proventos de aposentadoria de cargo, emprego ou função pública, ressalvados os cargos acumuláveis previstos na Constituição da República, declaração de que não foi demitido por justa causa ou em decorrência de processo administrativo ou criminal e declaração de bens e valores que constituem seu patrimônio e dos dependentes.

Clique aqui para conferir a lista de nomeados. 

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA