MATO GROSSO

1ª Semana Estadual da Pessoa com Deficiência será lançada nesta terça-feira (21) em Vila Bela

Publicados

em


O Governo de Mato Grosso lança nesta terça-feira (21.09) a 1ª Semana Estadual da Pessoa com Deficiência, em Vila Bela da Santíssima Trindade. A solenidade de abertura também contará com a presença do governador Mauro Mendes, da primeira-dama Virginia Mendes e da Secretária Nacional da Pessoa com Deficiência, Priscila Gaspar. A programação segue até o dia 23 de setembro.

As ações foram organizadas pela Secretaria Adjunta de Ação Governamental da Casa Civil, por meio da Superintendência de Promoção e Articulação de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência, em parceria com a Prefeitura de Vila Bela da Santíssima Trindade. O objetivo do evento é promover a conscientização e, principalmente, a promoção da inclusão social, em defesa dos direitos das pessoas com deficiência.

Entre as atividades que serão desenvolvidas estão esporte adaptado, mergulho adaptado, canoagem, palestras, apresentações musicais, sorteios de prêmios, além de consultas médicas, emissão de documentos, lançamento de campanha de fraldas geriátricas e bazar pegue e leve.

O evento tem como parceiros Politec, Ganha Tempo, Defensoria Pública, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Aprosoja, Casa Civil, Secom, SES, Secel, Setasc e UNAF, além das empresas Propedia, Newton Kehwald, Coloplast e Ortobras.

Leia Também:  Desenvolve MT mantém espaço de assessoria sobre acesso a crédito e renegociações de dívidas na Feira do Empreendedor 2021

Confira a programação: 

Dia 21/09 (terça-feira)

8h: Abertura com as falas das autoridades presentes

– Lançamento: 1º Edição da Campanha de arrecadação de fraldas geriátricas (infantil, e adultos).

– Entrega de cadeiras de rodas.

9h30:  Emissão de RG no modelo novo com o símbolo da Deficiência. (Parceiros Politec-MT, Ganha Tempo).

– Consultas médicas

11h30: Almoço

14h: Retorno das atividades

– Bazar (pegue e leve)

– Cortes de cabelo, manicures, maquiagem, e amarração de turbantes, sorteios de brindes.

15h: Lanche da tarde

– Dança típicas

– Banda da Polícia Militar

17h: Término das atividades com as pessoas com deficiência.

18h30: Palestras com o tema ‘Sentindo na Pele’

Palestrantes: Taís Augusta de Paula Superintendência de Promoção e Articulação de Políticas Públicas para a Pessoa com Deficiência- Casa Civil-MT, Secretária Nacional da PCD Priscila Gaspar, Luiz Tamba Coordenador de Esporte de Inclusão da SECEL-MT e Rodrigo Superintendente do esporte.

Público Alvo: Profissionais da Educação, e os Secretários de Vila Bela da Santíssima Trindade.

20h30: Encerramento.

Leia Também:  Mato Grosso recebe 107.628 doses de vacina contra a Covid-19 nesta sexta-feira (22)

Dia 22/09 (quarta-feira): Dia Estadual da Pessoa com Deficiência

8h:  Abertura

9h30 Apresentações

PALESTRA: Coloplast

– Apresentações de talentos de PCD’s do Município de Vila Bela da Santíssima Trindade.

– Emissão de RG no modelo novo com o símbolo da Deficiência. (Parceiros Politec-MT e Ganha Tempo).

– Danças típicas da Cidade.

– Cortes de cabelo, manicures, maquiagem e amarração de turbantes, sorteios de brindes.

11h30: Almoço às cegas – algumas pessoas que não possuam deficiência visual serão escolhidas para almoçarem vendadas.

13h30 Retorno das atividades.

– Torneio de jogos para pessoas com deficiência.

17h: Encerramento.

Dia 23/09 (quinta-feira):  Praia inclusiva, todos merecem desfrutar de um dia de lazer 

8h: Início das atividades.

– Concentração na orla da praia com PCD’s onde farão mergulho adaptado, rapel, canoagem.

– Música ao Vivo.

11h30:  Almoço festivo.

15h: Apresentação da Banda do Corpo de Bombeiro de MT.

16h30: Entrega de cestas básicas e cobertores.

17h: Agradecimentos e Encerramento.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Propaganda

MATO GROSSO

Encontro em Sorriso discute fortalecimento e regularização dos Conselhos de Segurança

Publicados

em


Mato Grosso possui 172 Conselhos Comunitários de Segurança (Consegs). Destes, 130 estão ativos, mas apenas 83 estão de fato regularizados, ou seja, com CNPJ e aptos a receberem repasses e firmarem parcerias. Estes números foram apresentados durante o Curso Intensivo de Polícia Comunitária e Encontro Regional dos Consegs, realizado nesta sexta-feira e sábado (22 e 23.10), em Sorriso (397 km de Cuiabá).

O evento reuniu agentes de segurança da Polícia Militar, Polícia Judiciária Civil, Corpo de Bombeiros Militar (CBM), Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), entre outras forças de segurança da Região Integrada de Segurança Pública III, que abrange 10 municípios da região.

Já no segundo dia, o evento foi voltado para os membros dos Consegs regionais, com o objetivo não só de demonstrar a importância dos conselhos, mas principalmente orientar e esclarecer sobre a regularização destas entidades de direito privado.

Um dos palestrantes e organizador do evento, coordenador estadual de Polícia Comunitária da Secretaria de Estado de Segurança Pública, tenente-coronel PM Sebastião Carlos, destacou o quanto os Consegs desburocratizam os investimentos em segurança.

Um dos exemplos citados pelo especialista, é o da cidade de Pontes e Lacerda (445 km de Cuiabá). A atuação do Conseg foi responsável pela construção da nova unidade do Corpo de Bombeiros Militar local, da reforma da delegacia, da construção de um Centro de Comando e Controle e de uma nova unidade para a Perícia Oficial e Identificação Técnica (Politec), uma das melhores do Estado.

Unidade da Politec, em Pontes e Lacerda

E todas essas conquistas só foram possíveis com um Conseg atuante e regularizado, com parcerias que podem ir desde o Ministério Público Estadual, Poder Judiciário, até prefeituras e câmaras municipais. Ainda de acordo com o levantamento da Polícia Comunitária da Sesp, os Consegs já conseguiram captar recursos na ordem de R$ 17,4 milhões para implementação na área de segurança.

Leia Também:  Secel e prefeitura de Sorriso abrem oficialmente as disputas de futsal dos Jogos Estudantis Mato-grossenses

“Nossa ideia de dialogar com os conselhos comunitários é porque eles são verdadeiras ferramentas de transformação de segurança pública em todo o Estado, principalmente nos municípios mais distantes de Cuiabá, onde os recursos para suas demandas acabam demorando mais em função de todo o trâmite burocrático. E os Consegs tem a possibilidade de promover melhorias realizando a captação de recursos para a implementação de projetos sociais de prevenção primária, quanto de investimentos na seara da segurança pública”, explicou o tenente-coronel.

Apesar de não poder estar presente, o secretário de Estado de Segurança Pública, Alexandre Bustamante, fez questão de gravar uma mensagem para os participantes do evento. “O Conseg é uma parte fundamental da Segurança Pública, sendo a mola mestre de nosso desenvolvimento. E a parceria da sociedade civil organizada e dos profissionais da segurança pública, fazem cada vez mais os índices de criminalidade baixarem”, pontuou Bustamante.

Polícia Comunitária e violência doméstica

O evento contou com a palestra da tenente-coronel PM Emirella Martins, que é coordenadora de Polícia Comunitária e Direitos Humanos da Polícia Militar. A coordenadoria é responsável por todos os 32 programas e projetos sociais da instituição, entre eles PM Júnior, Judô Bope, Jiu Jitsu Rotam, Centro de Equoterapia RPMon, da Cavalaria, entre outros.

No entanto, Emirella destaca que o carro-chefe da coordenadoria é a Patrulha Maria da Penha, programa que tem como objetivo fiscalizar as medidas protetivas de urgência de vítimas de violência doméstica. E é por meio da filosofia de Polícia Comunitária, que a PM consegue obter êxito na realização do programa.

Isso porque, as vítimas recebem visitas solidárias realizadas por policiais militares, que na maioria dos casos aproxima essas mulheres fragilizadas do Poder Público. “Nós já recebemos relatos de mulheres que se mostraram surpresas pelo Estado estar preocupado com a vida e o bem-estar dela”, contou Emirela.

Leia Também:  MT assina compromisso por bioeconomia em Fórum dos Governadores da Amazônia Legal

E essas visitas servem também como uma ponte entre os serviços disponibilizados pelo Estado – como atendimento social, psicológico e outros serviços – e a vítima. E a medida tem surtido efeito positivo: das 3.552 medidas protetivas fiscalizadas, apenas 36 foram descumpridas, sendo que 12 agressores que descumpriram foram presos.

Patrulha Maria da Penha em ação

“Mais do que fiscalizar as medidas protetivas, a Patrulha Maria da Penha tem o objetivo de se aproximar e empoderar essa mulher para que ela consiga sair do ciclo da violência. E nós vemos a importância disso é que das mais de 3.500 vítimas assistidas, nenhum caso de feminicídio foi registrado. Nosso índice de produtividade é de 99%” finalizou Emirela.

Outros conteúdos vistos durante os dois dias de evento foram: gestão pela qualidade na Segurança Pública; mobilização social comunitária;  conselhos comunitários e segurança pública; parceria e prestação de contas; marketing e rede digital; polícia comunitária e atividade coletiva com consegs.

Estiveram presentes no evento o prefeito de Sorriso, Ari Lafin; o deputado estadual Xuxu Dalmolin; o promotor de Justiça, Márcio Florestan; o comandante do 12º BPM de Sorriso, tenente-coronel Jorge Almeida; o coordenador de Polícia Comunitária da Polícia Judiciária Civil, delegado Jeferson Dias; o tenente-coronel PM do Ciopaer de Sorriso, Arnaldo Ferreira da Silva Neto; o comandante do Corpo de Bombeiros Militar de Sorriso, capitão BM Eraldo das Neves Moura; o presidente do Conseg de Sorriso, Gilvan de Ávila, entre outras autoridades.

Fonte: GOV MT

COMENTE ABAIXO:
Continue lendo

RONDONÓPOLIS

mato grosso

POLICIAL

MAIS LIDAS DA SEMANA